Guia da Semana

“Pets – A Vida Secreta dos Bichos”: nosso veredito sobre o filme mais fofo do ano

Filme estreia no dia 25 de agosto nos cinemas

A corrida entre os estúdios de animação pela atenção de adultos e crianças está mais acirrada do que nunca e, com um acervo de fofuras que inclui Minions, criancinhas órfãs e, agora, animais domésticos, a Illumination, da Universal, está definitivamente no caminho certo. Seu novo filme, “Pets – A Vida Secreta dos Bichos”, estreia no dia 25 de agosto trazendo um grupo de cães, gatos, pássaros, hamsters e coelhos capazes de derreter até o mais gelado dos corações.

Quer saber o que esperar desta estreia? Confira nossa análise e garanta já seu ingresso:

 

Todo mundo  pets travessos

O timing não poderia ser melhor: depois de uma era de gifs virais de gatinhos e cãezinhos nas redes sociais, ninguém ainda conseguira explorar todo o potencial dos pets nos cinemas. A abordagem, porém, é semelhante à de um velho concorrente, “Toy Story” (Pixar): explorar a fantasia que acontece quando ninguém está olhando.

O melhor do filme vem na primeira parte – muito da qual, infelizmente, já fora entregue nos trailers. É ali que conhecemos os principais personagens em suas casas, com suas rotinas malucas, suas travessuras secretas e suas personalidades marcantes (pense numa gata que boicota a dieta e num Basset que se massageia todo com a batedeira). Descobrimos, também, como funciona a vizinhança e como esses animais interagem pelas janelas, visitam uns aos outros, fazem festas e saem juntos com o passeador (eita vida boa, hein?).

Uma jornada cheia de aventuras

O longa conta a história de um cãozinho chamado Max que vê sua vida virar do avesso quando um novo companheiro é adotado por sua dona. Juntos, os dois acabam se perdendo nas ruas e vivendo uma grande aventura, enquanto seus amigos traçam um plano para resgatá-los. Soa familiar?

Justamente. Depois de um início cheio de personalidade, o longa se acomoda num enredo previsível e, se não deixa de ser divertido (as risadas estão garantidas, não se preocupe), certamente perde a chance de deixar uma marca mais forte.

Veredito

Nem é preciso dizer que “Pets” é um filme para amantes de animais e, especialmente, para quem tem um ou mais companheiros em casa. A construção de cada personagem é muito cuidadosa e leva em conta diversas características e hábitos reais dos bichos, criando uma identificação imediata com o espectador-dono.

O filme, portanto, acerta na construção dos protagonistas, cheios de carisma, mas falha ao não investir em emoção. Para ser mais do que engraçadinho, seria preciso explorar as sutilezas da relação entre Max e sua dona (e sua reciprocidade, que nunca realmente vemos), e ir além da simples felicidade canina para mostrar sentimentos como medo, coragem, tristeza e satisfação, levando o público numa viagem emocional que teria tudo para ser inesquecível.

No fim, "Pets - A Vida Secreta dos Bichos" vale o seu ingresso, mas deixa a sensação de que você poderia ter rido mais, ou chorado mais. Agora é torcer para que isso aconteça na sequência, que já está marcada para 2018.

Atualizado em 26 Ago 2016.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Novos comerciais de "A Bela e a Fera" mostram cenas inéditas do filme

Live-action chega ao Brasil no dia 16 de março

Waiting for B. - documentário revela a rotina dos fãs que acamparam para ver show da Beyoncé

Filme integra a programação da Sessão Vitrine e estreia no dia 2 de março

15 Filmes imperdíveis que chegam aos cinemas em março de 2017

“A Bela e A Fera”, “Logan” e “Vigilante do Amanhã” estão entre as estreias do mês

"Mulher-Maravilha" ganha coleção de colecionáveis pela Funko

Lançamento vem para entrar no clima do novo filme da heroína

“A Grande Muralha” – Zhang Yimou abraça a fórmula de Hollywood em aventura com Matt Damon

Filme também traz a atriz chinesa Tian Jin como comandante de um exército

Elenco de "Simplesmente Amor" se reúne em sequência especial do filme

Curta-metragem vem para arrecadar fundos à instituição de caridade britânica