Guia da Semana

Documentos sonoros

Com edições em cinco países, o In-Edit, festival dedicado aos documentários musicais, chega ao seu segundo ano no Brasil

Em 2003, Barcelona, capital da vanguarda cultural espanhola, pariu a primeira edição do festival In-Edit. Atualmente com exibições em cinco países diferentes, o evento começou com a modesta ideia de que a união entre cinema documental e música teria o seu espaço entre o público local. Em pouco tempo o In-Edit tomou corpo e hoje tem o seu lugar garantido entre os festivais dedicados a documentários musicais mundo afora.

Foto: Divulgação

Tom Zé em cena do filme sobre seu processo de criação

Além da cidade espanhola, o In-Edit acontece em Puebla, no México, em Santiago do Chile e em Buenos Aires, na Argentina. O ano passado, São Paulo e Rio de Janeiro também passaram a figurar entre os endereços aonde o In-Edit acontece. As duas capitais colocaram o Brasil no mapa do festival. E em 2010 não será diferente. Este ano, os documentários musicais voltam aos cinemas de São Paulo e do Rio de Janeiro, de 18 a 28 de março, e de 31 de março a 3 de abril, respectivamente.

Marcelo Andrade, diretor artístico do In-Edit Brasil, foi quem trouxe o festival para estas bandas. Morador de Barcelona há 15 anos, ele revela que a ideia de realizar uma edição brasileira do In-Edit surgiu quando ele foi ver um dos filmes do evento da capital catalã. "Foi por acaso", lembra.

Apesar da estrutura comum, cada localidade tem autonomia para escolher os filmes a serem exibidos em sua programação. Uma das ideias que fazem parte da gênese do festival é o incentivo às produções locais. E nesse aspecto o Brasil não deixa a desejar. "Nossa produção é muito maior do que a espanhola", revela Andrade. E essas criações vêm crescendo junto com a edição brasileira do In-Edit. Para se ter uma ideia, no ano passado 35 filmes foram inscritos, este ano o número dobrou.

Foto: Divulgação

Cena do documentário A Tiempo Real

Entre as mostras que farão parte da segunda edição do festival, destacam-se a competitiva nacional, que contará com seis filmes, a Retrospectiva Brasil, a Brasil.doc, dedicada aos independentes, e os panoramas nacional e internacional. Ao todo, mais de setenta obras diferentes serão exibidas. Entre elas, títulos como João Donato - Nasci Para Bailar, A Tiempo Real, Fita Mixada Rotação 33 - DJ KL Jay, Heavy Metal in Baghdad, Led Zeppelin Live at the Royal Albert Hall, Beyond Ipanema e Dzi Croquettes - estes dois últimos competindo entre os documentários nacionais.

Para o diretor artístico do evento, os filmes que mais devem se destacar nesta edição são Tom Zé -Astronauta Libertado, que trata do processo criativo do músico de Irará, Woodstock: Now & Then, com foco no backstage do lendário festival, Sling Shot Hip Hop, sobre o hip hop palestino, e Icons Among Us: Jazz in the Present Tense. "Se você trocar a palavra jazz por arte, esse documentário serve para os desafios a serem enfrentados por todos os gêneros artísticos da atualidade", afirma Andrade.

Foto: Divulgação

Cena de Icons Among Us: Jazz in the Present Tense

Entre os convidados internacionais, o diretor espanhol José Sanchez-Montes é um dos nomes confirmados. E uma das novidades para este ano é o fato de que a mostra competitiva nacional terá a sua primeira exibição no Auditório do Ibirapuera, com ingressos a R$ 10. Além dessa sala, em São Paulo os filmes serão exibidos no Cine Olido, MIS, CineSesc e na galeria Matilha Cultural. Em breve serão divulgados os locais e horários de cada exibição.

Para fechar com um boa notícia, durante a entrevista Andrade revelou uma surpresa que deve agradar aos amantes do indie rock. "O documentário Under Great Northern Lights, sobre o White Stripes, vai ser exibido no festival, confirmamos há pouco", revela. O filme estreou em outubro do ano passado no Canadá. Sem dúvida essa será uma das seções cuja platéia terá os cabelos mais inusitados do In-Edit Brasil.


Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

“Gostosas, Lindas e Sexies” – Sex and the City à brasileira chega aos cinemas com elenco plus-size

Filme estreia nesta quinta, 20 de abril

Será? Will Smith pode ser o Gênio no live-action de "Aladdin"

Segundo o Deadline, ator está em negociações com a Disney

“Paixão Obsessiva”: suspense trash com Katherine Heigl estreia nesta quinta

Heigl interpreta uma ex-mulher determinada a eliminar a atual

“Paterson” - Adam Driver é um poeta do cotidiano em novo filme de Jim Jarmusch

Filme conta a história de um motorista de ônibus que escreve poemas nas horas vagas

Cinemark exibe “...E O Vento Levou” na próxima terça-feira

“2001: Uma Odisseia no Espaço” e “O Mágico de Oz” serão os próximos clássicos na programação

Serviço permite ir ao cinema todos os dias por mensalidade fixa

Assinaturas do Primepass variam de R$ 39,90 a R$ 139,90