Guia da Semana

Veja como ser saudável com menos calorias na Páscoa

Confira os tipos e benefícios de cada chocolate e acerte na escolha do ovo de páscoa deste ano

A páscoa está chegando e com ela o período que mais se vê e se come chocolate. Não é a toa que sentimos uma enorme satisfação quando comemos o doce, afinal o cheiro e a textura são de dar água na boca. Essa delícia proporciona prazer físico e mental, já que estimula a produção de serotonina, substância responsável pela sensação do bem-estar.

A quantidade de sabores, marcas e variedades de cores e embalagens chamam a atenção de crianças e adultos que são estimulados, o tempo todo, a adquirir a maior quantidade de ovos de chocolate. Para muitos, a data acaba se transformando numa espécie de competição o que, sem dúvida, vai trazer grandes prejuízos.

Quem nunca quis comprar o maior ovo de chocolate para um amigo ou familiar só para impressioná-lo e representar, assim, o afeto que sente pela pessoa? Justamente por conta de todo apelo emocional envolvido nesta época, essa atitude se torna comum. Entretanto, a ideia de “quanto maior mais carinho” não é positiva se pensarmos que o excesso de chocolate representa muita ingestão de açúcar e gordura.

Pensando nisso, muita atenção com as escolhas, já que cada tipo de chocoalte possui suas particularidades. O chocolate amargo, por exemplo, tem grande índice de massa e manteiga de cacau, pouquíssimo açúcar e leite. É bastante rico em antioxidantes que previnem o envelhecimento celular, tem mais que o dobro de fibras, tornando-o o menos calórico e o mais saudável entre os chocolates tradicionais, o branco e ao leite. Já o chocolate orgânico contém 40% de cacau, antioxidantes naturais e, dentre os benefícios, é adoçado com xilitol, que exerce ação anti-cárie.

Chocolate de Soja

Chocolate de soja

Sim ele existe! O chocolate de soja é um chocolate 100% vegetal, feito com extrato de soja, sem lactose. Por isso esta guloseima é especialmente indicada para pessoas com intolerância à lactose. O leite é substituído pelo extrato de soja, mas sem que o chocolate perca seu sabor.

Chocolate de Alfarroba

Chocolate de Alfarroba

A alfarroba é o fruto da alfarrobeira, uma árvore selvagem, nativa da costa do Mediterrâneo. É uma vagem comestível, semelhante ao feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado. O pó que é utilizado para substituir o cacau é derivado da polpa da vagem que é torrada e moída. Esse pó, contudo, possui expressiva diferença em relação ao cacau no conteúdo de açúcar e de gordura.

Enquanto o cacau possui até 23% de gordura e 5% de açúcar, a alfarroba possui 0,7% de gordura e um alto teor de açúcares naturais (sucrose, glucose e frutose), em torno de 38 a 45%. Também é rica em vitaminas, antioxidantes e açúcares naturais. O chocolate de alfarroba tem baixo valor calórico devido à pequena quantidade de gordura e alta quantidade de fibras. Hoje já se encontra com facilidade em mercados e lojas de produtos naturais, inclusive em formato de ovo de páscoa.

Veja mais dicas sobre como perder peso e se manter em forma no nosso parceiro Emagrecendo.

 

Atualizado em 30 Jun 2014.

Por Mariana Jota
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

7 receitas de biscoitos saudáveis para fazer em casa

18 receitas saudáveis e refrescantes para saborear no verão

Tem receita de bolo gelado, sorvete, smoothie e até de tartar!

12 exercícios ao ar livre para emagrecer e ainda curtir o verão

Que tal se exercitar e curtir um lindo pôr do sol ao mesmo tempo?

De água à manteiga de coco: conheça 6 maneiras de usar a fruta a favor da saúde

A fruta é rica em vitaminas, minerais e compostos que ajudam na prevenção de doenças

Saiba mais sobre o treino HIIT, forte aliado para o emagrecimento

O treino intervalado de alta intensidade promove a queima de gordura ainda após o final do exercício

Umami? Saiba tudo sobre o quinto gosto básico do paladar humano

O umami está presente em vários alimentos comuns do dia a dia, como queijos, carnes, tomates e cogumelos