Guia da Semana

“Pets – A Vida Secreta dos Bichos”: nosso veredito sobre o filme mais fofo do ano

Filme estreia no dia 25 de agosto nos cinemas

A corrida entre os estúdios de animação pela atenção de adultos e crianças está mais acirrada do que nunca e, com um acervo de fofuras que inclui Minions, criancinhas órfãs e, agora, animais domésticos, a Illumination, da Universal, está definitivamente no caminho certo. Seu novo filme, “Pets – A Vida Secreta dos Bichos”, estreia no dia 25 de agosto trazendo um grupo de cães, gatos, pássaros, hamsters e coelhos capazes de derreter até o mais gelado dos corações.

Quer saber o que esperar desta estreia? Confira nossa análise e garanta já seu ingresso:

 

Todo mundo  pets travessos

O timing não poderia ser melhor: depois de uma era de gifs virais de gatinhos e cãezinhos nas redes sociais, ninguém ainda conseguira explorar todo o potencial dos pets nos cinemas. A abordagem, porém, é semelhante à de um velho concorrente, “Toy Story” (Pixar): explorar a fantasia que acontece quando ninguém está olhando.

O melhor do filme vem na primeira parte – muito da qual, infelizmente, já fora entregue nos trailers. É ali que conhecemos os principais personagens em suas casas, com suas rotinas malucas, suas travessuras secretas e suas personalidades marcantes (pense numa gata que boicota a dieta e num Basset que se massageia todo com a batedeira). Descobrimos, também, como funciona a vizinhança e como esses animais interagem pelas janelas, visitam uns aos outros, fazem festas e saem juntos com o passeador (eita vida boa, hein?).

Uma jornada cheia de aventuras

O longa conta a história de um cãozinho chamado Max que vê sua vida virar do avesso quando um novo companheiro é adotado por sua dona. Juntos, os dois acabam se perdendo nas ruas e vivendo uma grande aventura, enquanto seus amigos traçam um plano para resgatá-los. Soa familiar?

Justamente. Depois de um início cheio de personalidade, o longa se acomoda num enredo previsível e, se não deixa de ser divertido (as risadas estão garantidas, não se preocupe), certamente perde a chance de deixar uma marca mais forte.

Veredito

Nem é preciso dizer que “Pets” é um filme para amantes de animais e, especialmente, para quem tem um ou mais companheiros em casa. A construção de cada personagem é muito cuidadosa e leva em conta diversas características e hábitos reais dos bichos, criando uma identificação imediata com o espectador-dono.

O filme, portanto, acerta na construção dos protagonistas, cheios de carisma, mas falha ao não investir em emoção. Para ser mais do que engraçadinho, seria preciso explorar as sutilezas da relação entre Max e sua dona (e sua reciprocidade, que nunca realmente vemos), e ir além da simples felicidade canina para mostrar sentimentos como medo, coragem, tristeza e satisfação, levando o público numa viagem emocional que teria tudo para ser inesquecível.

No fim, "Pets - A Vida Secreta dos Bichos" vale o seu ingresso, mas deixa a sensação de que você poderia ter rido mais, ou chorado mais. Agora é torcer para que isso aconteça na sequência, que já está marcada para 2018.

Atualizado em 26 Ago 2016.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

8 Filmes imperdíveis que chegam aos cinemas em maio

"Corra!" e "Alien: Covenant" chegam aos cinemas neste mês

“Gostosas, Lindas e Sexies” – Sex and the City à brasileira chega aos cinemas com elenco plus-size

Filme estreia nesta quinta, 20 de abril

Será? Will Smith pode ser o Gênio no live-action de "Aladdin"

Segundo o Deadline, ator está em negociações com a Disney

5 Motivos para (ir correndo) ver “Guardiões da Galáxia Vol. 2”

Filme chega aos cinemas no dia 25 de abril e já tem ingressos à venda

“Paixão Obsessiva”: suspense trash com Katherine Heigl estreia nesta quinta

Heigl interpreta uma ex-mulher determinada a eliminar a atual

“Paterson” - Adam Driver é um poeta do cotidiano em novo filme de Jim Jarmusch

Filme conta a história de um motorista de ônibus que escreve poemas nas horas vagas