Guia da Semana

Dalla Comedy Stand Up

Dalla Microcervejaria apresenta primeiros shows de Stand Up na região, em parceria com a “Comédia Urbana”, de Porto Alegre.

A cidade de Chapecó acaba de ganhar uma boa opção cultural para quem gosta de comédia. O Dalla Comedy acontecerá quinzenalmente, nas terças a noite a partir das 21h, na Dalla Microcervejaria.

O projeto ainda está em fase de adaptação com público regional. Conforme o proprietário da Dalla Microcervejaria, Braulio Dalla Vecchia, o desejo de introduzir esse estilo de humor em Chapecó, fez com que produtores se organizassem para trazer uma proposta diferenciada para os frequentadores do bar.

É a segunda vez que o grupo gaúcho Comédia Urbana se apresenta em Chapecó. Rogério Fernandes, comediante do grupo, diz que o público chapecoense está aos poucos aderindo a essa nova cultura humorística.

Stand Up “Comédia Urbana” (Créditos: Guilherme Rachelle)

A novidade atraiu o público e as pessoas querem se surpreender com boas risadas ou criticar, afirma Rogério: “Em Chapecó tivemos uma boa reação da plateia. O pessoal riu bastante, mas cada show é uma surpresa, apesar do texto ser parecido, a gente nunca conhece o público.”

André Luis Trierveiler, produtor cultural responsável por trazer o grupo Comédia Urbana nas duas primeiras edições do evento, comenta que percebeu que os artistas estavam tirando o Stand Up dos teatros e casas de comédias e levando para os bares. Observando a carência desse tipo de evento na região, André resolveu promover esse modelo de show em Chapecó e região.

Os espectadores que acompanharam a noite de comédia na Dalla confirmam essa hipótese. “Aqui em Chapecó nós não estamos acostumados com esse tipo de show, é uma cultura diferente, uma novidade, além de ser acessível. Eu não conhecia, e acredito que quem não conhece, vale a pena vir prestigiar um Stand Up de qualidade”, afirma Débora Peno da Silva, espectadora do evento.

O estilo Stand UP

Danilo Gentilli, ícone no ramo de Stand Up no Brasil, possui um programa no estilo  Talk show e é sócio clube “Comedians”, em São Paulo (Divulgação/Uol)

Stand Up, ou humor em pé, trouxe alternativas ao modo de fazer humor. Originário dos Estados Unidos da década de 50, deu seus primeiros passos com artistas renomados, como Woody Allen, Redd Foxx e Bill Crosby, que aqueciam o público para shows musicais. Após algum tempo, essas apresentações viraram a atração principal dos clubes, e acabaram se transformando em verdadeiros clubes de comédia.

No Brasil, os primeiros artistas que difundiram o estilo monólogo dessas apresentações foram Jô Soares, Chico Anísio e Zé Vasconcelos. Eles mantinham o caráter de um texto engraçado, próprio, próximo ao estilo apresentado hoje.

Com texto próprio e histórias do dia-a-dia, o comediante sobe ao palco de “cara limpa e diverte a plateia. Muitos espetáculos de Stand Up não tem apenas o objetivo de fazer rir, mas de contribuir para a crítica social.

Grupo Comédia Urbana

Iuri (Centro) inicia seu show de mágica, chamando o público ao palco.(Créditos: Guilherme Rachelle)

O grupo de Porto Alegre Comédia urbana conta com os comediantes Rogério Fernandes, Dudu Weber, Iuri Colesnik e Saulo Chielle. Misturando show de mágica, interação com a plateia e muito humor, a equipe apresenta um show dinâmico, seguindo a linha do “Stand Up Comedy Brasil”.

Rogério avalia que o grupo apresenta uma estrutura sofisticada, com parâmetros humorístico, um roteiro efetivo e com sustentação. Usam técnicas precisas, tanto na estrutura do texto, quanto na postura de palco.

O humorista conclui que não é fácil fazer humor e que o roteiro deve estar em constante análise e lentas mudanças para conseguir agradar as diferentes plateias. “Hoje é muito difícil fazer as pessoas rirem pois o mundo ta muito bruto. As pessoas precisam relaxar”, comenta Rogério.

Atualizado em 27 Mai 2013.

Por Guilherme Rachelle
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças