Guia da Semana

Adolescente em crise

A complicada fase de transição entre a infância e a vida adulta mexe com a cabeça dos jovens


Quantas vezes os seus familiares já te chamaram de criança e você não gostou? Tenho vinte anos e isso às vezes acontece comigo. Mas acontecia muito mais quando eu tinha 14, 15 e já me achava uma celebridade nos assuntos do mundo "aborrecente". Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, a pessoa é considerada criança até os doze anos de idade e adolescente até os dezoito. É uma faixa bem grande, que engloba todas as fases de desenvolvimento para alcançar a fase adulta. É aí que você começa a aprender que existem coisas muito legais e muito chatas que você deve ou tem que fazer quando cresce e, muitas vezes, esta descoberta é chocante.

Brigas com os pais são constantes, mesmo que a relação fosse boa. "Você não me entende", "Você é um saco!", "Você não manda em mim!", e a clássica "Eu não pedi para nascer!", são apenas algumas das frases que doem fundo no coração daqueles que deram vida a um bebezinho tão lindo, sem saber que um dia ele poderia se tornar um "monstro incontrolável" chamado adolescente. Os pais entram em pânico e muitas vezes não entendem que essa revolta transferida a eles é, na verdade, uma revolta com as mudanças, muitas vezes incompreendidas e até inaceitáveis na cabeça ainda confusa do jovem.

Nesta idade tudo muda. O corpo, por exemplo, toma formas mais definidas, principalmente para as meninas, que agora tem de lidar com seios, curvas novas e a estranha menstruação. Os meninos engrossam a voz, que fica esquisita por um tempo, e nascem pelos, na maioria dos lugares. Acompanhando este desenvolvimento físico, acontece a transformação emocional e mental, já que agora os assuntos de interesse são outros: primeiro beijo, novas amizades, matinês, saídas para o cinema, roupas mais transadas, músicas diferentes. Os adultos não entendem muito bem, e acham que é frescura e mal-criação, mas a verdade é que eles já não se lembram muito bem de como foi pra eles. Acredite: foi parecido, ou pior!

As matérias na escola começam a ficar mais elaboradas e complexas, agora você tem que pensar em ter uma profissão quando crescer. Sim, você já está crescendo, então o tempo é curto. É uma pressão enorme devido as novas responsabilidades, a maioria acha que nunca vai estar preparado para isso, mas ao mesmo tempo quer desfrutar das possibilidades que a adolescência proporciona. Agora, você já consegue escolher o que vestir, com quem falar, aonde quer ir, onde não quer. Isto é, se os seus pais estiverem de acordo, mas pelo menos agora a iniciativa pode partir de você.

Todas estas coisas vêm de uma só vez, o que seria muito fácil de lidar para um adulto, parece complicado demais para o adolescente. Nós temos certeza de que o mundo vai acabar porque levamos um fora, ou porque aquela amiga que era tão legal virou patricinha e não nos dá mais bola, ou ainda porque ficamos de recuperação de Matemática. Do alto dos meus vinte anos posso dizer: o mundo não acabou e eu continuo inteira. Mas para mim também foi uma fase complicada e que parecia infinita.

Hoje, me dei conta de que não sou mais adolescente, e confesso que senti saudades daquela época turbulenta e confusa. Pelo menos uma coisa é certa: quem passou por isso e sobreviveu está mais preparado para os problemas da vida adulta.

Leia também, da mesma autora:

? Balada de Máscaras

Quem é o colunista: Fernanda Carpegiani - Uma jovem enérgica que aproveita a vida de uma forma intensa e particular.

O que faz: Jornalista apaixonada.

Pecado gastronômico: Batata Frita.

Melhor lugar do Brasil: Ubatuba - São Paulo.

Fale com ele: fecarpe@gmail.com

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte