Guia da Semana

Nova jornada

Dividido entre as críticas da mídia e os elogios dos fãs, a banda Nove Mil Anjos lança seu primeiro álbum

Foto: Divulgação
Nove Mil Anjos

O primeiro álbum da recém-formada banda de rock Nove Mil Anjos chegou às lojas na semana passada, dividindo fãs e a mídia especializada, que apresentam opiniões bastante diferentes sobre o trabalho. O grupo é composto por conhecidos nomes do cenário nacional, incluindo Júnior Lima (ex-Sandy & Júnior) na bateria, Champignon (ex-Charlie Brown) no baixo, Peu Sousa (ex-Pitty) na guitarra e o músico Perí nos vocais.

Críticas duras

A crítica não foi generosa com 9MA, trabalho de estréia dos meninos, classificado com adjetivos como "fraco" e "desastroso". Até o momento, os músicos parecem não se abalar com os comentários negativos, defendendo o álbum, no qual enxergam um projeto inovador, ainda incompreendido. "O público tem dificuldade de escutar e assimilar um som novo, com tempo eles vão ver a qualidade da nossa música", afirmou Champignon durante a primeira coletiva de imprensa de lançamento.

Para o bem ou para o mal, a verdade é que desde sua formação, há quase um ano, a banda vem chamando atenção da mídia, devido ao sucesso de seus integrantes em seus projetos anteriores, que classificam o disco como uma liberdade criativa, que não deve ser comparado aos seus outros trabalhos. "Pouco antes da parceria com a minha irmã terminar, já me sentia sufocado, com vontade de seguir outros rumos e isso aconteceu com os outros integrantes", confessa Júnior. "Estamos em uma outra fase é um som novo, quem quiser ouvir música do Charlie Brown Jr ou Pitty que vá pra show deles", completa Champignon.

9MA

Produzido e gravado em setembro, na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, o álbum traz 12 músicas composta pelos os próprios integrantes, selecionadas entre um repertório de mais de 40 composições inéditas. "Nós fizemos 44 canções. Estávamos num processo de criação muito intenso, as coisas fluíam com muita naturalidade. Tocamos quase todos os dias desse ano juntos, mas tivemos que enxugar bem o repertório para o CD", explica Peu.

Foto: Divulgação
Nove Mil Anjos

O disco conta com a assinatura do experiente produtor musical Sebastian Krys e será distribuído pela Sky Blue Music, uma gravadora independente - uma decisão unânime da banda, que pretende ter mais liberdade criativa e combater a pirataria, disponibilizando o 9MA por R$ 19,90 no mercado, com a possibilidade de ouvir todas as faixas no My Space. "De pressão basta a gravidade sobre as nossas cabeças. Não queríamos mais pressão da gravadora. Queríamos ter a liberdade de tocar como e com quem quiser" defende o guitarrista. "Quando tocava no Charlie Brown Jr, vi CD chegar nos camelôs antes das lojas. Além disso, queremos que as pessoas possam conhecer o nosso som, de forma democrática", conclui Champignon.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA