Guia da Semana

Recomendo!

Filme de Peter Sollett não é apenas uma comédia romântica. Retrata as paixões da adolescência a partir de uma visão diferente


A delícia de ver um filme como Uma Noite de Amor e Música está, definitivamente, no carisma de seus protagonistas. Visto de outro ângulo, seria apenas uma comédia romântica adolescente com boa trilha e certas situações embaraçosas.

Nick (Michael Cera, do aclamado Juno) é o tipo de cara apaixonado, sensível e tímido, que ainda grava CDs para a insuportável ex-namorada Tris (Alexis Dziena, uma espécie de terceira gêmea Olsen), com esperanças de tê-la de volta.

Em um show da banda em que toca com seus amigos - gays, diga-se de passagem - Nick conhece a adorável Norah (a encantadora Kat Dennings), que finge que Nick é seu namorado para dar o troco na "amiga" invejosa Tris. Só que ela não sabe que Nick é o ex da popular da escola. Está armado o conflito que permeará toda a história do filme - que acaba de ser lançado em DVD.

Com um ritmo ágil e bem-humorado, o filme mostra a busca do grupo por Caroline (Ari Graynor), a amiga bêbada de Norah, que vaga perdida pela cidade. Nesse meio tempo, Nick e Norah vão descobrindo afinidades, madrugada adentro, ao som de uma trilha deliciosa e dirigidos de forma sensível por Peter Sollett (que havia roteirizado o clássico musical Footloose).

Com personagens secundários adoráveis e mostrando a cena underground de Nova Iorque, o filme é baseado no livro homônimo de Rachel Cohn e David Levithan e se passa em apenas uma única noite, em uma espécie de road movie noturno, como o jovem cult Vamos Nessa, com Katie Holmes e Sarah Polley.

Entre encontros e muitos desencontros, o filme vai revelando figuras curiosas e personagens capazes de atrapalhar o romance que cresce de forma sincera entre Norah e Nick, sem que a música pare de tocar.

Quem é o colunista: Um jornalista aficcionado por cinema de A a Z.

O que faz: Jornalista, tradutor e fotógrafo de uma editora de quatro publicações segmentadas.

Pecado gastronômico: Lasanha.

Melhor lugar do Brasil: Qualquer lugar, desde que eu esteja com meus amigos.

Para Falar com ele: leonardo.g.freitas@gmail.com

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Críticos brasileiros elegem "Aquarius" e "Elle" como os melhores filmes de 2016

Abraccine também escolheu "Estado Itinerante" na categoria curta-metragem

"Minha Mãe é uma Peça 2" é o terceiro filme nacional mais assistido desde 2002

Comédia estrelada por Paulo Gustavo estreou em dezembro e segue em cartaz

Festival gratuito de cinema francês pode ser visto em qualquer lugar

7ª edição do MyFrenchFilmFestival acontece entre 13 de janeiro e 13 de fevereiro

Sesc Santana exibe óperas europeias na tela de cinema

“A Flauta Mágica” e “Aida” têm exibições em janeiro

10 Filmes sul-coreanos que você precisa conhecer

Filmes como “A Criada” e “Invasão Zumbi” são exemplos do crescimento do cinema comercial no país

Michael Fassbender fala sobre a adaptação de “Assassin’s Creed” para os cinemas

Filme estreia no Brasil no dia 12 de janeiro