Guia da Semana

Serviço de assinatura de cinema chega ao Brasil

Primepass permite assistir a um filme por dia por até R$ 3,22 a sessão.

Novidade quente para os cinéfilos: acaba de chegar ao Brasil o primeiro serviço de assinatura de cinema no país. Disponível ao público a partir deste mês, o Primepass propõe um modelo de pacotes mensais que pode reduzir os preços dos ingressos a até R$ 3.

Como funciona?

Por um valor mensal, o usuário pode assistir a um filme diferente por dia (não é permitido repetir o título), respeitando uma distância de pelo menos 24 horas entre cada sessão. O Primepass é aceito em cerca de 2.200 salas no país e, dependendo do pacote, pode incluir sessões em 3D, IMAX, salas VIP e outras salas especiais.

Para utilizar o serviço, é preciso selecionar a sessão no aplicativo de celular (disponível para Android e iOS e, futuramente, também para Windows), validando assim o cartão de usuário. Depois, é só usar o mesmo cartão para comprar o ingresso na bilheteria ou no totem de autoatendimento.

Quanto custa?

O plano Silver, que inclui sessões de segunda a quarta-feira em salas padrão, em 2D, custa R$ 79,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 6,65.

O plano Gold, que inclui sessões de segunda a domingo em salas padrão, em 2D, custa R$ 99,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 3,22.

O plano Platinum, que inclui sessões de segunda a domingo em salas padrão ou especiais, em 2D, custa R$ 124,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 4,02.

O plano Elite, que inclui sessões de segunda a domingo em salas padrão, especiais, VIP e IMAX, em 2D, custa R$ 189,90. Se utilizado plenamente, cada sessão sai por R$ 6,12.

É possível adicionar filmes em 3D por R$ 24,90 e outros cinemas considerados “premium” por R$ 29,90.

Vale a pena?

O serviço de assinatura é uma tendência e pode ajudar a trazer o público de volta às salas de cinema, que vêm perdendo espaço para serviços de streaming e video on demand por conta dos altos preços. Afinal, uma única sessão hoje em São Paulo custa em média R$ 30.

Há alguns entraves, porém, que precisarão ser melhorados caso a marca realmente queira se estabelecer como uma opção essencial para o público cinéfilo. Por enquanto, não é possível comprar ingressos antecipados pelo aplicativo nem reservar assentos antes de realizar a compra pelo cartão. Além disso, não é possível utilizar o passe para fazer compras antecipadas – o que pode ser um problema no caso de filmes muito procurados.

Outra questão, que a Primepass prometeu resolver em breve, é a do serviço compartilhado. Hoje, apenas uma pessoa pode utilizar o passe, mesmo que não consiga assistir aos filmes todos os dias. Um plano-família talvez se mostre necessário num futuro próximo.

Para saber mais sobre o serviço, acesse primepass.club/br.

Atualizado em 14 Jan 2016.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

J.K. Rowling desmente boato sobre filme de "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada"

"Não há verdade nos rumores sobre a trilogia", disse a escritora no Twitter

Após vídeo de supostos maus-tratos, pré-estreia de "Quatro Vidas de Um Cachorro" é cancelada

Universal Pictures divulgou comunicado oficial informando o cancelamento

Animação francesa “A Bailarina” é opção para as férias

Filme mostra uma menina que sonha em ser bailarina, mas, para isso, terá que aprender lições importantes de vida

Rede Cinesystem inaugura seu primeiro cinema em São Paulo

Com nove salas e projeção a laser, cinema promete ser o mais moderno da cidade

Rita Repulsa, Zordon e Alpha 5 estão no novo trailer dos "Power Rangers"; assista

Remake da série dos anos 90 estreia em março

“xXx: Reativado” – terceiro filme da franquia estrelada por Vin Diesel estreia nesta quinta

Longa traz Nina Dobrev no elenco e tem participação de Neymar Jr.