Guia da Semana

Cena multifacetada

Individuais de celebrados nomes internacionais, instalações críticas e divertidas e uma Bienal que retomou seu papel mobilizador marcaram o ano nas artes plásticas

Foto: Nathalia Clark/APH

O labirinto de espelhos feito pelo arquiteto Hélio Eichbauer para Fernando Pessoa - Plural como o Universo

Num cenário que se reinventa constantemente, 2010 foi um ano de consolidação e até certa estagnação nas artes plásticas em cartaz no país. A afirmação da arte urbana em galerias, museus e grandes eventos e a retomada da visão crítica da 29ª Bienal foram os grandes destaques.

Já presente na rota das exposições internacionais, o Brasil recebeu coleções importantes, como as pinturas de Marc Chagall, presentes no Masp do final de 2009 até o início desse ano e a mostra Andy Warhol - Mr. America, na Estação Pinacoteca, em março.

Artistas nacionais como Walter Firmo, Vik Muniz, Faya Ostroywer e Adriana Varejão ampliaram sua representação no espaço nacional, contando com individuais de grande prestígio - tanto em terras nacionais como no exterior. Um exemplo é a escolha de Arthur Barrio, artista português radicado no país há 20 anos, para representar o Brasil na Bienal de Veneza, em 2011.

Enquanto isso, a arte urbana segue firme na ocupação de todo o tipo de espaço, do sacro museu às fachadas de lojas e grandes instalações nos paradões de prédios. Crew, Os Gêmeos, Speto e tantos outros participaram ativamente da Biar - a Bienal Alternativa de Arte de Rua, realizada em outubro.

Os artistas do grafite, acusados de vandalizar a mal-fadada Bienal do Vazio, realizada há dois anos, tiveram sua linguagem reconhecida na atual edição. "A pichação é uma manifestação visual forte na cidade de São Paulo e tem uma conotação política clara, feita por um extrato social que buscar afirmar sua diferença e identidade no espaço urbano. Não nos interessa oferecer respostas se isso é arte ou não. Estamos mais interessados em colocar questões abertas para o visitante" disse Moacir dos Anjos, curador-geral da 29ª Bienal à reportagem do Guia da Semana na época do lançamento. O evento, que trouxe a política para o centro do terreiro da arte contemporânea brasileira com o título Há sempre um copo de mar para um homem navegar, está em cartaz até 12 de dezembro.

Veja algumas das exposições selecionadas pela equipe do Guia da Semana para aproveitar as que ainda estão em cartaz e aquelas que continuarão em outras cidades.

São Paulo

29ª Bienal de São Paulo

Em 30 mil m² e mais de 600 obras de 159 artistas, a edição envolveu comunidade artística e sociedade para retomar o caráter crítico do evento, escolhendo a relação arte-política como temática.

Onde: Pavilhão da Bienal - Parque do Ibirapuera
Ingresso: grátis
Até 12 de dezembro
Horário: segunda a quarta, sábado e domingo, 9h às 19h; quinta e sexta, 9h às 22h
Próximos passos: não prossegue em outros espaços
Veja a matéria especial sobre a 29ª Bienal de São Paulo clicando aqui

Foto: Divulgação

A artista multimídia Laurie Anderson ocupou todas as paredes do CCBB - São Paulo

I in U/ Eu em tu
É a primeira vez que o público brasileiro tem um maior contato com a obra da pintora, fotógrafa, performer e multimídia Laurie Anderson. A mostra traz os melhores trabalhos da artista, importante nome da vanguarda norte-americana dos anos 1970. Laurie veio pessoalmente à cidade, interferiu no espaço do CCBB-São Paulo, fazendo verdadeiras obras personalizadas, além de ter se apresentado em duas noites no teatro do Centro.

Onde: CCBB - São Paulo
Ingresso: grátis
Até 26 de dezembro
Horário: terça a domingo, 10h às 20h
Próximos passos: remontagem com novas obras em março de 2011, no CCBB - Rio

Fernando Pessoa - Plural como o universo

O consagrado Museu da Língua Portuguesa traz a polifonia do poeta português, destacando os principais heterônimos, os temas mais constantes da obra e a cronologia do escritor. Destaque particular para a montagem de espelhos e corredores feita pelo arquiteto Hélio Eichbauer.

Onde: Museu da Língua Portuguesa
Ingresso: R$ 6 (grátis ao sábado)
Até 30 de janeiro de 2011
Horário: terça a domingo, 10h às 18h
Próximos passos: não prossegue em outros espaços
Veja a matéria especial sobre as faces de Pessoa clicando aqui

Acalento ao Sertão Nordestino
Lágrimas de São Pedro - Acalento ao Sertão Nordestino é a instalação do artista Vinícius Almeida que apresenta com rara beleza a relação da água com o clima semi-árido dessa região. Lágrimas, gotas, profissão de fé e fonte de vida são as possíveis leituras para os 6 mil bulbos de lâmpadas suspensos no azulado salão. A obra, que já passou por Curitiba, segue depois para o Rio de Janeiro.

