Guia da Semana

Ruído 5.1

Espetáculo de dança contemporânea estréia na Caixa Cultural

Este evento terminou

Ruído 5.1

Data Sáb 01 Jan 2000
até 11 de maio.

Preço(s) Grátis.

Horário(s) quinta, sexta e sábado, 21h; domingo, 20h.

SBS Quadra 04 - Edifício Anexo à Matriz da CAIXA, Lotes 3/4, 70092-900

Telefone (61) 3206-9448

O premiado grupo paulista de dança Núcleo Artérias traz para Brasília o espetáculo Ruído 5.1, ganhador do prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna em 2007.

Em Ruído 5.1, o grupo investiga questões referentes à expansão do consumismo e cria uma série de ações corporais a partir da observação desses ideais. Os movimentos executados são tentativas de superar limites físicos do corpo, executando a melhor performance com harmonia.

O espetáculo combina, em tempo real, repertórios de movimentos, slogans publicitários, imagens videográficas e trilha sonora, possibilitando outros significados e maneiras de olhar para a cultura do consumo.

O Núcleo Artérias coleciona alguns prêmios importantes, como a Bolsa Vitae de Artes em 1997, o grande prêmio da crítica de São Paulo, o APCA, em 1999 e o EnCena Brasil pela Funarte em 2001, entre outros.

Compartilhe

Comentários

Explore ao redor

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA