Guia da Semana

A Nova Cara do Sertanejo

A dupla Fernando e Sorocaba lançou nova turnê de shows em São Paulo, e conversou com o Guia da Semana sobre carreira, trabalhos e novos projetos

Foto: Divulgação


Que o sertanejo anda se destacando em bares e baladas de todo o país, já foi assunto de diversas matérias. Um dos motivos da retomada do estilo é a aparição de novos artistas.  Entre eles, está a  dupla   Fernando e Sorocaba, que acabou de lançar a nova turnê no Villa Country, em São Paulo.

Entre viagens e shows, conversamos com Sorocaba, considerado um dos melhores compositores de 2009. Saiba mais sobre a trajetória e a carreira desses meninos que arrastam multidões por onde passam.

O que há de diferente nessa nova temporada de shows? O que você trazem de novidade?

Sorocaba: Primeiramente, o repertório. Selecionamos sucessos, com canções da nossa carreira e também destaques dos últimos meses. O cenário veio totalmente modificado, todo híbrido e ao mesmo tempo orgânico, com tecidos e tudo mais. Além de ter todo um conteúdo digital, com uma grua mecânica que nos transporta e ficamos por cima da galera.

Por que escolheram São Paulo para o lançamento da turnê?

Sorocaba: Escolhemos o Villa Country, porque temos um carinho imenso por São Paulo, além de ser um local onde conseguimos encontrar gente do Brasil inteiro e também por conseguir  reunir um maior número de formadores de opinião.

Vocês lançaram em dezembro o disco "Fernando e Sorocaba - Acústico". Sempre quiseram gravar um acústico? Esse trabalho traz somente canções de sucesso da dupla ou há inéditas também?

Sorocaba: O projeto acústico começou com a simples ideia de colocarmos nossa música na internet, num formato bem intimista. Mas tivemos um material tão legal, que resolvemos não só colocar em nosso site, como fazer um DVD, lançado em HD e independente. O resultado disso ficou muito interessante e tivemos um ótimo retorno de nossos fãs. Nós gravamos sucessos da dupla e quatro canções inéditas: Celebridade, A Casa Caiu, Até o final e Madri.

Foto: Divulgação


Como você disse, o disco está disponível para download no site oficial da dupla. O que acham do acesso que há hoje para conseguir as canções? Isso pode atrapalhar a venda dos discos?

Sorocaba: A dupla Fernando e Sorocaba é totalmente contrária aos artistas que fecham os olhos para a internet. A gente tem uma visão um pouco mais voltada para os shows, pois são eles que ajudam mais os artistas na questão financeira. Lógico que, comercializando o produto original, nossos fãs comprando os discos originais, nós ficamos muito felizes. Fora que os downloads andam até prejudicando os que vendem discos piratas.

O que acham do sertanejo universitário? Acham que é apenas mais uma "febre" que vai passar ou veio pra ficar?

Sorocaba: Nós não gostamos muito desse termo. Para nós, é tudo sertanejo. A gente vê que está surgindo um time novo com um papo mais jovem. São estilos diferentes dentro do próprio sertanejo, mas a música que fazemos é diferente de outras duplas como Victor e Leo, por exemplo.

Eu sei que vocês não se conhecem desde crianças e que cada um é de um estado. Como vocês se conheceram?

Sorocaba: O Fernando nasceu em Rondônia, já rodou o Brasil inteiro tocando em bandas e duplas sertanejas; eu nasci em São Paulo, mas fui criado na região de Sorocaba e mudei para a região do Paraná. E foi por intermédio de um amigo que nos conhecemos. A dupla nasceu de verdade no estado do Paraná.

Foto: Divulgação


O que acham dos trabalhos do cantor Luan Santana? Pois sei que ele gravou diversas composições assinadas por você e, tendo apenas 18 anos, já é esses sucesso todo.

Sorocaba: Ele tem tudo para ser um grande sucesso e conseguir expandir ainda mais a música sertaneja para todo o país. Eu tive a oportunidade de produzir o primeiro CD dele, antes do DVD gravado em Campo Grande.

Onde busca inspiração para compor suas canções?

Sorocaba: Na verdade a gente busca inspiração no cotidiano, no dia a dia, no linguajar das pessoas. Acho que é isso o diferencial das nossas composições.

E as influências da dupla?

Sorocaba: O principal é o sertanejo antigo, a música de raiz. Também gostamos muito da fase em que a dupla João Paulo e Daniel estava no auge e da música country internacional. Taylor Swift, por exemplo, é uma excelente cantora e, mesmo tão nova, já é um destaque no meio.

Como é a relação de vocês com os fãs?

Sorocaba: É maravilhosa. Uma relação muito boa. A gente sente o carinho dessa galera toda e o motivo do nosso trabalho é isso, mexer com sentimento deles, e eles nos motivam ainda mais a trabalhar e produzir novos discos!


Vocês têm planos de novos discos por ai? Ou agora estão somente focados nos shows?

Sorocaba: Na verdade a gente vai gravar um DVD no mês de agosto. Não será acústico, mas de grande porte, com tecnologia internacional. Ainda estamos na fase de pré-produção, mas em breve vamos divulgar a data e local da gravação.

Além de Fernando e Sorocaba, outros duplas aparecem com destaques na nova safra da música sertaneja.

Jorge e Mateus 

João Neto e Frederico 

João Bosco e Vinícius 

Marcos e Belutti 

Maria Cecília e Rodolfo 

Zé Henrique e Gabriel

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças