Guia da Semana

Tudo muda?

Colunista escreve a respeito do mais recente trabalho do escritor inglês J.R.Eliot

Foto: Divulgação

Dizem que as cicatrizes desaparecem com mais rapidez nas crianças do que nos adultos. Não é o que acontece com Joseph Vaugham, personagem de Uma Crença Silenciosa em Anjos, de R.J.Eliot. O livro do autor inglês soa como um desabafo por todos os obstáculos não planejados de sua vida.

A obra, inicialmente, apresenta-se como um tradicional romance de suspense. Na Geórgia (EUA), o garoto de 12 anos acompanha uma série de assassinatos de garotas, todas de pouca idade, que são estupradas e esquartejadas. Inconformado, forma com os amigos um grupo chamado Os Guardiões, que tentará proteger futuras vítimas e encontrar o assassino. Além disso, o menino enfrenta a precoce morte do pai e o relacionamento proibido de sua mãe com o marido de uma amiga. Todos esses fatos ainda têm como cenário a Segunda Guerra Mundial.

Anos depois, o agora já rapaz não consegue esquecer o que acontece em sua cidade natal. Mesmo distante fisicamente daquele lugar, sua cabeça permanece em busca de respostas para tudo aquilo. E todas essas dúvidas vão se transformando em traumas que o atormentam em qualquer lugar, até mudar completamente o rumo que planejara para sua vida.

Em um determinado momento, a obra propõe ao leitor, de forma muito sutil, um questionamento sobre a vida. Eu hoje sou como imaginava ser quando criança? Tenho a aparência física que eu esperava ter ainda quando eu era adolescente? Meu trabalho, minha profissão, meus amigos, minha família, onde moro... Foi isso que planejei?

J.R.Eliot, em seu quinto trabalho, aparece como um grande contador de lembranças. Ainda que pouco perceptível, seu trabalho propõe ao leitor uma reavaliação da vida, com a diferença de que este, ainda, pode mudar o rumo de sua própria história.


Uma Crença Silenciosa em Anjos
Autor:
R.J.Eliot
Editora: Íntriseca
Preço sugerido: R$ 39,90
Avaliação: (**) Bom
(*) Vale o preço; (**) Bom; (***)Excelente
 

Quem é o colunista : Rafael Andrade Jardim

O que faz: Jornalista de gastronomia, autor do livro Dossiê Corinthians

Pecado gastronômico: Macarrão a alho e óleo com queijo ralado e mostarda.

Melhor lugar do Brasil: Interlagos.

Fale com ele: rafaeljardim@guiadasemana.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças