Guia da Semana

Veja como ser saudável com menos calorias na Páscoa

Confira os tipos e benefícios de cada chocolate e acerte na escolha do ovo de páscoa deste ano

A páscoa está chegando e com ela o período que mais se vê e se come chocolate. Não é a toa que sentimos uma enorme satisfação quando comemos o doce, afinal o cheiro e a textura são de dar água na boca. Essa delícia proporciona prazer físico e mental, já que estimula a produção de serotonina, substância responsável pela sensação do bem-estar.

A quantidade de sabores, marcas e variedades de cores e embalagens chamam a atenção de crianças e adultos que são estimulados, o tempo todo, a adquirir a maior quantidade de ovos de chocolate. Para muitos, a data acaba se transformando numa espécie de competição o que, sem dúvida, vai trazer grandes prejuízos.

Quem nunca quis comprar o maior ovo de chocolate para um amigo ou familiar só para impressioná-lo e representar, assim, o afeto que sente pela pessoa? Justamente por conta de todo apelo emocional envolvido nesta época, essa atitude se torna comum. Entretanto, a ideia de “quanto maior mais carinho” não é positiva se pensarmos que o excesso de chocolate representa muita ingestão de açúcar e gordura.

Pensando nisso, muita atenção com as escolhas, já que cada tipo de chocoalte possui suas particularidades. O chocolate amargo, por exemplo, tem grande índice de massa e manteiga de cacau, pouquíssimo açúcar e leite. É bastante rico em antioxidantes que previnem o envelhecimento celular, tem mais que o dobro de fibras, tornando-o o menos calórico e o mais saudável entre os chocolates tradicionais, o branco e ao leite. Já o chocolate orgânico contém 40% de cacau, antioxidantes naturais e, dentre os benefícios, é adoçado com xilitol, que exerce ação anti-cárie.

Chocolate de Soja

Chocolate de soja

Sim ele existe! O chocolate de soja é um chocolate 100% vegetal, feito com extrato de soja, sem lactose. Por isso esta guloseima é especialmente indicada para pessoas com intolerância à lactose. O leite é substituído pelo extrato de soja, mas sem que o chocolate perca seu sabor.

Chocolate de Alfarroba

Chocolate de Alfarroba

A alfarroba é o fruto da alfarrobeira, uma árvore selvagem, nativa da costa do Mediterrâneo. É uma vagem comestível, semelhante ao feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado. O pó que é utilizado para substituir o cacau é derivado da polpa da vagem que é torrada e moída. Esse pó, contudo, possui expressiva diferença em relação ao cacau no conteúdo de açúcar e de gordura.

Enquanto o cacau possui até 23% de gordura e 5% de açúcar, a alfarroba possui 0,7% de gordura e um alto teor de açúcares naturais (sucrose, glucose e frutose), em torno de 38 a 45%. Também é rica em vitaminas, antioxidantes e açúcares naturais. O chocolate de alfarroba tem baixo valor calórico devido à pequena quantidade de gordura e alta quantidade de fibras. Hoje já se encontra com facilidade em mercados e lojas de produtos naturais, inclusive em formato de ovo de páscoa.

Veja mais dicas sobre como perder peso e se manter em forma no nosso parceiro Emagrecendo.

 

Atualizado em 30 Jun 2014.

Por Mariana Jota
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

13 ideias de marmita fit para levar no trabalho

Tem receita de gnocchi, risoto, crepioca e muito mais!

Inverno saudável: receitas incríveis para quem ama massa e está de dieta

5 exercícios com bola que vão deixar sua barriga chapada (e que você pode fazer em casa)

Primeiro studio só de corrida chega a São Paulo

A academia conta com esteiras Star Trac

Terceira idade: 7 exercícios físicos indicados para os idosos

Cardiologista do HCor aponta os benefícios da atividade física para os idosos

8 sobremesas quentes e saudáveis para comer sem culpa nos dias frios do inverno

Panqueca, maça assada e suflê de chocolate estão na lista!