Guia da Semana

É brasa, mora?

Roberto Carlos comemora 50 anos de carreira com maratona de 25 shows e exposição em sua homenagem

São muitas emoções. Além disso, clássicos inesquecíveis. Logo após completar 68 anos, Roberto Carlos dá continuidade à turnê do cinquentenário de sua carreira, iniciada em abril, em Cachoeiro do Itapemerim (ES), sua cidade natal, frente a um público de 12 mil pessoas. A maratona de 25 shows termina em grande estilo, com uma apresentação única em Nova York, prevista para março de 2010.

Além da turnê, o eterno "garoto papo firme" já programou alguns especiais, entre eles, Elas Cantam Roberto Carlos, uma parceria ao lado de 14 cantoras da MPB. Fãs da fase da jovem guarda poderão conferir o Roberto Carlos Rock Symphony, com bandas e cantores do gênero tocando hits do rei. Os mais românticos podem aguardar por Emoções Sertanejas. Seja qual for o seu Roberto Carlos preferido, pegue uma carona em seu calhambeque e confira como serão os festejos de suas cinco décadas de estrada.

Retrospectiva

O cantor brasileiro que mais vendeu álbuns no mundo aprendeu a tocar violão durante sua infância. Ganhou reconhecimento nacional nos anos 60, cantando samba-canção e bossa-nova como crooner. Foi nessa época que decidiu investir no rock, lançando Splish Splash, ao lado do inseparável parceiro Erasmo Carlos. Estourou nas paradas de sucesso com o LP É Proibido Fumar, que trazia os clássicos O Calhambeque, Parei na Contramão e Quero Que Vá Tudo Pro Inferno (o qual se recusa a cantar hoje).

Foto: João Miguel Junior/TV Globo

Durante a década de 90, Roberto superou os Beatles em vendagens na América Latina

Em 1968, chegou o álbum O Inimitável, um divisor de águas em sua carreira, com influências da black music americana, reunindo sucessos como Se Você Pensa e Ciúme de Você. Na década de 70, com o fim da Jovem Guarda, Roberto começou a ganhar prestígio como intérprete romântico, emplacando hits como Detalhes, Como Dois e Dois e Debaixo dos Caracóis dos Seus Cabelos (homenagem a Caetano Veloso durante seu exílio).

Durante a década de 90, expandiu seu sucesso para mercados internacionais, superando os Beatles em vendagens na América Latina, em 1994. A última divisão na carreira do Rei pode ser considerada em 98, quando após perder sua esposa, voltou-se para o lado espiritual, após um período de depressão, do qual veio se recuperando até chegar ao seu cinquentenário musical, no qual parece voltar com tudo.

A turnê

Vinte e cinco shows foram confirmados para dezoito cidades. O destaque deve ocorrer durante a apresentação do Rei no Maracanã, para um público previsto de 60 mil pessoas, no dia 11 de julho. Segundo o próprio cantor, a ideia é fazer o máximo de shows possíveis e vender os ingressos a preços populares.

Foto: Marcio de Souza/TV Globo

Ao lado de Erasmo Carlos e Wanderléia, o Rei formava a Jovem Guarda

A turnê contabiliza números comparáveis a artistas como U2, Rolling Stones e Madonna. Serão percorridos 42 mil quilômetros, transportando 70 toneladas de equipamentos, 54 pessoas em um avião, dois ônibus, quarenta vans e sessenta carros. Tradicionais em suas apresentações, as rosas não poderiam ficar de fora: serão distribuídas 3.456 botões de rosas vermelhas nos shows.

Para agradar diversas gerações, Roberto optou por um repertório com hits de todas as fases de sua carreira. Difícil foi escolher, já que o cantor tem mais de 500 títulos, em 56 álbuns gravados. Mas uma coisa ele já adianta: as parcerias com Erasmo irão predominar.

Especiais

Como sempre acontece em seus shows, o artista pretende reunir diversas participações especiais. Os nomes ainda não foram confirmados, mas as datas já estão marcadas na agenda. Em São Paulo, o espetáculo Elas cantam Roberto Carlos acontece no dia 26 de maio, no Theatro Municipal, reunindo 14 vozes femininas da MPB ainda não divulgadas.

Foto: Frederico Rozario/TV Globo

Roberto na tradicional entrega das rosas após o show

E engana-se quem pensa que o bom e velho rock and roll vai ficar de fora. O Roberto Carlos Rock Symphony vai levar ao Ginásio Ibirapuera, em agosto, bandas e intérpretes do estilo para tocar clássicos da década de 60 e 70, famosos nas vozes do Rei e do Tremendão. Já em março de 2010, é a vez o Emoções Sertanejas, que promete lotar Estádio do Pacaembu, ao lado de duplas famosas do gênero.

E as homenagens não param por aí. Fora dos palcos, a música de Roberto será traduzida em uma exposição na Oca do Parque Ibirapuera, em janeiro de 2010, intitulada Expo RC 50 anos. Entre os itens exibidos, estarão presentes preciosidades como o famoso calhambeque que deu origem à música, reformado recentemente por Emerson Fittipaldi. Afinal, existem mil garotas querendo passear com o Rei.

 Roteiro de shows

19/4 - CACHOEIRO DO ITAPEMIRIM/ES - Realizado
06/5 - CARUARU/PE - Realizado
08/5 - RECIFE/PE - Realizado
09/5 - RECIFE/PE - Realizado
15/5 - JAGUARIUNA/SP - Festival de Jaguariuna
16/5 - FLORIANOPOLIS/SC - Aterro da Baia Sul
26/5 - ELAS CANTAM ROBERTO CARLOS - SÃO PAULO/SP - Teatro Municipal
03/6 - JOÃO PESSOA/PB - Forrock
04/6 - NATAL/RN - Ginásio Machadinho
06/6 - FORTALEZA/CE - Siará Hall
09/6 - TERESINA /PI - Atlantic City
10/6 - BELEM/PA - Hangar
13/6 - MANAUS/AM - Arena Amadeu Teixeira
11/7 - RIO DE JANEIRO/RJ - MARACANÃ
11/8 - SÃO PAULO/SP - ROCK SYMPHONY - Gin.Ibirapuera 08/8 - PORTO ALEGRE/RS
21/8 - SÃO PAULO/SP - Ginásio Ibirapuera
22/8 - SÃO PAULO/SP - Ginásio Ibirapuera
23/8 - BARRETOS/SP
28/8 - SÃO PAULO/SP - Ginásio Ibirapuera
29/8 - SÃO PAULO/SP - Ginásio Ibirapuera
18 e 19/9 - CURITIBA/PR - Teatro Positivo
03/10 - SALVADOR/BA - a confirmar o local
17/10 - BRASILIA/DF - Ginásio Nilson Nelson
14/11 - BELO HORIZONTE/MG - Ginásio Mineirinho


Fotos Álbum: Kiko Cabral/TV Globo; Divulgação

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças