Guia da Semana

História da arte para leigos

Veja um resumão e entenda um pouco sobre os principais movimentos artísticos que fizeram parte da história do mundo

Tem bastante gente que manja muito de arte, mas a maioria das pessoas acaba se perdendo um pouco no meio de tantos nomes e datas que giram em torno dos movimentos artísticos.

+ Livros pra entender melhor quem foi zumbi dos palmares
Filmes pra ter uma noção da história do Brasil
As igrejas históricas mais bonitas do Brasil

Pensando nisso, nós fizemos um apanhadão dos principais movimentos da história. Mas veja bem, está bem resumido mesmo, porque se você for a fundo, dentro de cada um deles você vai encontrar mais informações e variações.

Renascimento - Final do século XIV e meados do século XVI

Foi a ruptura com as estruturas medievais. Marcou o final da Idade Média e o início da Idade Moderna. Durante este período, aconteceram transformações em diversas áreas da vida. A cultura da antiga greco-romana era a fonte de inspiração para os renascentistas. Foi o ressurgimento do passado na civilização.

Principais artistas: Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael e Botticelli

Variações: Gótico Internacional, Classicismo, Secularismo, Arte Monumental, Humanismo, Idealismo, Arte Perspética, Ilusionismo, Naturalismo e Maneirismo.


*Escola de Atenas, Rafael

Barroco – Final do século XVI e meados do século XVIII

O Barroco e o Renascimento compartilharam de um profundo interesse pela arte da antiguidade clássica, mas a diferença é que as obras barrocas romperam o equilíbrio entre o sentimento e a razão ou entre a arte e a ciência. No Barroco, predominam as emoções e não o racionalismo da arte renascentista.

Principais artistas: Caravaggio, Valázquez, Rubens, Annibale Carracci, e Aleijadinho (no Brasil)

Variações: Alegorismo, Classicismo Barroco, Pietismo, Sectarismo, Gesticulação, Emocionalismo, Caravaggismo, Absolutismo, Academicismo e Neoclassicismo.


*A Ceia em Emaús

Rococó – Durante o século XVIII

Ninguém sabe ao certo classificar o Rococó, se representa a fase final do Barroco ou se trata de um estilo independente. O que se sabe é que o movimento foi criado em Paris como uma reação da aristocracia francesa contra o Barroco. As obras eram mais delicadas e graciosas, priorizando temas agradáveis e até o voyeurísticos.

Principais artistas: François Boucher, Antoine Watteau e Jean-Honoré Fragonard.


*As banhistas, Jean-Honoré Fragonard

Neoclassicismo – Século XVIII e início do século XIX

Era um movimento de valores próprios de uma nova e fortalecida burguesia que havia tomado a sociedade europeia logo depois da Revolução Francesa. Era contra os excessos decorativistas e dramáticos do Barroco e Rococó.

Principais artistas: Antonio Canova, Jacques-Louis David, Jean-Auguste-Dominique Ingres e Angelica Kauffman.


* O juramento dos Horácios, Jacques-Louis David

Romantismo – Final do século XVIII e parte do século XIX

Movimento em resposta ao Neoclassicismo, valorizava os sentimentos e a imaginação. Era uma visão de mundo centrada no indivíduo, ou seja, os integrantes do Romantismo voltaram-se cada vez mais para si mesmos e retratavam o drama humano como amores trágicos, ideais utópicos e desejos de escapismo.

Principais artistas: William Blake, Eugène Delacroix, Casper David Friedrich, Théodore Géricault e Joseph Mallord William Turner.


*A Liberdade guiando o povo, Eugène Delacroix.

Realismo - Final do século XIX

Apareceu entre 1850 e 1900 como uma oposição ao idealismo romântico, tanto que os integrantes desse movimento não curtiam a galera do Neoclassicismo e Romantismo. A ideia aqui era retratar a vida, os problemas e costumes das classes média e baixa.

Principais artistas: Gustave Coubet, Jean-François Millet, Honoré Daumier


* O ateliê do artista, Gustave Coubet

Impressionismo – Final do século XIX e início do século XX

Revolucionou o movimento artístico. Uma galera decidiu deixar de lado o retrato fiel da realidade e das regras das pintura vigentes até então e começou a ver o quadro como obra em si mesma. O nome do movimento foi inspirado no “Impressão, nascer do sol”, quadro pintado por Claude Monet em 1872.

Principais artistas: Claude Monet, Auguste Renoir, Edgar Degas, Seurat, Edouard Manet, Alfred Sisley e Camille Pissarro.

*Impressão, nascer do sol, Claude Monet

Modernismo – Início do século XX

O cultivo do humanismo aristocrático e do individualismo liberal entrou em crise definitiva. Os modernistas achavam aquelas formas tradicionais das artes ultrapassadas e que era essencial deixá-las de lado para criar uma nova cultura. A ideia era se adaptar e aceitar que o que era novo era também bom e belo.

Principais artistas: Pablo Picasso, Georges Braque, Henri Matisse, Van Gogh, Piet Mondrian, Amadeo Modigliani, Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral.

Variações: Fauvismo, Primitismo, Expressionismo, Cubismo, Futurismo, Dadaísmo, Superatismo, Construtivismo, Neoplasticismo, Surrealismo, Espacialismo, Expressionismo Abstrato e Realismo Social.

 
*As Senhoritas de Avignon, Picasso  

Atualizado em 27 Nov 2013.

Por Juliana Andrade
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças