Guia da Semana

Escritor deverá pagar indenização

Walter Luiz processou Guilherme Fiuza por danos morais

19 de janeiro de 2011

 

A justiça do Rio de Janeiro determinou que o escritor Guilherme Fiuza, autor de Meu nome não é Johnny junto com a editora Record, vão ter que indenizar Walter Luiz Carvalho em R$ 10 mil.

 

Walter deu início ao processo em 2008 por danos morais e alegou que o livro faz menção à sua pessoa sem devida autorização. O autor pretende recorrer da decisão, confirmando que o personagem foi inspirado em Walter, porém, não teve acesso a ele sendo que na época do lançamento, estava cumprindo pena na detenção.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças