Guia da Semana

Viagem fantástica

Filme mostra as belezas do Rio de Janeiro ao contar a história do pássaro que não sabe voar

Fotos: Divulgação
 
As ararinhas-azuis Blu e Jade passeiam pelo Rio de Janeiro.

Uma declaração de amor para uma das cidades mais bonitas do mundo. Essa é a principal impressão que o espectador tem ao assistir Rio, novo filme do diretor Carlos Saldanha. A famosa paisagem do Pão de Açúcar, recriada fielmente em beleza e detalhes, ou do Corcovado, e sua bela vista, não deixam o espectador se enganar: estamos no Rio de Janeiro. O longa-metragem estreia nos cinemas brasileiros dia 8 de abril, em cópias 2D e 3D, e conta a história de um pássaro que não sabe voar e sua pacata dona durante a maior aventura de suas vidas.

No filme conhecemos Blu, uma ararinha-azul domesticada que tem uma vida tranquila e confortável ao lado de Linda, que é proprietária de uma livraria no estado de Minnesota, Estados Unidos. Os dois imaginam que ele é o último macho de sua espécie até encontrarem o brasileiro Túlio (dublado pelo ator Rodrigo Santoro, tanto na versão em inglês quanto em português), um ornitólogo que revela a existência da provável última fêmea de ararinha-azul no Rio de Janeiro.


Blue é tão domesticado que até escova os dentes junto com sua dona, Linda.

Após muito ponderar, Linda e Blu partem com Túlio para a cidade maravilhosa. O principal objetivo é juntar as duas ararinhas-azuis e perpetuar a espécie, que está extinção. No entanto, mal chega ao destino, Blu é sequestrado junto com Jade, a tal fêmea da mesma espécie, por um bando de atrapalhados contrabandistas de animais. Os bandidos ainda contam com a ajuda de Nigel, uma cacatua australiana que adora prejudicar os pássaros mais bonitos que ele.

Os dois acabam fugindo e iniciam uma adorável jornada pelo Rio de Janeiro, sempre amparados por um grupo de espertos e simpáticos pássaros da cidade. Ao lado dos novos amigos, Blu precisa descobrir a coragem para aprender a voar, enganar os sequestradores que continuam em seu encalço e voltar para Linda, a melhor amiga que um pássaro pode ter.

Toque de realidade



A cidade do Rio de Janeiro mostrada por Carlos Saldanha é bela e simpática, sim, porém faz questão de deixar bem visíveis suas diferenças sociais, como favelas, a comercialização de animais silvestres e o roubo a turistas, por meio de um bando de macacos malandros, que usam a capoeira para distrair e furtar as pessoas desatentas. No entanto, todos esses aspectos são apresentados com bastante bom humor e leveza.

Isso porque Rio apresenta um ótimo trabalho de animação. Durante as sequências, podemos conferir diversos pontos da cidade retratados de maneira incrivelmente realista e colorida. E os realizadores não se detiveram em mostrar apenas os pontos turísticos tradicionais. Também é possível dar um passeio pelos Arcos da Lapa, Praia de Copacabana e até no bairro de Santa Teresa, retratado de forma bastante fiel.

Elenco de estrelas

 
A atriz Anne Hathaway durante o processo de dublagem de Rio.

Outro destaque do filme fica por conta do elenco de dubladores. Além de Rodrigo Santoro, o time na versão em inglês é formado por diversas estrelas de Hollywood, como Anne Hathaway e Jesse Eisenberg. O último, inclusive, dá o tom perfeito ao personagem Blu: inseguro e ainda um pouco assustado. Ao lado deles, trabalham o ator Jamie Foxx, o produtor e músico Will.i.am, o ator e músico Jemaine Clement, a atriz e comediante Leslie Mann e o ator e entrevistador George Lopez. Na dublagem brasileira, Santoro ganha a companhia de Gustavo Pereira, Sylvia Salustii, Adriana Torres e Guilherme Briggs, entre outros.

A parte musical de Rio é outro deleite para o espectador. Sérgio Mendes, o produtor musical do filme, reuniu grandes nomes da música brasileira e mundial, que mostram canções contagiantes na trilha sonora, cantadas por Will.i.am, Bebel Gilberto, Taio Cruz, Ester Dean, Siedah Garrett, Jemaine Clement e Carlinhos Brown. Inclusive, para o bem dos não adeptos ao ritmo, o funk carioca sai de cena para dar espaço a uma mistura de samba e hip hop norte-americano.

Grandioso



A campanha de lançamento de Rio nas salas de cinemas do país mostra-se tão grandiosa quanto o filme. No total, o longa-metragem será exibido em mais de mil salas, sendo 676 salas na versão 35mm e 332 em digital 3D. Para efeito de comparação, A Era do Gelo 3, também dirigido por Carlos Saldanha, foi lançado em 768 salas e, até o presente momento, é a animação de maior sucesso no Brasil, tendo atingido a marca de 9.279.602 espectadores. Como podemos ver, Rio tem tudo para superar essa meta.




Rio
Título original: Rio
Direção: Carlos Saldanha
Dublagem Original: Anne Hathaway, Jesse Eisenberg, Leslie Mann, Jamie Foxx e Rodrigo Santoro.
Tempo de duração: 96 min
Ano de lançamento: 2011

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

"Jumanji" tem estreia no Brasil adiada para 2018

Anúncio foi feito pela Sony durante a CCXP

Assista à entrevista exclusiva com Fiuk e Sandy sobre a animação "Sing - Quem Canta Seus Males Espanta"

Filme estreia no dia 22 de dezembro nos cinemas

"A Múmia": Remake com Tom Cruise ganha teaser e pôster

Estreia está agendada para junho de 2017

Cahiers du Cinéma elege os melhores filmes de 2016

O brasileiro "Aquarius" aparece em quarto lugar na lista

Após acidente aéreo, estreia de “Sully” é adiada

Filme com Tom Hanks sobre um piloto de avião seria lançado nesta quinta-feira

Fã edita os oito filmes de Harry Potter em um único vídeo de 78 minutos

Porque quantidade não é qualidade! :p