Guia da Semana

Dead Fish

Confira a história do grupo mais hardcore do Espírito Santo


Os capixabas do Dead Fish já estão na estrada há 20 anos, quando 5 amigos decidiram montar uma banda, em 1991. Mas eles só ficaram mais conhecidos do grande público em 2004, quando lançaram o álbum Zero e Um, o quinto do grupo e primeiro por uma gravadora independente de grande porte. A banda da cidade de Vitória é formada atualmente por Rodrigo no vocal, Ayland no baixo e backing vocal, Marcão na bateria e Philippe na guitarra e backing vocal.

 

O som do Dead Fish é contestador e revolucionário, com letras inteligentes e carregadas de críticas políticas e sociais. Os principais temas das músicas são o capitalismo, o consumismo, a paz e a defesa do meio ambiente. Tudo isso numa batida pesada e frenética, características das bandas de hardcore.

 

A primeira demo lançada pela banda foi Re-Progresso, em 1995. Três anos depois, veio o primeiro CD, Sirva-se. Em 1999, o então quinteto gravou o disco Sonho Médio, talvez o mais ácido de todos. Em 2001, foi a vez do álbum Afasia, com destaque para a faixa-título, além das músicas Viver e Noite. O ano de 2004 foi um marco na carreira dos rapazes, com o lançamento Zero e Um - em que os clipes de Queda Livre, Você, além da canção-título, fizeram bastante sucesso entre o público da MTV. No mesmo ano, o Dead Fish ganhou o prêmio de banda revelação no Vídeo Music Brasil da MTV. Além da gravação do MTV Apresenta Dead Fish, dirigido pelo músico e DJ Fabrizio Martinelli (ex-guitarrista da banda Hateen). O especial trouxe os maiores sucessos da carreira dos capixabas, como Afasia, Bem-Vindo Ao Clube, Ad Infinitum, entre tantas outras.

 

Em dezembro de 2004, o grupo provou mais ainda o gostinho do tão sonhado reconhecimento, quando tocaram no show de 19 anos da Rádio 89 FM e dividiram o palco com Bad Religon e Pennywise, ícones do punk e harcore mundial. Em 2006, chegou às lojas o disco Um Homem Só, destacando-se a canção Obrigação. Ainda no mesmo ano, o selo Laja Records relançou as primeiras demos do Dead Fish, sob o nome de Demo Tapes. No final de 2007, o segundo guitarrista, Hóspede, deixou o grupo, passando a ser um quarteto. Dois anos depois, foi a vez do baterista Nô seguir seu caminho, sendo substituído por Marcão. Seu último trabalho com a banda foi no álbum Contra Todos, de 2009. Atualmente, o Dead Fish está em turnê pelas principais capitais brasileiras.

 

Foto: Divulgação / Maurício Santana
My Space: http://www.myspace.com/deadfishoficial

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças