Guia da Semana

15 curiosidades sobre Mahatma Gandhi que você precisa saber

Conheça mais sobre a vida e realizações de um dos maiores líderes do mundo

No dia 2 de outubro é comemorado o Dia Internacional da Não-Violência, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em homenagem a Mahatma Gandhi, nascido neste dia no ano de 1869, na Índia. 

Para marcar a data, o Shopping Eldorado também recebe a exposição Expo Índia, com diversos atrativos e um espaço especial para o lider da independência do País. Pensando nisso, o Guia da Semana lista 15 curiosidades sobre Mahatma Gandhi que você precisa saber. Confira:

ORIGENS

Mohandas Karamchand Gandhi, conhecido como Mahatma Gandhi, foi o idealizador e fundador do moderno indiano e o maior defensor do Satyagraha (princípio da não-agressão, forma não-violenta de protesto) como um meio de revolução. Para quem não sabe, Mahatma significa A Grande Alma.

CASAMENTO NA JUVENTUDE

Como é de costume na Índia, Gandhi teve um casamento arranjado entre famílias aos 13 anos de idade, com Kasturba Gandhi, de 14 anos. 

FORMAÇÃO EM DIREITO

Desafiando os regulamentos de sua casta, decidiu, junto de sua família, que iria estudar Direito na Inglaterra. Para isso, prometeu abster-se de vinho, mulheres e carne. 

CELIBATO

Além de aderir a não-violência e ao vegetarianismo, o Mahatma tornou-se celibatário. Mesmo casado, ele abdicou totalmente do sexo. Antes se tornar casto, Gandhi teve quatro filhos com sua esposa Kasturba.

ÁFRICA DO SUL

Gandhi foi um jovem extremamente tímido e, assim, quando voltou ao seu país, não conseguia exercer sua profissão. Partiu para a África do Sul, em uma oportunidade de trabalho, e sentindo-se discriminado, deu início ao movimento pacifista que lutava pelos direitos hindus. Foi lá que desenvolveu uma forma de ação baseada nos princípios da coragem, da não-violência e da verdade, que chamou de satyagraha ("verdade-força" ou "resistência não-violenta").

Com o tempo, atuando em alguns casos jurídicos, passou a ganhar notoriedade e disse: "eu aprendi a descobrir o lado bom da natureza humana e entrar nos corações dos homens. Eu percebi que a verdadeira função de um advogado era unir partes separadas"

O período de trabalho acabou e alguns amigos pediram que ele voltasse e ficasse lá, para que conduzisse a briga por direitos.

RETORNO

Gandhi buscou a esposa e os filhos na Índia e voltou para a África. Entretanto, os sul-africanos tentaram impedir suas atividades, fazendo com que ele não conseguisse aterrisar no país e só tivesse a permissão 40 dias depois. 

Ao chegar, foi espancado por um grupo de brancos e quase morreu, precisando disfarçar-se (com a ajuda de algumas pessoas) para escapar com vida. Gandhi permaneceu na África do Sul por 20 anos, defendendo a minoria hindu, liderando a luta do seu povo pelos seus direitos.

GUERRA

Antes de abraçar de vez o pacifismo, Gandhi participou da II Guerra dos Boêres, na África do Sul. Ele organizou um corpo médico formado por indianos para cuidar dos feridos em batalha.

SIMPLICIDADE

Outra característica marcante era sua simplicidade. Gandhi vestia-se como os mais pobres e fazia questão de produzir a sua própria roupa.

SEPARAÇÃO

Gandhi separou-se de sua esposa quando já tinha quatro filhos, para viver com Hermann Kallenbach, um arquiteto e fisiculturista alemão de origem judaica que foi para a África do Sul e tornou-se um de seus discípulos mais próximos. Ambos viiveram sob o mesmo teto por dois anos, separando-se quando Gandhi retornou à Índia.

ÍNDIA

De volta à Índia, começou a difundir suas ideias pelos direitos dos trabalhadores, e contrárias ao domínio britânico, sempre pregando a não-violência como forma de luta. Esse método de resistência pacífica sempre foi usado na luta de Gandhi pela independência da Índia e nas reivindicações de reformas sociais. Logo tornou-se líder do movimento nacionalista hindu. 

PRISÃO


Em seu país, organizou uma greve contra aumento de impostos e, durante as manifestações, pessoas queimaram um posto policial. Gandhi assumiu a culpa e foi condenado a seis anos de prisão, mas cumpriu apenas dois anos de pena. Ele foi preso outras vezes, totalizando sete anos na prisão por causa de suas atividades políticas e desobediência civil, que incluíram boicote a produtos britânicos e recusa ao pagamento de impostos. 

SONHO DE UNIÃO

Gandhi era contra qualquer plano que dividisse Índia e Paquistão. Se fosse por ele, ambos formariam um único país. Infelizmente, o desejo de Mahatma não se concretizou e a Índia de maioria hindu e o Paquistão de maioria islâmica selaram a separação pouco tempo depois da independência do Reino Unido.

MORTE


No dia 30 de janeiro de 1948 Gandhi foi assassinado com três tiros por Nathuram Godse, um ativista de uma organização da extrema-direita hindu que temia a tolerância de Gandhi em relação a outros credos e religiões. Suas cinzas foram jogadas no rio Ganges.

MÁXIMAS PREGADAS POR GANDHI

Olho por olho, e o mundo acabará cego.”
O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente.”
A força não provém da capacidade física e sim da vontade indomável.”
O amor nunca faz reclamações; dá sempre. O amor tolera; jamais se irrita e nunca exerce vingança.”
O amor é a força mais sutil do mundo.”
Aquele que não é capaz de se governar a si mesmo não será capaz de governar os outros.”
A alegria está na luta, no sofrimento envolvido e não na vitória propriamente dita”.
Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.”
É melhor que fale por nós a nossa vida, que as nossas palavras.”

PREMIO NOBEL DA PAZ

Por incrível que pareça, Gandhi nunca recebeu um Prêmio Nobel da Paz. Foi indicado cinco vezes e apenas décadas depois o erro foi reconhecido pelo Comitê Organizador.

Atualizado em 1 Set 2015.

Por Nathália Tourais
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças