Guia da Semana

Sangue na pipoca

Na onda do assassino mascarado de Pânico 4, confira os filmes de terror que fizeram escola

Quinze anos depois de o personagem de capa preta e máscara de fantasma começar a aterrorizar suas vítimas com telefonemas intrigantes, assassinatos em série e requintes de crueldade, o clássico do terror de Wes Craven dos anos 90 volta a cartaz com irreverência para reviver o gênero conhecido por explorar a violência, sangue e medo.

Agora, a sobrevivente das séries anteriores Sidney Prescott retorna para sua cidade natal para o lançamento do seu livro de autoajuda. Lá, reencontra o Xerife Dewey e a jornalista Gale Weathers, que agora são casados. A volta traz também um dos seus piores pesadelos, o regresso de ghostface, matando jovens e colocando toda a cidade em perigo. A franquia volta à cena com uma crítica ácida às sequências anteriores e produções de horror com suas intermináveis continuações.

A trilogia, que chegou a faturar mais que US$ 500 milhões em todo mundo, ditou moda nas festas a fantasia e serviu de inspiração para outras produções, como Lenda Urbana, Eu sei o que vocês fizeram no verão passado, além da paródia Todo Mundo em Pânico.

Trunfo do gênero horror para a indústria cinematográfica americana na década passada, a franquia Pânico revive o slasher-movie - filmes de assassinos psicopatas que matam aleatoriamente. Apesar de se passar 11 anos depois da última sequência, parece que as coisas não mudaram muito, e o ghostface ainda precisa somente de uma faca para dar vazão aos seus instintos.

Parte de um gênero controverso, os longas de terror são conhecidos pela exploração da violência, sangue e cenários sombrios. Apesar de diretores consagrados já terem passado por lá, como Stanley Kubrick, Ridley Scott e Alfred Hitchcok, essas películas são comumente conhecidas pelos orçamentos apertados, efeitos especiais e uso de muita criatividade. O Guia da Semana selecionou dez filmes que marcaram época e influenciou o público apaixonado pelo terror. Apague a luz, aumente o som e bons sustos.

Psicose

Considerado pelos críticos como a obra-prima de Hitchcock, o longa inicia a história com a secretária Marion Crane, que rouba US$ 40 mil do seu patrão e abandona o emprego para se casar. Durante a fuga, erra o caminho e tem que passar a noite em um motel de beira de estrada, onde é amavelmente atendida pelo dono, Norman Bates. O que ela não sabe é que o lugar guarda segredos e revelações assustadoras.

O filme foi considerado pelo American Film Institute o melhor thriller de todos os tempos. Para manter o suspense, o diretor adquiriu anonimamente os direitos do livro de Robert Bloch por US$ 11 mil e depois comprou todas as cópias disponíveis no mercado para que ninguém lesse e seu final não fosse revelado. A famosa cena do chuveiro demorou sete dias para ser filmada e teve 70 diferentes posições de câmera. O filme ganhou três sequências, filmadas após a morte de Hitchcock, focadas na história de Norman Bates.


Ficha Técnica

Psicose
Título original:
Psicho
Diretor: Alfred Hitchcock
Elenco: Anthony Perkins, Vera Miles, John Gavin, Martin Balsam, Janet Leigh
Tempo de duração: 107 minutos
Ano de lançamento: 1960



A Noite dos Mortos-Vivos


Apesar de não ser o primeiro filme com essa temática, foi com ele que o mestre do horror George A. Romero deu força ao gênero chamado apocalipse zumbi. A produção independente, filmada em preto e branco, apresenta a história de um satélite com radiação extraterrestre que acaba provocando a volta à vida de pessoas mortas como zumbis sanguinários. Por causa disso, um grupo de pessoas acaba se abrigando em uma casa isolada para escapar dos comedores de gente, e esperam o resgate em uma noite infernal.

O filme é um dos maiores clássicos cult. Com orçamento apertado, o jeito arrumado pelos produtores foi economizar nos cenários e usar a criatividade nos figurinos e acessórios. Assim, o sangue era xarope de chocolate jogado sobre os corpos dos membros do elenco, a carne consumida era presunto assado e cera de coveiro serviu como maquiagem para os zumbis. O longa teve polêmica no lançamento por suas cenas de violência e pelo final apocalíptico, chamado por muitos puritanos de satanista e 'contra os valores religiosos'. Foi refeito em duas ocasiões, como Night of the Living Dead (1990), dirigido por Tom Savini, e como Night of the Living Dead 3D (2006).



Ficha Técnica

A Noite dos Mortos-Vivos
Título original:
Night of the Living Dead
Diretor: George A. Romero
Elenco: Duane Jones, Judith O'Dea, Karl Hardman
Tempo de duração: 96 minutos
Ano de lançamento: 1968






O Exorcista


O primeiro e único longa de terror a ser indicado em 10 categorias para o Oscar, incluindo o inédito Melhor Filme, ele narra a trajetória de uma mãe capaz de tudo para curar uma doença inexplicável de sua filha, que demonstra um comportamento completamente assustador. Com a intervenção de um padre, ela chega à conclusão de que a garota está possuída pelo demônio e somente um exorcista pode livrar a menina da terrível possessão.

Deixando de lado a sucessão de sustos e usando um suspense baseado nos diálogos, o mais lucrativo filme de terror de todos os tempos, com US$ 402 milhões, logo passou para clássico absoluto do gênero. Com base no livro de William Peter Blatty, que foi inspirado no caso real de um garoto de 14 anos, documentado em 1949, o longa foi responsável por noites mal-dormidas em muita gente.



Ficha Técnica

O Exorcista
Título original: The Exorcist
Diretor: William Friedkin
Elenco: Ellen Burstyn, Max von Sydow, Lee J. Cobb, Kitty Winn
Tempo de duração: 123 minutos
Ano de lançamento: 1973



Alien - O Oitavo Passageiro


Ridley Scott usa o terror psicológico para levar a nave espacial Nostromo e seus sete passageiros a um planeta desconhecido para investigar um pedido de socorro. Enquanto parte da tripulação explora o nebuloso lugar, o computador central da nave descobre que o sinal de SOS era falso, e todos correm sério risco de morte.

O thriller assustador se passa em um ambiente claustrofóbico, onde os personagens precisam fugir de uma criatura alienígena que pouco aparece, gerando um medo ainda maior. Transformou-se em um clássico da ficção científica e um marco nas histórias de longas com seres extraterrestres, seguido de O Predador. Os dois, por sinal, foram protagonistas do filme dirigido por Paul W. S. Anderson, Alien vs. Predador (2004).



Ficha
Técnica
Alien - 8º Passageiro

Título original: Alien
Diretor: Ridley Scott
Elenco: Tom Skerritt, Sigourney Weaver, Veronica Cartwright, Harry Dean Stanton
Tempo de duração: 116 minutos
Ano de lançamento: 1979



O Iluminado 


Adaptado do livro homônimo de Stephen King, o aclamado Stanley Kubrick - diretor de Laranja Mecânica e 2001: Uma Odisséia no Espaço - leva o público viajar na história macabra de Jack (Jack Nicholson), que aceita o trabalho de zelador em um hotel em baixa temporada - com um inverno bastante denso e tortuoso - para tentar escrever o seu livro. O passado sombrio do lugar começa a aterrorizar a família e a afetar a sanidade de Jack.

No longa, assuntos como reencarnação, predestinação e previsão do futuro são abordados. A obra destaca-se pela atuação Jack Nicholson, que já afirmou à imprensa que nunca conseguiu livrar-se dos trejeitos desse personagem. O filme foi responsável por sequências de gelar a espinha, como a aparição das gêmeas no corredor ou a enxurrada de sangue na tomada do elevador. A mais marcante é quando Jack coloca seu rosto entre uma fenda feita na porta com machadadas e diz "Here's Johnny!".



Ficha Técnica
O Iluminado

Título original: The Shining
Diretor: Stanley Kubrick
Elenco: Jack Nicholson, Shelley Duvall, Danny Lloyd, Scatman Crothers
Tempo de duração: 144 minutos
Ano de lançamento: 1980
 


Sexta-Feira 13 

Jason Voorhees nasceu em uma sexta-feira, em 13 de junho de 1946. Com problemas mentais, ele teria morrido afogado no lago Crystal, em 1957. Após saber da notícia, sua mãe surta e mata os monitores e demais adolescentes que estavam no camping. Uma garota consegue interromper os homicídios decapitando a mãe com um facão. Eis que o finado Jason ressurge para vingar a morte da matriarca e se torna um serial killer.

Apesar de o diretor John Carpenter ter criado três anos antes o psicopata Michael Myers, que aterroriza sua cidade natal nas noites de Halloween ( Halloween, 1977), foi Sean S. Cunninghan, o diretor da série Sexta Feira 13, que deu força ao assassino ficcional mais conhecido do mundo do horror. Depois dele, Wes Craven deu vida ao psicopata Freddy Krueger, da série A Hora do Pesadelo. O longa Freddy vs. Jason (2003) fez com que dois dos maiores ícones do cinema de horror da década de 80 se enfrentassem em um banho de sangue, terror e boas risadas.

Somando os nove filmes da série, Jason já levou mais de 50 tiros, foi esfaqueado 23 vezes, levou cinco machadadas, foi atropelado por um trator e por um carro e já foi atingido por um sofá, duas cadeiras, uma estante e até uma televisão. Sobreviveu a tudo isso. Já a franquia, lucrou mais de US$ 500 milhões.



Ficha Técnica
Sexta-Feira 13

Título original: Friday the 13th
Diretor: Sean S. Cunningham
Elenco: Betsy Palmer
Tempo de duração: Adrienne King, Robbi Morgan, Jeannine Taylor
Ano de lançamento: 1980



Bruxa  de Blair

Bruxa de Blair é um filme de ficção que se vale da uma linguagem documental para criar o clima de terror, com câmera na mão e imagens tremidas

Fugindo do terror explícito, os diretores Daniel Myrick e Eduardo Sanchez montaram um pseudo-documentário para retratar a história de três estudantes que se emprenham em uma floresta para rodar um filme sobre a lenda de uma bruxa e nunca mais são vistos. Após um ano, seus filmes e gravações são encontrados e supostamente se transformam no longa. Com o custo de US$ 35 mil, o filme arrecadou mais de US$ 140 milhões e se tornou um marco do cinema independente, entrando no hall dos 100 filmes americanos de maior faturamento de todos os tempos. Ganhou sequência, que mas não recebeu a mesma empolgação do público.

O mesmo aconteceu com Atividade Paranormal (2007), de Oren Peli. Com a estética home made (feito em casa) e um orçamento ínfimo de US$ 15 mil, a película se virou basicamente com insinuações e truques de câmera e áudio. Para o lançamento mundial, contou com o apadrinhamento de Steven Spielberg, que ajudou na reedição e criou um novo final. Atividade Paranormal bateu o recorde de A Bruxa de Blair (1999) e tornou-se o filme mais lucrativo da história, com mais de US$ 200 milhões. Por isso, ganhou mais duas sequências: Atividade Paranormal 2 (2010); e Atividade Paranormal em Tóquio (2011).



Ficha Técnica

A Bruxa de Blair
Título original:
The Blair Witch Project
Diretor: Daniel Myrick e Eduardo Sánchez
Elenco: Heather Donahue, Michael C. Williams, Joshua Leonard, Bob Griffin
Tempo de duração: 88 minutos
Ano de lançamento: 1999



O Chamado 


Prendendo a atenção do começo ao fim, a regravação americana do original japonês Ringu narra a história da jovem jornalista Rachel Keller (Naomi Watts) que, com a partir de uma misteriosa morte de sua sobrinha, resolve investigar uma suporta maldição de uma fita VHS: quem a assiste, recebe um telefone e tem exatamente uma semana antes de morrer. Naomi assiste ao vídeo e precisa correr contra o tempo para salvar a sua vida e a de seu filho do espírito sombrio da menina Samara, que sempre busca suas vítimas.

Até dirigir O Chamado, Gore Verbinski era conhecido por suas peças publicitárias e longas de pouca expressão, como Um Ratinho Encrenqueiro (1997) e Mexicana (2001). Sucesso de crítica, o filme levou Hollywood para uma onda de refilmagens do gênero J-horror, com películas japonesas de horror, como O Grito (2004) e Os Espíritos (2004). O filme ganhou uma trilogia, com a última parte da série programada para estrear em outubro deste ano ( O Chamado 3D).



Ficha Técnica

O Chamado
Título original: The Ring
Diretor: Gore Verbinski
Elenco: Naomi Watts, Martin Henderson, David Dorfman, Daveigh Chase
Tempo de duração: 115 minutos
Ano de lançamento: 2002





Jogos Mortais

Filmado em apenas 18 dias e com um orçamento limitado para os padrões de Hollywood (US$ 1,2 milhão), o primeiro longa-metragem da série tem como protagonista Jigsaw, um serial killer encapuzado que age como justiceiro. Mas, em vez de matar suas vítimas, ele submete-as a jogos de torturas físicas ou psicológicas. De acordo com o maníaco, a sobrevivência (muito rara na ocasião) faria essa pessoa valorizar verdadeiramente a vida.

Apostando em armadilhas criativas, constantes flashbacks e uma trama que não tira o público da cadeira até o fim, a franquia ajudou a difundir o gênero torture porn, com longas famosos por cenas fortes de tortura e sofrimento alheio. No seu lançamento, foi considerado pela crítica como o melhor de suspense e terror desde Seven - Sete Pecados Capitais. Embora tenha recebido mais seis versões, o escritor Leigh Whannell e o diretor James Wan só se envolveram até o terceiro filme.



Ficha Técnica

Jogo Mortais
Título original: Saw
Diretor: James Wan
Elenco: Leigh Wahnnell, Cary Elwes, Danny Glover, Ken Leung
Tempo de duração: 102 minutos
Ano de lançamento: 2004



Deixe Ela Entrar


Baseado em um livro, ele mostra o universo adolescente e fala de vampirismo. Se você pensou na franquia Crepúsculo ou na série de TV True Blood, enganou-se. Mesmo sem a metade do marketing americano, o longa sueco arrebatou diversos prêmios em festivais de cinema ao redor do mundo - quatro indicações no European Film Awards, incluindo de Melhor Filme - com a história do frágil garoto Oskar, de 12 anos, que sofre bullying dos seus colegas e sonha com vingança.

Ele se apaixona por de Eli, (Lina Leandersson), uma garota bonita e vampira, que o incentiva a lutar. O impasse se dá quando percebe que ela precisa beber o sangue de outros para sobreviver, usando requintes de crueldade e violência. O dilema entra ai: até onde o amor pode perdoar? Dirigido por Tomas Alfredson, o longa ganha mérito por usar o mito do vampiro e oferece uma trama psicológica com inventividade e reflexão sobre a solidão. Ganhou um remake nos Estados Unidos em 2010, com o nome de Let Me In.



Ficha Técnica

Deixa Ela Entrar
Título original: Lat Den Rätte Komma In
Diretor: Tomas Alfredson
Elenco: Kare Hedebrant, Lina Leandersson, Per Ragnar, Henrik Dahl
Tempo de duração: 115 minutos
Ano de lançamento: 2008



*Fotos: IMDB

Atualizado em 12 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Ator de “Power Rangers” faz homenagem à Chapecoense durante a CCXP 2016

Elenco do filme participa da terceira edição da feira de cultura pop em São Paulo

Veja os melhores cosplays da Comic Con Experience 2016 (CCXP)

Evento acontece no São Paulo Expo entre 1 e 4 de dezembro

CCXP 2016 surpreende com vídeos exclusivos no segundo dia de evento

Cena de novo “Homem-Aranha” e trailer de “Planeta dos Macacos: A Guerra” foram destaques na sexta-feira

"Jumanji" tem estreia no Brasil adiada para 2018

Anúncio foi feito pela Sony durante a CCXP

Assista à entrevista exclusiva com Fiuk e Sandy sobre a animação "Sing - Quem Canta Seus Males Espanta"

Filme estreia no dia 22 de dezembro nos cinemas

"A Múmia": Remake com Tom Cruise ganha teaser e pôster

Estreia está agendada para junho de 2017