Museu Arqueológico de Xingó

Museu Arqueológico de Xingó

Horário(s) Quarta a domingo, das 9h30 às 16h30.

Endereço
Trevo da UHE - Xingó
Rodovia Canindé - Piranhas, s/nº, 00000-000

Telefone (79)2105-6448

Site do estabelecimento

Localizado no Canindé do São Francisco, o Museu de Arqueologia de Xingó oferece uma exposição de longa duração sobre a pré-história sergipana e outras mostras de curta duração. O espaço foi criado para estudar, preservar e divulgar a história do homem brasileiro, especialmente os antigos moradores de São Francisco, que lá estavam antes mesmo da chegada dos portugueses.

O estabelecimento está dividido em duas partes. Na Unidade Museológica, os visitantes encontram o acervo da mostra longa, com documentos didáticos, arte ruspestre (pinturas e gravações em pedra), material lítico, produtos cerâmicos e peças malacológicas (conchas e ossos), além de uma área de enterramentos que mostra o cuidado dos antigos para sepultar alguém. O auditório traz, ainda, material audiovisual sobre tudo que se sabe até hoje do assunto. A segunda parte do museu é um espaço de pesquisa.

Atualizado em 18 Jul 2013.

Compartilhe

Comentários

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA