Guia da Semana

Claro que há um motivo!

Espetáculo da Nósmesmos Produções Artísticas mostra típicas situações entre casais em que a mentira acaba se tornando mais importante que a verdade

Foto: Divulgação


Quando as luzes são acesas, um homem se aproxima do centro do palco e faz a seguinte pergunta: "Por que os homens mentem?". E no meio da explicação quatro outros homens que estão sentados na plateia começam a discutir quais os motivos e o quanto contar a verdade poderia ser ou não algo que prejudicaria a amizade e o convívio entre as pessoas.

Assim começa a segunda temporada do espetáculo da Nósmesmos Produções Artísticas, no Teatro Augusta, na capital paulista. Os cinco atores são: Alessandre Pi, Charles Ferreira, Christiano Hilário, Juliano Mazurchi e Ricardo Vandré. Eles se revezam entre personagens masculinos e femininos, com todo o figurino e maquiagem que, principalmente, as mulheres usam. O trabalho conta com a direção de Heyttor Barsalinil.

O espetáculo é inspirado no livro As mentiras que os homens contam, de Luís Fernando Veríssimo e, nas situações mostradas, a mentira se torna fundamental para que o relacionamento em cena sobreviva. Tanto que os espectadores até se identificam com essas situações, pois um casal que estava sentado na minha frente, sempre se olhava e um dizia para o outro "viu só, você já fez isso".

Tudo mostrado com muito humor e até improvisações, pois, para variar alguém esqueceu de desligar o celular, que ficou tocando durante algum tempo, até que um dos atores vira para a plateia e fala "atende o celular, vai!". Além disso, há uma relação com os espectadores, pedindo um celular emprestado para uma ligação ou conversando com os mesmos sobre as mentiras que são verdades ou verdades que são mentiras.

Uma das situações mostradas é aquela típica em que o pneu do carro fura e o homem, quando vai limpar as mãos, depois de ter trocado o pneu, acaba perdendo a aliança, que cai em um bueiro. Assim eles mostram as duas opções: chegar em casa e contar a verdade (em que a mulher não vai acreditar) ou chegar e contar que estava com outra em um motel (aí sim ela acredita e coloca a culpa em uma suposta crise que o casal está vivendo).

O auge é quando todos estão no palco para o programa Homem que é homem, colocando em cena situações machistas em que nenhum ser masculino pode fazer, pois senão não é considerado como um homem de verdade. Algumas dessas coisas é ir ao cinema ou teatro, por exemplo.

A Nósmesmos é uma companhia de teatro da cidade de Itu, interior de São Paulo, voltada totalmente para a linguagem do humor. A iniciativa de criar esse grupo veio em 2003, quando Christian Hilário e Juliano Mazurchi resolveram juntar suas experiências no teatro e levá-las adiante. Se quiser rir e muito, é um espetáculo que eu recomendo. Por que os homens mentem, que tem duração de 90 minutos, fica em cartaz até 25 de abril, com sessões sexta, sábado (21h) e domingo (19h). Sexta, o valor da entrada é R$ 30,00 e, sábado e domingo, é R$ 40,00.

Leia as colunas anteriores de Maraísa Bueno:


Migração Interna

A moda pega

 Quem é a colunista: Maraísa Bueno.

O que faz: jornalista e repórter da equipe do Guia da Semana.

Pecado Gastronômico: uma boa massa e, é claro, chocolate!

Melhor Lugar do Brasil: minha casa, na pequena cidade de Serrania, sul de Minas Gerais (também não dispenso uma boa praia!).

Para Falar com ela: maraisabf@gmail.comno twitter (@Maraisabf) ou acesse seu blog

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças