Guia da Semana

Respeitável público, voltamos!

Cirque du Soleil anuncia nova turnê brasileira por seis capitais a partir de setembro

Alegría: segunda temporada passa por seis capitais
Foto: Al Seib

Nem bem os brasileiros se despediram de Saltimbanco, espetáculo que marcou a estréia do Cirque du Soleil no país entre agosto e dezembro de 2006, e a nova turnê brasileira da trupe já foi anunciada.

Desta vez, o espetáculo que chega ao Brasil é Alegría, criado em 1994 e que já passou por 15 países, onde foi assistido por nove milhões de espectadores. Serão cerca de 250 apresentações por aqui, com ingressos que variam entre R$ 100 e R$ 300.

Para sorte de quem vive fora do eixo Rio - São Paulo, a segunda temporada do Cirque vai passar por seis capitais. A turnê de 10 meses começa em Curitiba, em 14 de setembro, e passa por Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

Casuo: brasileiro no Cirque
Foto: Al Seib
Criado em 1994 para comemorar o décimo aniversário da companhia, Alegría conta com 53 artistas de 14 nacionalidades, entre os quais o carioca Marcos de Oliveira Casuo, 32 anos, que se apresenta ao lado dos clowns Yuri Medvedev e Anton Valen.

O espetáculo, que passará antes por Paris, Madri e Barcelona, apresenta uma espécie de reino da imaginação, com bobos da corte, menestréis, mendigos, velhos aristocratas e crianças.

Dividido em nove atos, Alegría apresenta números como Russian Bars, em que os performers equilibram-se uns sobre os outros em saltos sincronizados e giros, Fire-Knife Dance, performance em que o artista manipula facas em chamas pelo corpo e Aerial High Bar, no qual acrobatas dão um salto mortal sobre a rede de proteção de três barras colocadas no alto da tenda.

Saiba mais sobre o espetáculo:

? A idade dos artistas de Alegría varia entre 11 e 64 anos.

? Três artistas da trupe atual estão no grupo desde a formação original. Em 13 anos, eles participaram de mais de 4 mil apresentações.

? A equipe de Alegría conta com 130 pessoas, entre as quais três professores, dois fisioterapeutas e quatro cozinheiros.

? Durante o espetáculo são utilizados 300 pares de sapatos e 100 perucas.

? A tenda do Cirque leva oito dias para ser erguida e mais três para ser desmontada.

? A área ocupada pela trupe abrigará uma cozinha e até uma escola.



Para Luc Ouellette, diretor artístico de Alegría, mesmo quem já assistiu Saltimbanco irá se surpreender. "Embora os dois tenham concepções parecidas no que se refere a música e cor, por exemplo, trata-se de montagens totalmente diferentes. Houve uma evolução técnica de um espetáculo para outro, além de várias modificações terem sido implantadas ao longo dos anos" , avisa.

Ainda segundo Ouellete, a montagem chega ao país sem sofrer qualquer adaptação quando comparado a que excursiona pela Europa. "Queremos trazer ao Brasil o mesmo nível de apresentação que levamos a qualquer outro lugar do mundo" , comenta.

Nova temporada traz clowns, trapézio e contorcionismo
Foto: Al Seib

Diferente do que aconteceu em 2006, a nova temporada brasileira do Cirque não foi inscrita na Lei Rouanet até agora. "Mas não digo que não nos inscreveremos no futuro. Por enquanto, estamos utilizando apenas recursos próprios e de patrocinadores", comenta Fernando Altério, presidente da CIE Brasil.

Com a nova temporada, a CIE presente arrecadar cerca de R$ 130 milhões contra os R$ 60 milhões de Saltimbanco, que teve cerca de metade do número de apresentações previstas para Alegría.

Os ingressos começam a ser vendidos a partir de 4 de junho para os clientes American Express, Bradesco Prime e Bradesco Private e a partir de 2 de julho para os clientes Bradesco. Ao público em geral resta aguardar a abertura das vendas oficiais, em 9 de julho.



Confira as informações completas sobre as apresentações nas capitais:

? Curitiba

? Brasília

? Belo Horizonte

? Rio de Janeiro

? São Paulo

? Porto Alegre

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças