Guia da Semana

A cadeirinha do barbeiro

Do primeiro corte ao estilo antenado, descubra a melhor forma para cuidar dos cabelos do seu filho



O primeiro corte pode render algumas lágrimas dos pequenos

Eles são lindinhos, crescem rápido e dão muito trabalho. E não estamos falando de crianças, mas sim de suas pequenas madeixas. E quando o assunto é a cabeleira dos pimpolhos, além da dificuldade de determinar hora certa do primeiro corte, também surgem as dúvidas sobre qual profissional procurar e o estilo a ser escolhido. Para ajudar a resolver esse problema, conversamos com quem realmente entende do assunto, o cabeleireiro Cláudio Coelho Berhard, do Constantino Cabeleireiros, que deu dicas valiosas sobre como deixar o seu filho com um visual descolado.

A primeira vez

A maior dúvida entre os pais é descobrir a hora certa de aparar o excesso do cabelo do bebê. Segundo o especialista, não existe uma regra específica. "Vai depender do gosto de cada pai. A única dica é tomar cuidado com a higiene da criança e ver até que ponto o comprimento está incomodando os olhinhos dele", explica.

Mas a tarefa pode não ser tão simples. Tanto no salão, quanto no conforto do lar, os pequenos podem se assustar durante sua primeira vez. "É um pouquinho complicado. Elas acham que o cabelo faz parte do corpo. Quando enxergam ele caindo no chão, começam a chorar muito. Não dá para ter tanta precisão como em um corte adulto", completa Cláudio.

Mais populares

Passado o trauma da cadeira do cabeleireiro, já se pode arriscar estilos antenados com as tendências de moda. E nessa hora, o público infantil não costuma ser menos exigente. "As meninas são mais vaidosas, mas os meninos também mostram preocupação com o visual", brinca Cláudio, que aponta que os penteados mais pedidos sempre estão relacionados à audiência da televisão. "Se existe um personagem que está no gosto da criançada, pode ter certeza que ele será o mais pedido", afirma. Entre os mais populares atualmente, estão o chanel curtinho e o estilo princesa, para meninas, ou moicanos à la Beckhan, para os meninos.

Vale tintura?

Além dos cortes da moda, as meninas também prestam atenção em outros aspectos, como a tonalidade. E isso passou a acontecer cada vez mais cedo. Mas por mais que as pequenas vaidosas insistam em mudar a cor das madeixas, o cabeleireiro faz um alerta. "Não existem produtos especiais para uso infantil. São os mesmo que os adultos utilizam, o que pode até ser perigoso, por causa da amônia". Mas se ainda assim, a mocinha insistir numa mudança radical, Cláudio sugere um tratamento mais natural. "Existem produtos menos agressivos, como xampus tonalizantes e sprays, que são capazes de mudar o visual temporariamente".

Para finalizar...

Mudanças são saudáveis, em qualquer idade. Mas é sempre bom lembrar que exageros (tanto no visual, como em produtos) mesmo que sigam tendências da moda, podem prejudicar o desenvolvimento infantil. "Criança tem que ter cara de criança. Se ela está querendo fazer uma mudança, procure alguma coisa que valorize a sua beleza infantil, sem querer simular um visual adulto. A maior tendência de cortes hoje é exatamente ser natural, valorizando quem você é", garante Cláudio.


Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte