Guia da Semana

Queridinho da América

Com apenas 21 anos, ator Shia LaBeouf é considerado o novo Tom Hanks por gente como Steven Spielberg

O ator Shia LaBeouf em cena de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal.

Quem acompanhou o desempenho do ator Shia LaBeouf nos filmes Paranóia e Transformers pode nem imaginar, mas a presença do jovem até então desconhecido à frente de duas grandes produções de 2007 não foi por acaso. Shia, cujo nome significa ´presente de Deus´ em hebraico, recebeu ele próprio o seu presente, mas do cineasta Steven Spielberg, um dos mais importantes e poderosos diretores de Hollywood.

A carreira do ator de 21 anos não é recente como parece. Segundo ele, aliás, atua desde a saída do útero de sua mãe, já que é filho da bailarina Shayna Saide e de Jeffrey LaBeouf, um comediante de rodeio, além de ser da quinta geração de uma família de artistas. A herança da arte ficou com ele, assim como da comédia, que foi como começou a chamar a atenção. Logo em sua infância, Shia já era o centro das atenções, por suas apresentações cômicas para os amigos. Quando um deles virou ator, ele não teve dúvida e procurou com a mãe um agente nas páginas amarelas. Na época, LaBeouf tinha apenas 7 anos.

O primeiro grande presente que recebeu foi a sorte de encontrar um bom agente, com quem pôde começar a trilhar sua carreira. Porém, seu começo foi bastante difícil. Com problemas em casa, incluindo a separação dos pais, Shia se tornou um jovem bastante rebelde, chegando a ser expulso de dois colégios. Para piorar, Jeffrey sofria com o vício em heroína, o que fez com que o jovem se tornasse totalmente contra as drogas. Apesar disto, no filme dirigido por Emilio Estevez, Bobby, de 2006, faz um cômico papel de um jovem que experimenta LSD.

Shia, Harrison Ford e Karen Allen no novo Indiana Jones.

O reconhecimento começa a vir quando Shia protagoniza a série Even Stevens, da Disney. No ar de 1999 até 2003, o programa faz com que alguns olhos se voltem para o ator, que começa a participar de diversos filmes, como As Panteras - Detonando, Eu, Robô ou Constantine, sempre em papéis secundários. Paralelo à profissão de ator, LaBeouf continua a fazer seus shows de comédia em um café, desta vez para platéias maiores que apenas seus amigos.

Em um destes shows, uma visita ilustre mudou de vez o destino do jovem. Steven Spielberg ficou encantado com o talento do ator, chegando a compará-lo com Tom Hanks. À pedido do diretor, Shia fez um teste para o filme Paranóia, e acabou sendo escolhido como o protagonista. Cargo que ocupou também em Transformers, produzido por Spielberg e que deve render uma continuação ainda em 2009. Pelos dois filmes, Shia levou pouco menos de US$ 1 milhão para casa.

Tudo isto era como uma preparação para o que seria o teste decisivo para o ator. Shia LaBeouf estrela, ao lado de Harrison Ford, o aguardado Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, novo filme de Spielberg, que retoma o personagem 19 anos depois. Antes de o filme estrear, alguns diziam que ele seria filho de Indy, outros que seria um aluno do professor, o certo é que ele é como um aprendiz do arqueólogo, o que não é à toa. Desde a escolha do intérprete, a imprensa bate na tecla de que ele seria, na verdade, um substituto para os próximos filmes do Indy.

Sigourney Weaver, Jon Voigh e LaBeouf em O Mistério dos Escavadores, de 2003.

Os boatos, aos poucos, vão se concretizando. O produtor George Lucas, na estréia mundial do longa, em Cannes, admitiu que pensa em filmar novos episódios, tendo Harrison Ford como coadjuvante de LaBeouf, mas não se aprofundou no assunto, e diz ainda não ter falado sobre o caso com Spielberg. Porém, os planos do diretor não parecem tão diferentes. Quem assistir ao filme poderá notar no final alguns indícios de que o personagem Mutt Williams tem chances de continuar a saga do arqueólogo.

Apesar disto, o ator considera que o seu grande mentor nesta profissão não foi o cineasta, mas o ator Jon Voight. Os dois trabalharam juntos em O Mistério dos Escavadores, de 2003, que também conta com a participação de Sigourney Weaver. Desde então, Shia considera o pai da Angelina Jolie como se fosse o seu segundo pai, lembrando disto para a imprensa a todo momento. Com um mentor do porte de Voight, e um padrinho como Spielberg, não é difícil LaBeouf se tornar o novo Tom Hanks. E ele está trabalhando para isto. Ainda este ano, volta às telas com Controle Absoluto.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Novos comerciais de "A Bela e a Fera" mostram cenas inéditas do filme

Live-action chega ao Brasil no dia 16 de março

Waiting for B. - documentário revela a rotina dos fãs que acamparam para ver show da Beyoncé

Filme integra a programação da Sessão Vitrine e estreia no dia 2 de março

15 Filmes imperdíveis que chegam aos cinemas em março de 2017

“A Bela e A Fera”, “Logan” e “Vigilante do Amanhã” estão entre as estreias do mês

"Mulher-Maravilha" ganha coleção de colecionáveis pela Funko

Lançamento vem para entrar no clima do novo filme da heroína

“A Grande Muralha” – Zhang Yimou abraça a fórmula de Hollywood em aventura com Matt Damon

Filme também traz a atriz chinesa Tian Jin como comandante de um exército

Elenco de "Simplesmente Amor" se reúne em sequência especial do filme

Curta-metragem vem para arrecadar fundos à instituição de caridade britânica