Guia da Semana

Cirque du Soleil - Varekai

A trupe que consagrou o novo circo volta ao Brasil com espetáculo em oito cidades baseado na história de Ícaro

Foto: Divulgação

Ato Russian Swings do espetáculo Varekai

No início de 1984, 20 artistas de rua se reuniram e formaram o Cirque du Soleil. Aquele grupo não imaginava que seria referência do chamado novo circo - a junção de técnicas circenses tradicionais com a dança e o teatro para a realização de um espetáculo com números de grande complexidade aliados ao lirismo. Hoje, a trupe é composta por cinco mil funcionários, dos quais mais de 1.300 são artistas de 50 países diferentes.

Parte desta equipe desembarca em São Paulo, no próximo dia 15 de setembro, para dar início à turnê do espetáculo Varekai no país. Entre os artistas, uma brasileira que participa do número de trapézio triplo. O show, criado e dirigido por Dominic Champagne, é uma fusão de teatro com acrobacias, principalmente aéreas.

O espetáculo

Foto: Divulgação

Em sentido horário, Ícaro, La Promise, La Vigie e Le Guide

Um jovem é atirado em uma floresta mágica, na qual habitam seres fantásticos, e inicia uma viagem absurda em um dia de final de era. Assim começa Varekai, "onde quer que seja" no linguajar dos ciganos, que trabalha o universo onírico, em busca da criação de novas possibilidades.

Composto por 14 atos, o show, com duração de duas horas e meia e um intervalo de 30 minutos, mistura números de malabarismo e de palhaços com cenas de tirar o fôlego, como o Russian Swings - dois balanços com propulsores nos quais os acrobatas são arremessados ao ar em direção aos companheiros ou às áreas de aterrisagem.

Além de Ícaro, mais três personagens se destacam na trama: La Promise, uma jovem misteriosa que desperta o interesse do recém-chegado; Le Guide, uma espécie de amável e frágil avô das criaturas daquele universo; e La Vigie, um louco cientista que coleciona as memórias do mundo.

A temporada

Foto: Divulgação

A banda do espetáculo Varekai

Além de São Paulo, Varekai chega ao Rio de Janeiro (8 de dezembro 2011), Belo Horizonte (19 de janeiro 2012), Brasília (23 de fevereiro 2012), Recife (30 de março 2012), Salvador (3 de maio 2012), Curitiba (8 de junho 2012) e Porto Alegre (12 de julho 2012), com sessões de terça a domingo.

Fernando Altério, presidente da T4F - produtora do evento no Brasil -, destaca que os preços desta temporada são menores que os do show anterior, o espetáculo Quidam, já que desta vez o Cirque não chega ao país em meio a uma crise mundial. Apesar da queda nos valores, a atração continua inacessível para muitos.

O preço dos ingressos (entre R$ 140 a R$ 395) varia conforme o setor escolhido na tenda de apresentações e o dia e horário da sessão. Com um valor adicional (R$ 190), os espectadores que optarem pelo setor Premium, ainda podem desfrutar de regalias do Tapis Rouge, como estacionamento exclusivo, programa de luxo, brindes e um bufê incluindo alimentos e bebidas.

Questionado sobre o futuro do Cirque no país, Altério diz que este é o último espetáculo previsto em contrato, mas que já está em negociação para que outros shows sejam apresentados em solo nacional. Ele ainda deixa um suspense no ar, ao dizer que outros formatos podem ser considerados, alimentando os boatos de que o Brasil será palco de uma produção fixa da trupe, aposta de muitos fãs brasileiros.

Curiosidades

- Varekai estreou em Montreal, no Canadá, em 2002 e desde então passou por 60 países;
- Todo o processo criativo foi registrado em um documentário disponível em DVD;
- Apesar do mesmo nome, da mesma história e do respeito à integridade do espetáculo, ele chega ao país diferente do registrado pelas câmeras no DVD, já que os números são adaptados pelos artistas que os realizam ao longo dos anos, além da influência dos diretores artísticos que cuidaram do show (atualmente Mathieu Gatien);
- A tenda do circo tem 17 metros de altura e um diâmetro de 50 metros e sua capacidade é de aproximadamente 2.612 pessoas;
- A lona da tenda e os seus 11 túneis de acesso pesam aproximadamente 5217kg;
- São necessárias mais de mil estacas (pregos de 1,5 metros) para fixar as diferentes tendas que compõem o conjunto da "cidade" Cirque du Soleil. Só na tenda principal são utilizadas quinhentas estacas.

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças