Guia da Semana

Aperitivos chega a São Paulo

Espetáculo condensa seis micro-peças de revelação da dramaturgia norte-americana


Veja aqui a resenha do espetáculo.

Por Thiago Kaczuroski


Atores-garçons, que servem ao público os pratos principais da noite: seis pequenas peças, de cerca de dez minutos de duração cada, sobre as angústias de quem vive na cidade grande. Essa é a receita de Aperitivos, espetáculo que fica em cartaz de 17 de fevereiro a 26 de março, no Centro Cultural São Paulo.

Aperitivos é uma coletânea de seis micro-peças do dramaturgo norte-americano Mark Harvey Levine, uma das revelações do teatro contemporâneo. Para conseguir os direitos autorais do texto, o diretor Márcio Mattana conta que a companhia entrou em contato diretamente com o autor. " Negociamos com ele um preço mínimo e uma porcentagem das bilheterias. Ele nos mandou os textos por e-mail, e começamos a preparação, que durou uns quatro meses de estudo dos textos, e mais uns dois meses montando o espetáculo".

Márcio conta que Levine conhecia muito pouco do teatro brasileiro. " Ele conhecia um pouco da música e do cinema do Brasil, e neste ponto, por ser de um país distante, essa coisa exótica, nos ajudou bastante". Tanto que o norte-americano ficou ansioso para ver o resultado. " No fim da primeira temporada em Curitiba, entramos em contato com ele, para pegar os dados bancários. Ele disse que primeiro estava interessado no DVD com a gravação da peça".

O diretor afirma que está ansioso para estrear na capital paulista. " São Paulo é a grande vitrine para o teatro, teremos mais visibilidade. Muito mais que retorno financeiro, queremos mostrar o espetáculo para a classe teatral, e para o público", e conta que Curitiba, apesar de um grande número de grupos teatrais, com espetáculos cada vez mais bem produzidos, não tem o mesmo mercado para as artes que São Paulo. " Curitiba é grande, mas São Paulo é mais".

Um dos planos da companhia é manter o espetáculo em cartaz durante todo o ano de 2006. " Já inscrevemos o espetáculo em diversos programas de patrocínio e incentivo, para tentar levar a peça para o Rio de Janeiro, para o Nordeste e para o interior de São Paulo e do Paraná".

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP