Guia da Semana

5 filmes para ver na onda de 50 tons de cinza

Confira uma lista de filmes para entrar no clima

Com o sucesso estrondoso do livro 50 Tons de Cinza, de E. L. James, era de se esperar que a produção de um filme entrasse nos planos de Hollywood. Iniciada em 2013, a adaptação do roteiro foi feita por Kelly Marcel (Terra Nova; Saving Mr Banks), com produção de Michael De Luca e Dana Bruneti, mesma dupla de A Rede Social.

O filme está em cartaz nos cinemas, com Dakota Johnson no papel de Anastasia Steele e Jamie Dornan como o misterioso e milionário Christian Grey. 

Em 50 Tons de Cinza, a virgem Anastasia Steele, de 22 anos, se envolve com Grey que, além de lhe apresentar a vida sexual, a introduz no universo do sadomasoquismo.

Enquanto o filme não chega, confira uma lista de 5 filmes que tratam do sadomasoquismo ou de outras obsessões do sexo. Confira:

Contos proibidos do Marquês de Sade

Marquês de Sade viveu na França, no século 18, e foi um dos grandes intelectuais da época que questionou a moral e os bons costumes. Autor de obras como 120 dias de Sodoma e Contos Libertinos, ele chocou uma sociedade toda com suas histórias que traziam aventuras sexuais, orgias e outros desdobramentos pornográficos. Neste filme, Geoffrey Rush interpreta o escritor em seus últimos anos de vida, preso em um sanatório, onde escreve seus contos insipirados pela camareira Madeleine (Kate Winslet). Muito mais do que pornografia, Sade nos coloca em contato com nossas obsessões e valores morais.

 

Mata-me de Prazer

Alice é uma pesquisadora britânica que tem um futuro promissor e um relacionamento estável. Ela conhece um homem misterioso casualmente, eles transam, e ela larga tudo para casar com ele. Ao longo da trama e várias cenas de sexo intensas - com direito a amarrar o pescoço da mocinha com um pano -, Alice começa a desconfiar que seu marido não é exatamente quem ela pensava. 


Segundas Intenções

Sucesso no fim dos anos 90, em Segundas Intenções, Sarah Michelle Geller interpreta a patricinha Kathryn, que gosta de se divertir as custas dos outros. Ela desafia seu meio irmão Sebastian, o Don Juan do pedaço, a seduzir a única garota que não dá atenção a ele, a inocente e virgem Cecile (Reese Whisterpoon), nova namorada do ex de Kathryn. Assim, Sebastian começa um jogo de sedução com a pobre Cecile enquanto aposta seu luxuoso carro com a meia irmã - caso não consiga levar a mocinha para cama. Se conseguir Cecile, ganha também uma noite intensa de sexo com Kathryn.


Nove semanas e meia de amor

No clássico da década de 80, Kim Basinger interpreta uma mulher sensual que trabalha em uma galeria de arte e se envolve com o rico John, vivido por Mickey Rourke (O Lutador). Eles iniciam um intenso jogo de sedução que vai revelando fantasias sexuais e criando obsessões em cenas quentíssimas que ficaram no imaginário de muita gente na época.  

 

9 Canções

Lançado em 2004, o filme mostra um jovem casal que se conhece em um show, em Londres. Dali, começa um romance que é narrado a partir de suas relações sexuais permeado pelas “9 canções” de bandas como Franz Ferdinand, Primal Scream e Black Rebel Motorcycle Club, que aparecem em shows que os pombinhos vão. Um filme intenso, com cenas explícitas, toques, suspiros e sensações.

Atualizado em 12 Fev 2015.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Após polêmica, Bernardo Bertolucci desmente estupro em "Último Tango em Paris"

Diretor julgou repercussão como um "mal-entendido ridículo"

"Guardiões da Galáxia Vol. 2" tem o trailer mais assistido da história da Marvel

Continuação do longa de 2014 chega aos cinemas em abril de 2017

"Sully - O Herói do Rio Hudson" ganha nova data de estreia no Brasil

Filme em que Tom Hanks evita acidente aéreo teve lançamento adiado após tragédia com Chapecoense

Apresentador Jimmy Kimmel comandará o Oscar 2017

Notícia foi confirmada pela revista Variety

Assista à nova prévia de "Tamo Junto", comédia estrelada por Sophie Charlotte

Longa apresenta humor repleto de referências da cultura pop

Bertolucci revela que houve estupro em cena de "Último Tango em Paris" e revolta Hollywood

"Queria sua reação como garota, não como atriz", disse o diretor