Guia da Semana

A magia de Daniel Radcliffe

Do macaco amigo de Alladin ao bruxo mais famoso do mundo. Conheça mais sobre a vida do jovem inglês que interpreta o personagem-sensação do momento

De bruxinho inexperiente a mago poderoso. Essa foi a trajetória de Daniel Radcliffe na pele de Harry Potter nos cinemas. Em O Enigma do Príncipe, que chegou às telonas como o longa mais sombrio da série, são nítidas as mudanças nos atores principais, principalmente em Harry. Com 20 anos recém-completados, Daniel deixou de lado a cara de criança e assumiu uma postura madura e heroica no sexto filme da saga.

Considerado bom filho e longe de polêmicas nos tabloides britânicos - o que é difícil em se tratando de um jovem astro nos dias de hoje - tem 10 anos de carreira e, antes da sequência Potter, havia trabalhado ao lado de David Copperfield e participado de um longa. Então, ao assistir uma peça com o pai, foi descoberto por um produtor para encarnar o mais famoso órfão místico da escritora J.K. Rowlin, e ganhou o mundo. Além de se tornar um dos adolescentes mais ricos e cobiçados do Reino Unido.

Vida

Foi no agradável bairro de Fulham, na Inglaterra, que o ator começou a dar os seus primeiros passos rumo à fama. Filho do agente literário Alan Radcliffe e da diretora de elenco Marcia Gresham, Daniel mostrou, ao cinco anos, vontade de seguir carreira em Artes Cênicas. Na escola, viveu o macaco Abu, parceiro de Alladin, sua primeira peça. Mas, o primeiro trabalho profissional veio depois, interpretando o famoso mágico David Copperfield numa adaptação para o cinema do romance de Charles Dickens.

Foto: Reprodução

Radcliffe na pele de Harry Potter em uma das cenas de O Enigma do Príncipe

Em seguida, surgiu a oportunidade de gravar o suspense O Alfaiate do Panamá, onde contracenou com Pierce Brosman. Um ano depois, entrou para o mundo mágico de Hogwarts, ao ser descoberto pelo produtor David Heyman. Ele chamou a atenção pelas características semelhantes às do bruxo Harry Potter, descritas nos livros de J.K. Rowlin.

Askaban do personagem

Harry Potter, sem dúvida nenhuma, alçou Daniel ao estrelato. Foram seis longas em cartaz, e o último, intitulado Relíquias da Morte, será dividido em duas partes e está sendo rodado em Londres. Em 2007, destacou-se como o jovem mais rico do Reino Unido - após embolsar nada menos do que uma quantia estimada em R$ 65 milhões, segundo lista do Sunday Times.

Apesar de ter gerado tantos frutos positivos, Daniel já disse que se sente como prisioneiro de seu próprio personagem. Em recente entrevista coletiva durante o lançamento de O Enigma do Príncipe, ele disse que se sentirá livre quando a série terminar. "Quando fiz outros trabalhos, como December Boys (cinema), Equus (teatro) ou My Boy Jack (filme para TV), sempre soube que haveria um filme de Harry Potter para voltar, e havia segurança nisso. Ao mesmo tempo, acho que vai ser uma libertação", admitiu.

Foto: Reprodução

No espetáculo Equus Daniel aparece nú em cena, montado em um cavalo

Cigarro e balada

Mesmo sendo visto como "bom menino", Daniel chegou a levar broncas dos diretores da série do bruxo, por ter o hábito de fumar muito. O ator foi apontado como o maior fumante do estúdio de filmagens, fato que lhe rendeu o apelido de Harry Puffer (algo como Harry Baforada, em inglês). A notícia pegou muitos de surpresa, já que, até então, não era público o fato de que ele era fumante.

Os produtores também estariam insatisfeitos com as noitadas de Daniel, em companhia de atores como Kevin Spacey (Beleza Americana) e Stephen Fry (V de Vingança). Uma vez que Harry Potter tem grande público infantil e adolescente, existe a preocupação de que o ator possa manchar sua imagem pública, que acaba vinculada ao filme.

Mal de beijo

Outro ponto curioso nas gravações do último longa da série diz respeito às cenas de beijo entre Daniel e Bonni Wright. Segundo o ator, ele não acertou na hora de "encaixar" o beijo técnico. "Coitada da Bonnie, que me beijou. Eu vi o filme na pré-estreia em Londres e, meu Deus, meus lábios estão como os de um cavalo tentando acompanhar os dela", disse o ator a veículos britânicos.

Além de ser fumante e se considerar um mal beijoqueiro, mais uma polêmica que envolve o ator é sua participação no teatro, em 2007, no espetáculo Equus. O jovem aparecia nu em cima de um cavalo, no palco, o que deixou suas fãs enlouquecidas, e foi assunto nas mídias.


Atualizado em 10 Abr 2012.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte