Guia da Semana

Literatura na tela grande

Clássicos da literatura foram recentemente adaptados para o cinema. O próxima a estrear é Primo Basílio, dirigido por Daniel Filho


Escritas há décadas, algumas obras da literatura brasileira continuam vivas. E não é apenas nos colégios ou provas de vestibular. Diretores contemporâneos fizeram suas adaptações para clássicos de autores como Machado de Assis e José de Alencar. O próximo título a entrar em cartaz nos cinemas é Primo Basílio, que tem estréia marcada para 10 de agosto.

Com direção de Daniel Filho e Fábio Assunção, Reinaldo Gianecchini e Débora Falabella no elenco, o longa é baseado no clássico de Eça de Queiroz. A trama gira em torno de uma jovem casada que se apaixona pelo primo. Assim que sua empregada descobre, passa a chantageá-la para que o romance fique longe do conhecimento do marido da moça.

Se Assis ganhasse direitos autorais...

A extensa lista de obras assinadas por Machado de Assis renderam a ele também uma série de adaptações para o cinema e a televisão. Alguns ganharam uma releitura moderna, como foi o caso de Dom (2003, foto), baseado em Dom Casmurro. A história original de um triângulo amoroso tem versão atual e começa quando um garoto é batizado com o nome de Bento. Ele acredita ter o mesmo destino de seu homônimo, um personagem do livro. No elenco, Maria Fernanda Cândido e Marcos Palmeira.

Outra obra assinada pelo autor é A Cartomante, conto que também ganhou uma versão para o século XXI. Estrelado por Deborah Secco, Luigi Barricelli e outros, o filme conta a história de uma balconista que acredita nos conselhos de uma vidente para seguir sua vida amorosa. O longa-metragem de 2004 tem direção de Wagner de Assis e Pablo Uranga.

Bastante popular entre os vestibulandos e ponto de partida do realismo em 1881, Memórias Póstumas de Brás Cubas ganhou uma versão para a tela grande em 2001. O filme, batizado apenas de Memórias Póstumas, faz uma releitura fiel do romance, sem as questionáveis transições para tempos atuais. O personagem aproveita a eternidade para escrever suas história, relembrando momentos e pessoas. No papel principal, Reginaldo Faria.

Na lista do vestibular

Lima Barreto também teve uma de suas obras mais famosas filmada. Policarpo Quaresma, Herói do Brasil (foto), interpretado por Paulo José, revela a utopia de um homem que sonhava com a adoção do tupi-guarani como idioma nacional. A obra, que originalmente chama-se O Triste Fim de Policarpo Quaresma, foi publicada em 1915. A adaptação para as telas sofreu algumas alterações em relação ao original, porém sem uma tentativa de atualizar a trama.

O Guarani, publicado em 1857 por José de Alencar, ganhou os cinemas em 1995, numa versão comandada por Norma Bengel. A conturbada relação entre o índio Peri e a jovem aristocrata Ceci é revelada em meio a batalhas entre uma tribo e os moradores do casarão da família da garota. No elenco, Márcio Garcia, Herson Capri e Glória Pires.

Inspirado em Os Sertões (1902), de Euclides da Cunha, Guerra de Canudos (1997) levou para as telas o relato que o jornalista fez sobre a disputa na região nordeste do Brasil, em que moradores seguiam o líder religioso Antônio Conselheiro contra a recém-proclamada República. O filme, com José Wilker, Selton Mello, Cláudia Abreu e Marieta Severo, tem cerca de três horas de duração, o que levou a Rede Globo a dividi-lo em capítulos para exibir como uma minissérie.

Outros livros que viraram filmes
? Macunaíma, de Mario de Andrade, virou filme em 1969, com direção de Joaquim Pedro de Andrade.

? Francisco Ramalho Jr., baseado no livro de Aluísio Azevedo, dirigiu a versão cinematográfica de O Cortiço, em 1978.

? Senhora também foi levado para as telas. Em 1976, a obra foi adaptada sob a direção de Geraldo Vietri.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

17 filmes para assistir no NOW durante o feriado de Carnaval

De terror a animação, confira filmes que vão te entreter nesse feriado

Logan: "filme definitivo" do Wolverine chega aos cinemas

Longa marca a despedida de Hugh Jackman do personagem que viveu por 17 anos

Um Limite Entre Nós: filme indicado ao Oscar chega ao Brasil em cima da hora

Longa traz Denzel Washington e Viola Davis em atuações singulares

13 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir em casa agora mesmo

Do premiado “A Chegada” ao emocionante “Fogo no Mar”, veja quais são os filmes do Oscar para assistir no NOW

Confira os melhores momentos da passagem de Hugh Jackman pelo Brasil

“Silêncio”: 3 motivos para ver o novo filme de Scorsese (e 3 para pensar duas vezes)

Longa traz Andrew Garfield e Adam Driver como padres jesuítas