Guia da Semana

Acervo de ouro

Com coordenação de Francisco Bosco, a Rádio Batuta apresenta o tesouro preservado pelo IMS da música popular brasileira do período de 1900 a 1950

Foto: Reprodução



Um rádio-documentário inteiro sobre Noel Rosa, com direito a depoimentos de Caetano Veloso e Luiza Tatit; séries especiais sobre mestres compositores como Custódio Mesquita e Chiquinha Gonzaga; e ainda as influência musicais de contemporâneos como João Bosco, Marisa Monte e Mariana Aydar.

Toda essa preciosidade (e muito mais) integra a programação do mais novo espaço na Internet para a música popular brasileira do período pré bossa-nova: a Rádio Batuta. Os programas estão disponíveis no site do Instituto Moreira Salles (IMS) e tem coordenação do ensaísta e letrista Francisco Bosco, filho de João Bosco.

O rico conteúdo da web-rádio tem origem no vasto acervo da instituição, que hoje conta com mais de 100 mil músicas, que são, basicamente, de discos de 78 rpm (formato que antecede os LPs). São destacadas, portanto, as canções populares nacionais do período de 1900 até o começo dos anos 1950.

Foto: Divulgação

Disco com versão de Francisco Alves, da música O pé de anjo

"Esse tesouro já vinha sendo disponibilizado para pesquisa online há alguns anos, mas sem qualquer critério que orientasse um ouvinte interessado, mas não conhecedor de música popular das primeiras décadas do século 20", afirma Francisco Bosco. A ideia é que, dessa forma, ela sirva como um guia musical dos anos de formação e consolidação da música popular brasileira.

Tornar-se um pólo de discussão sobre arte e cultura é outro objetivo da web-rádio. Por isso, a programação oferece também  gravações de cursos, palestras, conferências artísticas, além de atividades promovidas pelo IMS ligadas a literatura, fotografia e artes visuais.

Francisco Bosco explica que a programação é acumulativa, ou seja, é possível escutar os programas atualizados e também os antigos, arquivados no site. A transmissão, entretanto, não é feita ao vivo. Além da página online da instituição, a Rádio Batuta  pode ser sintonizada no Rio de Janeiro pela rádio MEC AM (800 khz), diariamente, das 20h30 às 21h30.

Programação

A grade da Rádio Batuta é organizada por meio de séries, atualizadas com frequência, e programas especiais esporádicos, como o do Noel Rosa. Confira os programas!

Sabiás, pardocas e feitiçarias - um documentário sobre Noel Rosa

Foto: Divulgação

Capa da partitura do samba Com que roupa?, de Noel Rosa.

No ano de centenário de nascimento de Noel Rosa, a Rádio Batuta mergulha no universo do poeta por meio de um documentário, dividido em oito capítulos. Apresentado por Francisco Bosco, o programa especial conta com depoimentos de Caetano Veloso; do  biógrafo João Máximo; do músico Luiz Tatit, entre outros.

Poemúsica
O programa especial disponibiliza em áudio o evento de música e poesia, com Adriana Calcanhoto, Augusto de Campos e Cid Campos.

Os Batutas
Com caráter informativo, a série apresenta a vida e obra de grandes compositores, como Custódio Mesquita, Haroldo Lobo, Chiquinha Gonzaga e Hervê Cordovil.

As canções que eles fizeram para mim
Para mostrar a relação entre o passado e o presente musical, são convidados músicos da atualidade para escolher canções do acervo do IMS que influenciaram suas obras. A série traz entrevistas com João Bosco, Marisa Monte, Monarco, Mariana Aydar, entre outros.

A canção no tempo
A série presenta sucessos de diferentes épocas da música brasileira, sempre contextualizados com o ambiente cultural, social e político em que foram produzidos. A série é inspirada no livro A canção no tempo: 85 anos de músicas brasileiras, de Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello. 

Vitamina B
Programa informativo, com curiosidades e histórias sobre as canções, seus autores e intérpretes, que fazem parte do rico acervo do IMS.

Rádio-pensamento
Temas instigantes discutidos por pensadores brasileiros estão sempre em pauta nessa série. No primeiro programa, o arquiteto Paulo Mendes da Rocha e o crítico de arte Ronaldo Brito discutem as contradições de Brasília, no ano em que a cidade completa 50 anos.

Música para escovar os dentes
Os ouvintes têm acesso a playlists com determinados recortes do acervo, como os clássicos da música brasileira, que foi o primeiro tema explorado.

Aulas-show: O fim da canção
O programa se baseia no ciclo de aulas-show ministradas por José Miguel Wisnik e Arthur Nestrovski, no IMS em 2009, sobre o fim da canção. Com 16 capítulos, a série apresenta um mini-panorama da música brasileira dos últimos 50 anos.

Acontece no IMS
Matérias sobre a programação dos três centros culturais do IMS no Rio de Janeiro, São Paulo e Poços de Caldas.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças