Guia da Semana

Produtos piratas são expostos em museu tailandês

Publicação: quarta, 11 de agosto de 2010

Em lugar de relíquias, peças desejadas e itens exclusivos, um museu de Bancoc, na Tailândia, optou por exibir artigos pirateados. São mais de 3,5 mil peças agregadas por advogados que cuidaram de processos judiciais contra a venda e distribuição de cópias falsas. O museu tem espaços divididos por categorias, como moda e produtos eletrônicos. O objetivo central da iniciativa é conscientizar turistas e população local contra a violação da propriedade, já que Bancoc é hoje considerado o paraíso das falsificações.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças