Guia da Semana

Roger Waters é acusado de antissemitismo

Grupo alega que performance em turnê de The Wall usa ícones judeus

04 de outubro de 2010

 

Depois de 30 anos de seu lançamento, o clássico álbum do Pink Floyd, The Wall, rende ao seu compositor Roger Waters a acusação de antissemitismo. O grupo Anti-Defamation League alega que a montagem do palco nos shows em comemoração ao aniversário da obra neste ano usa imagens associadas a judeus e dinheiro. Além disso, eles apontam na performance de Goodbye Blue Sky uma crítica ainda mais mordaz com a projeção que mostra aviões jogando bombas, com o formato de estrelas de Davi, seguidas por cifrões.

 

Waters, que ficou furioso com a acusação, rebateu dizendo que não existe qualquer significado oculto ou justaposição desses símbolos. Segundo ele, o objetivo desta turnê de The Wall é mostrar "o bombardeio a qual todos nós estamos sujeitos, por conta de ideologias religiosas, políticas e econômicas conflituosas".

 

Biografia

Confira a biografia do ex-líder do Pink Floyd, Roger Waters

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP