Guia da Semana

As mil faces do LCD Soundsystem

Liderado por James Murphy, grupo vem ao Brasil para mostrar as faixas de Sound Of Silver, um dos melhores álbuns do ano.



Alex Kapranos, homem de frente do Franz Ferdinand, não titubeou quando recebeu o convite de James Murphy, cabeça do LCD Soundsystem, para regravar o sucesso All My Friends, do grupo nova-iorquino. Afinal, qual músico, por mais badalado que seja, não gostaria de dar seu toque particular a uma faixa da banda cujo último trabalho, Sound Of Silver, é apontado como um dos melhores discos do ano? Nãoé por acaso que uma das bandas de abertura do grupo é ninguém menos que o excelente Arcade Fire.

Projeto criado pelo produtor James Murphy há pouco mais de três anos, o LCD Soundsystem, que tem quatro apresentações marcadas para novembro em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília, reza pela cartilha que consagrou outros nomes de peso da cena eletrônica, notadamente o Daft Punk e a dupla The Chemical Brothers: rock ligeiro, com um vocal firme, atravessado por batidas eletrônicas de múltiplas vertentes.

O primeiro hit do grupo, Daft Punk Is Playing At My House, catapultou o quinteto para o topo das paradas européias, recebendo duas indicações ao Grammy e uma série de críticas positivas da imprensa mundial. No ano seguinte, o projeto desembarcou em São Paulo para uma apresentação memorável no Skol Beats, onde tocou ao lado do trio britânico Prodigy e do brasileiro DJ Marky, entre outras atrações.

LCD Soundsystem: versões de Joy Division e Siouxsie


Algumas versões encaradas pelo LCD Soundsystem reverberam as influências do rock oitentista presentes no trabalho do quinteto. Slowdive, do Siouxsie And The Banshees, e No Love Lost, do Joy Division, ganharam novas roupagens de Murphy, um produtor de mão cheia, que além de enfrentar os vocais do quinteto, também domina uma variada gama de instrumentos, como baixo, piano, órgão, bateria e todos os tipos de sintetizadores.

Antes de integrar o LCD Soundsystem, Murphy fez parte dos grupos Falling Man, Pony e Speedking, além de acompanhar constantemente a banda Six Finger Satellite. Em 2001, o produtor ajudou a fundar a gravadora DFA Records, que conta em seu elenco com nomes como The Rapture, Hot Chip e Black Dice. A experiência de Murphy somou-se ao baterista Pat Mahoney, ao baixista Phil Skarich, à tecladista Nancy Whang e ao guitarrista Al Doyle.

Murphy: terceira vez no Brasil
Mesclando arrasa-quarteirões dançantes com temas políticos e existências, Sound of Silver, que deve pautar as apresentações da banda no Brasil, traz ecos de Depeche Mode e New Order, mas não é uma obra referencial, bebe da house music, mas fecha com uma balada agridoce, New York City I Love You But You Bringing Me Down. Enfim, um álbum que agrega distintas correntes da música contemporânea e ainda preserva uma personalidade própria.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças