Guia da Semana

Um passeio pelo El Capitan

De Los Angeles


Embora muita gente se lembre de Los Angeles pela menção ao Chinese Theater, o famoso cinema da Hollywood Boulevard, há uma outra sala de exibição tão importante quanto ela. E é só atravessar a rua para chegar ao El Capitan. Depois de ter sido comprado pela Disney e inteiramente reformado e modernizado, ele é a melhor opção quando se fala na "experiência do cinema". Para comprovar, fui assistir a Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian!

Comprei um ingresso VIP, que custa US$ 25 (aproximadamente R$ 45,00), com direito a lugar marcado, balde de pipoca e refrigerante. E, claro, não precisa ficar na fila quilométrica que se estendia na rua durante a noite de estréia. E dei sorte, era o último ingresso disponível.

Ao entrar no lobby, a brincadeira já começa, com vários pedaços dos sets de filmagens instalados em diversos pontos para que o público pudesse entrar no clima de Nárnia. Vi parte da estação de trem onde os Pevensies embarcam para sua nova aventura e até o abrigo antiaéreo que aparece rapidamente no começo do filme. Enquanto esperava na fila para pegar meu balde de pipoca com imagens do filme, notei uma réplica tamanho família de Wall-E (foto abaixo), próximo filme da Disney. Diversos outros personagens ocupavam partes dos corredores, assim como fotos de gente famosa que foi conferir grandes estréias no El Capitan. Aliás, é nesse cinema que a Disney sempre realiza seus eventos.


Quando entrei na sala de exibição, porém, muita coisa mudou. A impressão era a de estar num teatro, aguardando por uma peça e não por um filme "infantil". Famílias inteiras ocupavam as fileiras, casais chegavam e procuravam seus lugares com a ajuda do lanterninha e o clima era pré-espetáculo.

Mas a brincadeira começa mesmo quando o espectador se senta e, pela primeira vez, resolve olhar para o palco, ou melhor, para a tela. Um cenário temático do filme estava montado, com diversas camadas de desenhos mostrando Aslan e Lucy e algumas surpresas que só pude ver mais tarde. Nas laterais da tela, estátuas dos Antigos Reis de Nárnia em seu esplendor enfeitavam o ambiente.

No centro de tudo, um piano esquisito e gigantesco permitia que um músico tocasse ininterruptamente todos os grandes clássicos da Disney, canções que o público acompanhava com palmas ou, até mesmo, entoando canções. Quando Circle of Life, tema de Rei Leão, começou, algumas pessoas bateram palmas e puxaram o coro. Arrepiante! O pianista toca por uma hora sem parar e, o mais impressionante, sem errar uma nota sequer.

O melhor, porém, estava por vir. Uma espécie de mestre de cerimônias surge lá embaixo, perto da platéia, agradece a presença de todos, anima a garotada falando dos próximos filmes da Disney e, como se convocasse atores para uma apresentação, insere o público em Príncipe Caspian. Bem, na verdade, ele convoca, pois as luzes se apagam e, literalmente, começa o show.

As estátuas dos Reis e Rainhas de Nárnia ganham movimento com um interessante jogo de luzes, então, lá embaixo, no palco, um gigantesco símbolo com o logotipo do filme começa a surgir. O que, a princípio, parece uma imagem tridimensional se revela um item real, que gira conforme se aproxima da platéia. A trilha sonora dá a dica de que algo está prestes a acontecer. E eis que surge o Príncipe Caspian, explorando o local. Ele saca sua espada e a aponta para o agora gigantesco Nárnia. Aslan surge no canto do palco e surpreende Caspian, que se ajoelha e reverencia o Leão.

As luzes caem novamente. A trilha desaparece e, instantaneamente, tudo que era teatro dá lugar à tela do cinema, onde o castelo da Bela Adormecida anuncia o começo do filme. O show vai começar. Mas... já não começara a uma hora atrás?

É magia pura!

  • Veja também a crítica do longa-metragem!

    Leia as entrevistas anteriores do nosso correspondente:

  • Frank Marshall: Spielberg imaginou e ele realizou tudo em Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

  • Jason Statham: Astro de filmes de ação comenta seu papel em Efeito Dominó

  • Emile Hirsch: Confira a conversa com o novo astro de Speed Racer


    Quem é o colunista: Fábio M. Barreto adora escrever, não dispensa uma noitada na frente do vídeo game e é apaixonado pela filha, Ariel. Entre suas esquisitices prediletas está o fanatismo por Guerra nas Estrelas e uma medalha de ouro como Campeão Paulista Universitário de Arco e Flecha.

    O que faz: Jornalista profissional há 12 anos, correspondente internacional em Los Angeles, crítico de cinema e vivendo o grande sonho de cobrir o mundo do entretenimento em Hollywood.

    Pecado gastronômico: Morango com Creme de Leite! Diretamente do Olimpo!

    Melhor lugar do Brasil: There´s no place like home. Onde quer que seja, nosso lar é sempre o melhor lugar.

  • Atualizado em 6 Set 2011.

    Compartilhe

    Comentários

    Outras notícias recomendadas

    7 Fatos sobre “Fallen” que você precisa saber antes de ir aos cinemas

    Adaptação do primeiro livro da saga adolescente estreia no dia 8 de dezembro

    4 Motivos para ver “A Qualquer Custo” nos cinemas

    Filme com Chris Pine e Jeff Bridges chega aos cinemas em janeiro

    "50 Tons Mais Escuros" ganha trailer inédito; confira

    Novo vídeo do longa está mais caliente do que nunca!

    Clássico de Chaplin tem sessão gratuita no Auditório Ibirapuera

    Exibição encerra a programação do centenário de Paulo Emílio Sales Gomes

    Saiu o primeiro teaser de "Homem Aranha: De Volta ao Ler"; vem assistir!

    Trailer completo será divulgado nesta quinta-feira

    Mais de 20 fotos inéditas de "Transformers: O Último Cavaleiro" vazam na internet; confira

    Próximo longa da franquia estreia em junho de 2017