Onde: Caixa Cultural - Sé
Ingresso: grátis
Até 20 de fevereiro de 2011
Horário: terça a domingo, 9h às 21h
Próximos passos: prossegue para o Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Islã - Arte e Civilização
A reverência a Alah está tanto nas orações voltadas à Meca feitas pelos mulçumanos  como na arquitetura de suas cidades e na decoração e artigos domésticos. A mostra traz este aspecto da produção artística, com 150 peças provenientes do Oriente Médio e de países africanos como Nigéria e Senegal.

Onde: CCBB - Rio
Ingresso: grátis
Até 26 de dezembro
Horário: terça a domingo, 10h às 21h
Próximos passos: a partir de 18 de janeiro de 2011, em São Paulo

Foto: Divulgação

Imagem de um dos vídeos de Tony Oursler, em cartaz no Oi Futuro Flamengo, no Rio de Janeiro

Projetor
Em sua primeira individual na América Latina, o vídeoartista norte-americano Tony Oursler exibe audiovisuais que juntam tecnologia de ponta com referências próximas ao surrealismo.

Onde: Oi Futuro Flamengo
Ingresso: grátis
Data: 3 a 23 de janeiro (a mostra começou em novembro, mas por conta das chuvas, a instituição fechou para reparos)
Horário: terça a domingo, 11h às 20h
Próximos passos: não prossegue em outros espaços

O Olhar Precioso de Darcy Ribeiro
Fotos produzidas pelo antropólogo Darcy Ribeiro na década de 1950 retrataram feições, hábitos e atividades de tribos indígenas do Norte e Centro-Oeste brasileiros até então desconhecidas dos "homens brancos". O material ficou perdido por mais de 30 anos, sem nunca ter sido exibido nem estudado. Um verdadeiro tesouro, tanto pelo valor científico como pela estética das imagens.

Onde: Caixa Cultural
Ingresso: grátis
Até 30 de dezembro
Horário: terça a sábado, 10h às 22h; domingo, 10h às 21h
Próximos passos: as fotografias voltam ao Museu do Índio

Curitiba

Factos da Actualidade
As mudanças vividas pela sociedade curitibana, retratadas em cartuns, charges e fotos publicados em jornais, folhetos e suplementos literários entre os anos 1900 a 1950, compõe o material dessa exposição, organizada em 108 obras e documentos.

Onde: Casa Romário Martins
Ingresso: grátis
Até 26 de março de 2011
Horário: terça a sexta, 9h às 12h e 13h às 18h; sábado, domingo e feriado, 9h às 14h
Próximos passos: ainda não definido

Florianópolis

Explosão de cores
O artista Marcelo Pinheiro traz flores, árvores e animais coloridos ao estilo Romero Brito em 16 obras no salão principal desse casarão do século 18.

Onde: Museu Histórico Municipal de São José
Ingresso: grátis
Até 7 de janeiro de 2011
Horário: segunda a sexta, 8h às 12h e 14h às 18h
Próximos passos: ainda não definido

Porto Alegre

Os meandros da história
Para celebrar os 15 anos da Fundação Iberê Camargo, uma série de 72 obras, a maioria desenhos inéditos ganha espaço entre os pensamentos mais cortantes do artista, com frases decalcadas na parede.

Onde: Fundação Iberê Camargo
Ingresso: grátis
Até 3 de abril de 2011
Horário: terça a domingo, 12h às 19h; quinta, 12h às 21h
Próximos passos: ainda não definido

Salvador

Tempo Local - Salvador - Hamburgo

Este vídeo-arte estabelece paralelos entre as duas cidades portuárias, mostrando semelhanças, distorções e aspectos da globalização que se repetem nas urbes contemporâneas.

Onde: Museu de Arte Moderna da Bahia
Ingresso: grátis
Até 16 de Janeiro de 2011
Horário: terça a domingo, 13h às 19h; sábado, 13h às 21h
Próximos passos: ainda não definido

Brasília

O Mundo Mágico de Escher
Até hoje as obras do holandês Maurits Cornelis Escher causam espanto nos espectadores, que ficam intrigados com os jogos de perspectiva, fusões entre sombra e superfície e ilusões óticas, num trabalho precursor do universo 3D.

Onde: CCBB - Brasília
Ingresso: grátis
Até 26 de dezembro de 2010
Horário: terça a domingo, 10h às 21h
Próximos passos: ainda não definido

Belo Horizonte

Fotografia Modernista Brasileira

Com o título Moderna para Sempre, a mostra traz trabalhos de José Oiticica Filho, Marcel Giró, Geraldo de Barros, Thomaz Farkas e outros artistas, num total de 87 imagens representativas das décadas de 40 a 70.

Onde: Centro de Arte Contemporânea e Fotografia
Ingresso: grátis
Até 19 de dezembro de 2010
Horário: terça a domingo, 12h às 19h; quinta, 12h às 21h
Próximos passos: ainda não definido

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças