Guia da Semana

Lobão enjaulado?

Com a ajuda de oito frases ditas por Lobão, conheça a nova fase do "contraditório" artista

Foto: divulgação

Certo dia dos anos 90, um Lobão, destes bem bravos, começou a atacar as "malvadas" gravadoras, as poderosas representantes da indústria fonográfica. Na época, livre das inimigas, a tal fera predadora aproveitou para divulgar três discos independentes, vendidos em bancas de jornal a preços bem mais baixos. Porém, neste ano, o tal Lobão - um famoso cantor oitentista - entrou em contradição e caiu na jaula que tanto perseguia. Batizado João Luís Woerdenbag Filho, o artista com apelido de animal acaba de lançar o CD e DVD Acústico MTV, pela até então oponente Sony BMG. "Na realidade, precisava de um apoio para produzir este material. Se optasse por bancá-lo, com certeza, não teria verba suficiente. Não tive como negar a proposta da gravadora. Isto não é hipocrisia e sim um investimento de um álbum que entrará para a história", se defende.

Foto: divulgação

No polêmico trabalho estão hits como Me Chama, Noite e Dia, Por Tudo que For, Corações Psicodélicos, e outro punhado. Para divulgá-lo, Lobão lança a turnê em São Paulo, depois segue para o Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Prestes a completar 50 anos em outubro, o cara pretende ainda disponibilizar no mercado uma caixa contendo todos os seus discos. O material, que terá "edições em CD e vinil", pode aparecer no início de 2008. Promessas à parte, o Guia da Semana separou oito pérolas, proferidas pelo próprio músico, que traduzem o estilo "Lobão de ser" e explicam melhor o tão falado contra-senso do artista.

Ontem. "As gravadoras são parasitas intermediárias da pior espécie. Elas monopolizam as rádios, impedindo que o grande público conheça outros artistas". Há dois anos, em entrevista ao Guia da Semana, Lobão, voraz, ataca as empresas fonográficas e sustenta a posição de que incentivar a pirataria é uma forma de desestabilizar a tal indústria, que suga os artistas e limita a criatividade dos mesmos.

Foto: divulgação

Hoje. "Contraditório, eu? Resolvi fazer um álbum que precisava do auxílio de uma gravadora, e daí?". O cantor afirma que foi dele a idéia de fazer o projeto. Ele mesmo ligou para a MTV e disse que queria produzir algo grande. Logo, as gravadoras começaram a ligar. O cara não blefou e escolheu a Sony, pois ela já conhecia o seu trabalho. Detalhe: Lobão afirma que teve total liberdade na escolha do set list.

Mas... "o artista bom é aquele que se produz". Lobão garante que mesmo com a ajuda de uma gravadora, continuará nas produções independentes. Atualmente, o cantor trabalha no site Universo Paralelo Virtual, espaço onde as bandas autônomas divulgam seu material.

Foto: divulgação

"O mundo que me ature. Eu não vou aturar o mundo". Sobre as críticas de jornais e revistas sobre a sua atitude incoerente, o cantor diz não estar aborrecido e solta: "O povo está falando bem do disco e mal de mim. Quero que as rádios me engulam". O que o cantor quer mesmo é mostrar com qualidade seu novo material.

"É burrice não tocarmos no Faustão. Se eu não for, outro vai lá e toca por mim". Lobão se rende ao poder da mídia e pretende mostrar seu material em todos os meios, inclusive nas rádios, que tanto critica.

"Quem fica imitando a Tropicália e a Bossa Nova, movimentos falhos, tem que se f...". Revoltado com a qualidade da programação das rádios, o cantor ataca a MPB. "Eu acho a música brasileira frouxa, vítima, católica. Já ouviram aquela ´O que será?´ de Milton Nascimento? É uma vergonha", debocha. Sobre o samba-pop, cultuado por bandas como Inimigos da HP, ele não poupa "elogios": "Isso é um assassinato. Nem ouço essas coisas. Se algum dia uma dupla sertaneja me ligar para regravar uma canção minha, mando tomar no c...".

Foto: divulgação

Até mesmo na hora de comentar sobre seus shows, Lobão ataca: "Só aqui no Brasil temos essa moda de banquinho e violão. Pra mim, pouco importa tocar de pé ou sentado. Quero que as pessoas curtam o meu som". Apesar de acústico, o músico quer animação em suas apresentações.

Ao falar sobre o trabalho acústico, Lobão não poupa empolgação: "Geralmente, namoro com todo o universo musical. Neste disco, além disso, estou olhando para dentro de mim. Tenho certeza que um dia ele será estudado por estes especialistas em música". Só mesmo um produto destes para acalmar a fera!

Atualizado em 8 Mar 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças