Guia da Semana

A alegria de tê-los e educá-los

Além das festas em casa, os pais têm que acompanhar os pequenos nos eventos da escola. Alguns são emonionantes!

Foto: Getty Images

Entre todas as correrias que o fim de um ano nos impõe, estão as festinhas de encerramento da escola. E lá vão os pais providenciar as roupinhas e acompanhar os filhos no grande dia.

A emoção de ver aquele ser no palco com os coleguinhas apresentando uma coreografia arduamente ensaiada com os professores é algo indescritível. É possível medir o orgulho e a alegria pelos flashes das máquinas e pelos pais, avós e tios presentes na plateia. E assim os filhos ganham novas experiências e crescem.

E nós, pais, procuramos dar a eles oportunidades. Oferecemos estudo, descanso, férias, viagens, diversão, cursos, livros. Oferecemos amor, valores, atenção, carinho, mas vem aquela voz interna perguntando: "Será suficiente? Vai dar certo? É que no fundo eu só quero que o meu filho seja feliz".

Como dedicação de pai e mãe não tem limite, vamos educando e sonhando com um mundo melhor para eles. E educar os filhos incentivando seus estudos ajuda e muito na sua formação como pessoas. Além de ensinar a criança a construir uma relação de responsabilidade e autonomia, favorecer o hábito do estudo é fundamental para sua felicidade no futuro.

E dicas práticas sempre ajudam. Afinal, temos mais um ano, e outro, outro, até que cresçam e se tornem seres capazes de buscar a própria felicidade.

O que sugerimos?

- Organizar o espaço de estudo - É importante que a criança/adolescente tenha um espaço próprio para estudar, com seus materiais ao seu alcance (seus livros, lápis, borracha etc). Se estiver tudo espalhado, faltar material e se a cada dia a tarefa for realizada em um local diferente é mais difícil para o aluno se organizar e criar o hábito de estudos. Caso não seja possível um espaço exclusivo para o estudo (como uma escrivaninha ou mesa de estudo), a família pode organizar um "cantinho" onde todo o material fique disponível, de preferência próximo ao local onde o aluno realiza as tarefas.

- Distribuir o tempo das atividades - Algumas crianças e adolescentes têm dificuldades em organizar o tempo para as atividades que querem fazer e não conseguem limitar o tempo para a TV, brincadeiras, computador e as tarefas de casa. Brigar com eles no final do dia não fará com que no dia seguinte consigam fazê-lo. É preciso ensiná-los a administrar o tempo e uma excelente maneira de fazer isto é estabelecendo um horário fixo para o dever de casa. É importante que este horário tenha início e fim bem definidos, mesmo que nos primeiros dias o aluno não consiga completar as tarefas. O hábito de estudos e o horário de tarefas bem determinado farão com que, aos poucos, ele consiga concluir as tarefas no tempo estabelecido.

- Ampliar a oferta de leitura - O hábito de leitura é fundamental para o dever de casa, para o sucesso escolar e para o futuro profissional do estudante, mas é difícil desenvolver o hábito se a própria família não lê. Os pais ensinam mais através dos atos do que das palavras. Verificar em casa como anda o hábito de leitura pode ajudar o estudante nas tarefas de casa. Assinar um jornal, uma revista, ir à livraria, à biblioteca... Vale tudo: gibi, filme com legenda, revistas, não importa o assunto, o importante é ler. Quem lê escreve com menos erros, amplia o vocabulário e passa a ter mais facilidade na escola e no dever de casa.

- Estimular as brincadeiras - Algumas brincadeiras e atividades estimulam o cérebro das crianças e ajudam no desenvolvimento delas, como, por exemplo, as atividades com movimento corporal que auxiliam na oxigenação do cérebro. Movimentar-se é muito importante não só para o funcionamento corporal, cerebral e emocional, mas também para facilitar o aprendizado. Com o movimento e a brincadeira a criança faz representações mentais e essas, são fundamentais para a organização do raciocínio e a construção do conhecimento.

Com essas e outras ideias, vamos educando os filhos para continuarem os estudos mesmo depois de formados, para que sigam aprendendo sempre, com muitos amigos, com alta capacidade de leitura, e com a nossa alegria interna ao pensarmos que sempre estamos tentando o melhor.

Quem é a colunista: Adriana Pinheiro Tomaz.

O que faz: Responsável pela Orientação do Método Kumon.

Pecado gastronômico: comida japonesa.

Melhor lugar do mundo: o Brasil.

Fale com ela: adriana.tomaz@kumon.com.br.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte