Guia da Semana

TV aos domingos - qual é o seu canal?

Entra e sai ano e os programas na televisão continuam sem grandes novidades

sxc.hu


Aquele dia nublado de domingo te provoca a ligar a TV. Mas, que canal assistir? O que se vê são os mesmos programas da semana passada e de dez anos atrás. O tempo passou e a impressão é de que pouca coisa se modificou. Os quadros, as dançarinas, os apresentadores e até os famosos parecem ser os mesmos.

O Domingão do Faustão e o Domingo Legal são provas da mesmice dominical. A atração comandada por Fausto Silva há 18 anos ainda apresenta blocos antigos, como as Vídeo Cassetadas e o Arquivo Confidencial. Já Gugu Liberato, que está no ar há cerca de 14 anos, insiste em explorar histórias de pessoas humildes e exibir quadros com celebridades que disputam jogos e brincadeiras. Há muitos anos, no cardápio dos domingos, encontra-se também programas do Silvio Santos, como o Qual é a Música? que atualmente é a bola da vez.

Para Silvio Mielle, acadêmico e estudioso sobre TV, a estrutura desses ritos televisivos parece ser muito lucrativa. Eles mantêm as pessoas magnetizadas diante da tela, oferecendo todo tipo de produto com consumo reprimido ou que vive abaixo dos padrões de dignidade humana. "No fundo, eles tentam repor no imaginário o que a grande maioria da população não tem na realidade: casa, eletrodomésticos, roupas da moda e outros", afirma.

Tande e Loana, na Dança do Gelo
Foto: TV Globo/Willian Andrade
Na guerra por audiência e publicidade, os diretores e produtores arriscam modificar alguns quadros. Uma das novidades, que muito se comentou, foi a introdução do quadro Dança dos Famosos (no chão e no gelo) na atração global. Mas, a iniciativa não conquistou tantos adeptos - apenas umas fraturas nas celebridades -, já que, algumas vezes, a concorrência acaba terminando em primeiro lugar.

Apesar de domingo ser o ponto frágil da hegemonia da Globo, ela sempre conquistou o primeiro lugar da audiência. Mas, agora a briga não está só com a emissora do Silvio Santos, e sim pulverizada entre os demais canais. No último mês, não só Gugu Liberato tem voltado com força, mas O Show do Tom têm se destacado na audiência herdada de sua companheira da Record a apresentadora Eliana.

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, durante o mês de agosto e setembro, o Domingão do Faustão não chegou à média de 20 pontos na Grande São Paulo. Entre os dias 5 de agosto e 2 de setembro, somando os dois trechos do programa (e o futebol não ajudou muito), ele ficou entre os 18 e 19 pontos. Nos tempos em que disputava a liderança com Gugu, Faustão ficava no patamar dos 25 aos 28 pontos.

Nos dados comparativos com a concorrência, Faustão obteve no início do mês de setembro 18 pontos de audiência ante 11 do SBT e 10 da Record.

Desgaste

Em entrevista ao site Ego, Jayme Praça, diretor do Domingão do Faustão, disse que apesar de muito tempo no ar, a audiência mostra que o formato não está desgastado. De acordo com José Salvador Faro, jornalista e professor da PUC-SP, isso ocorre porque o domingo é um dia "morno" na vida das pessoas. "Parte da população procura um entretenimento digestivo, pouco exigente, e por isso que verificamos uma audiência cativa nesses canais. Há empatia entre as programações disponíveis e o estado de espírito do público", explica.

O estudante de administração Victor Pallo admite não assistir por mais que dez minutos aos programas de auditório. Ele confessa que prefere optar pela MTV e, às vezes, o Pânico na TV, da Rede TV!. "A impressão que tenho é que estão me chamando de tonto quando mostram sempre as mesmas coisas. Apesar de ter muitas bobagens, o domingo guarda suas graças e não é igual a outras programações", analisa.

Idolatrado por uns e odiado por outros, alguns espectadores reclamam que o Pânico - quatro anos no ar - já não faz tanto sucesso como no começo. Mesmo assim, a atração é a primeira em audiência da emissora.

Foto: sxc.hu
Futebol na TV

A paixão nacional não poderia fica fora. Contemplado por milhões de brasileiros, o futebol sempre está presente nas telinhas dominicais. É comum ver campeonatos como o Brasileirão disputando espaço como restante da programação. Atingindo grandes níveis de audiência, em muitos casos, a mesma partida é transmitida entre os diferentes canais, modificando apenas seus narradores.

O jornalista e amante da arte André Carbone diz que não perde o esporte nesse dia, até porque não gosta das outras opções do horário. "O problema não é a mesmice dos jogos, e sim os narradores", desabafa. "O Galvão Bueno, por exemplo, muitas vezes quer aparecer mais do que o próprio espetáculo e induz os companheiros de transmissão a dizerem aquilo que ele quer", finaliza.

Foto: morguefile.com
Há saída?

Uma das alternativas para fugir do marasmo televisivo são os canais fechados com atrações que vão desde entretenimento, como filmes e seriados, até documentários políticos e sobre o reino animal. Outras opções seriam ainda recorrer às locadoras ou à leitura.

Atrações dominicais na TV a cabo
*Culinária: GNT - 13h30 - Em Casa com Jamie Oliver

*Música: MTV - 13h - Então Tá Vamos Falar de Música

*Desenho animado: FOX - 14h - Os Simpsons

*Reality Shows: FOX - 16h - 4ª temporada de Simple Life

*Seriado: SNY - 18h - Desperate Housewives

*Documentários: ANP - 16h - Animal Planet

*Noticiário: BBC- 18h - BBC News



Para quem não tem canais por assinatura, a TV Cultura traz atrações diferenciadas que foge dos modelos dos outros canais.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA

6 motivos para visitar a Fundação Maria Luisa e Oscar Americano em SP (e nem perceber que está na capital)

Local une arte, cultura, lazer, arquitetura e natureza, fazendo com que o visitante esqueça que está em SP

13 grafites em SP que todo mundo que ama arte deveria ver pessoalmente

Confira obras espalhadas pela cidade que merecem sua atenção

Na Semana da Criança, uma selfie vale um passaporte nos museus de SP; entenda

Para participar, é só postar foto com uma criança no Facebook com a hashtag #MuseusSP e apresentar na bilheteria da Pinacoteca, Casa das Rosas ou do Museu da Imigração

Unibes Cultural oferece programação especial e gratuita para o mês das crianças

Evento acontece até dia 31 de outubro e comemora o Mês das Crianças