Guia da Semana

Festival de Gramado 2011

Pela 39ª vez, cidade gaúcha celebra o cinema nacional e latino numa grande festa. Selton Mello, Fernanda Montenegro e Domingos de Oliveira serão homenageados

Foto: Divulgação

Selton Mello, diretor e ator do filme nacional O Palhaço, será um dos homenageados

Entre os dias 5 e 13 de agosto, a cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, recebe a 39º edição do Festival de Cinema de Gramado. Logo no primeiro dia do evento, o ator e diretor Selton Mello será homenageado e, na sequência, seu segundo filme como diretor, chamado O Palhaço, terá exibição ao público na abertura do festival, fora da competição. No longa-metragem, o próprio Selton e Paulo José interpretam pai e filho, que formam uma dupla de palhaços.

Além dele, a atriz Fernanda Montenegro e o dramaturgo Domingos de Oliveira também serão homenageados. Fernanda irá receber o Troféu Oscarito, dedicado aos grandes atores e atrizes do cinema nacional e o dramaturgo será agraciado com o Troféu Eduardo Abelin, que presta uma homenagem a grandes diretores.

A mostra competitiva terá início na própria sexta-feira, às 21h30, com Riscado, do diretor Gustavo Pizzi. Ao todo, serão exibidos 14 longas (sete brasileiros e sete estrangeiros) e 16 curtas, que irão concorrer ao Kikito nas categorias Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Roteiro e Melhor Fotografia, além de outras 20 produções selecionadas para a Mostra Gaúcha.

No Festival de Gramado de 2010, Bróder, de Jeferson De, foi um dos destaques, ganhando o prêmio de Melhor Filme de Longa-Metragem Brasileiro e de Melhor Direção. Caio Blatt ainda ganhou o prêmio de Melhor Ator pelo mesmo longa-metragem, interpretando o personagem Macu, um morador da favela que se envolve com a criminalidade. Outros longas-metragens que também ganharam prêmios em 2010 foram Não se Pode Viver sem Amor, de Jorge Durán e Diário de uma Busca de Flávia Castro.

História de Cinema

Foto: Divulgação / Festival de Cinema

A cidade recebe o festival desde 1973

O Festival de Gramado é realizado anualmente desde 1973, sempre no Palácio dos Festivais, localizado no centro da cidade. Oficializado pelo Instituto Nacional de Cinema (INC), o evento teve seu ponto inicial nas mostras promovidas durante a Festa das Hortênsias, entre 1969 e 1971. A primeira edição aconteceu entre 10 e 14 de janeiro de 1973, passando a se realizado todos os anos - primeiramente no verão, depois no outono e, a partir dos anos 90, no mês de agosto.

As primeiras edições foram marcadas pelo sensacionalismo, a nudez e a crise das estrelas que disputavam a fama na serra gaúcha. Paralelamente, a disputa pelo Kikito animava os debates, criava polêmicas e transformava a criação cinematográfica nacional no único assunto de artistas, realizadores, estudiosos de cinema, imprensa e público em geral. O festival firmou-se em tempos políticos duros - os anos 70 - driblando a censura e provando que era possível subverter o cotidiano difícil por meio da arte.

A partir dos anos 80, com o aprimoramento das discussões sobre arte e cultura nos espaços do festival, o evento conquistou naturalmente o título de um dos maiores do gênero no país. Desde sua 20ª edição, em 1992, inclui também filmes de origem latina - de onde vem sua designação oficial: Festival de Cinema Brasileiro e Latino.

Clique no link abaixo e confira a programação do Festival deste ano!


Atualizado em 21 Mar 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

17 filmes para assistir no NOW durante o feriado de Carnaval

De terror a animação, confira filmes que vão te entreter nesse feriado

Logan: "filme definitivo" do Wolverine chega aos cinemas

Longa marca a despedida de Hugh Jackman do personagem que viveu por 17 anos

Um Limite Entre Nós: filme indicado ao Oscar chega ao Brasil em cima da hora

Longa traz Denzel Washington e Viola Davis em atuações singulares

13 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir em casa agora mesmo

Do premiado “A Chegada” ao emocionante “Fogo no Mar”, veja quais são os filmes do Oscar para assistir no NOW

Confira os melhores momentos da passagem de Hugh Jackman pelo Brasil

“Silêncio”: 3 motivos para ver o novo filme de Scorsese (e 3 para pensar duas vezes)

Longa traz Andrew Garfield e Adam Driver como padres jesuítas