Guia da Semana

Vozes do Carnaval

Em ritmo de folia, conversamos com quatro dos principais puxadores do Carnaval de São Paulo

Foto: Gabriel Oliveira
 

Nem só de bateria e belas passistas vive uma escola de samba. O que seria do Carnaval sem as vozes que embalam as multidões nos sambódromos? Estamos falando dos puxadores, os intérpretes da agremiação que todos os anos dão vida aos refrões emblemáticos na avenida. Embalados pelo ritmo carnavalesco, conversamos com quatro desses nobres malandros da folia, que estarão presentes nos desfiles de São Paulo em 2009.

Vaguinho, Carlão, Douglinhas  e Darlan. Artistas com histórias (e escolas) diferentes, unidos por um grupo de samba que há tempos dá o que falar: o Quesito Melodia. Além do conjunto, todos eles compartilham outro interesse em comum: fazer o carnaval de São Paulo cada vez mais profissional. Confira cada uma das entrevistas nos links abaixo.

  Vaguinho - Mancha Verde - "O couro vai comer, o bicho vai pegar e vai começar a festa!"

  Carlão - Vai-Vai - "Aqui tem! Fogo neles!"
 
  Douglinhas - Pérola Negra - "Alô, Vila Madalena! Tá todo mundo aí? Ah, moleque"

  Darlan - Rosas de Ouro - "Alô, Rosas de Ouro! É hora do show!"



Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA