Guia da Semana

A importância de contar histórias

A leitura é uma ótima maneira de incentivar o senso crítico do seu filho, estimulando o falar e o criticar, quando ele dá sua opinião sobre a história ou pergunta a respeito de algo que não entendeu

Foto: Getty Images


A leitura e o contato com os livros são de fundamental importância para o desenvolvimento das crianças. E não é preciso começar apenas quando seu filho for alfabetizado.

Com a correria do dia a dia, a prática de contar histórias está perdendo cada vez mais espaço. E isso é uma pena porque é ouvindo histórias que a criança adquire o gosto pela leitura, amplia o seu vocabulário e desenvolve a linguagem e o pensamento. Além disso, as histórias também estimulam a atenção e a memória, despertando a sensibilidade e o imaginário e contribuindo para a formação do caráter. O professor Toru Kumon, que entendia profundamente da educação de pré-escolares, já afirmava que é preciso ler muito para as crianças, as quais, com isso, passarão a ler sozinhas.

Por esse motivo, reserve um tempinho do seu dia e leia para o seu filho. Seguem algumas dicas de como tornar esse momento mais agradável e instrutivo para todos:

1º Escolha o momento certo: é importante que nem você nem a criança estejam entretidos em outra atividade. Pergunte ao seu filho se ele quer ouvir uma história. Se ele disser que não, não insista. Esse tem de ser um momento prazeroso para ele.

2º Escolha o livro certo: deixe que a criança opine sobre a história que quer ouvir. Se achar que o livro escolhido é muito grande ou tem pouco interesse, proponha-lhe outros até sentir que a sua proposta agrada. Não imponha um livro. Isso pode desestimulá-lo.

3º Escolha o local certo: procure um local tranquilo para que a criança não tenha sua atenção desviada. Sente-se junto a ela para que ambos possam ver o livro e as ilustrações.

4º Leia e estimule: enquanto estiver lendo, acompanhe com o dedo as linhas do livro. Isso garantirá que a criança preste atenção às palavras, mesmo que não as entenda. Leia com expressão, pronunciando claramente e fazendo pausas. Se a criança já souber ler algumas palavras, incentive-a para que o faça. Enquanto estiver lendo, converse sobre a história e explique alguma situação ou palavra que ela não tenha entendido. Pergunte o que acha que vai acontecer a seguir, pois isso estimula a imaginação e o interesse pela leitura.

5º Identifique a duração certa: fique atento aos sinais de cansaço da criança. Interrompa a leitura se ela mostrar desinteresse. Não a force a ouvir a história por mais tempo do que deseja. Se o livro ainda não tiver acabado, interrompa-o e continue depois.

6º Converse depois da leitura: quando acabar a leitura, converse sobre a história, sobre as personagens que a criança mais gostou e sobre os pontos que ela achou mais interessante.

Quem é a colunista: Lívia Lombardo tem 24 anos, é graduada em Letras e Jornalismo e trabalha no Kumon Instituto de Educação.

O que faz: Elabora o material didático de Língua Portuguesa que é utilizado nas unidades do Kumon de todo o Brasil.

Pecado gastronômico: coxinha.

Melhor lugar do mundo: qualquer praia!

Fale com ela: livia.pereira@kumon.com.br

Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte