Guia da Semana

Amor, estou sem grana!

Será que só porque você não tem grana, o namoro vai para o brejo? Colunista mostra que não!

Foto: Getty Images

Quando a gente gosta de alguém, nem pensamos em dinheiro ou coisas materiais. Queremos ficar junto e só! Mas e quando as diferenças econômicas batem? Se os apaixonados não souberen lidar com essa diferença, isso pode se transformar em um problemão.

É fato que nós não escolhemos de quem iremos gostar. Pode ser uma pessoa que tenha mais ou menos dinheiro. Afinal, não podemos ficar nos limitando a conhecer gente nova pensando em quanto ganha, se tem mesada ou se já trabalha.

Quando um dos dois tem menos grana, programas mais caros acabam ficando de lado. Se nesse caso for o garoto que está sem dinheiro, o problema é ainda maior, já que dificilmente ele vai aceitar que sua namorada pague a conta para ele. E também ninguém gosta de ser bancado por namorado(a), não é? Fora que há o Dias dos Namorados, aniversário e outras datas especiais, onde o presente fala mais alto. Aí então, o namoro vai caindo na rotina, eles ficam só em casa, brigam e a tudo pode ir por água abaixo.

Outro problema é quando a família que tem mais dinheiro, não aceita o namoro do(a) filho(a), pois sua namorada(o) é mais pobre. Isso parece meio antigo e que só acontece em novelas ou filmes, mas é muito comum. Eu tenho amigos que terminaram suas relações por causa desse fato e tenho certeza de que você também conhece.

Mas afinal, o que você faria se estivesse em alguma dessas situações? Bom, eu acredito que o dinheiro não mede o amor e que as duas partes da relação devem ceder. Se seu(sua) namorado(a) não tem grana para vocês saírem sempre, procure fazer programas mais baratos, frequentar lugares de graça e é possível fazer programinhas mais românticos em casa mesmo. Mas caso você seja quem tem menos dinheiro, procure conversar com ele(ela) e explicar a situação. E têm mais: muitas vezes, um gesto vale mais que um presente!

Se o problema for a família, o melhor mesmo é uma boa conversa com seus país. Explique o quanto a pessoa que você namora é bacana independentemente de dinheiro, já que grana não mede o caráter de ninguém e diga também que ela é quem te faz feliz.

Leia  as colunas anteriores de Diego Aquino:

Arriscar pra quê?

Gosto não se discute

O que fazer então?

Quem é o colunista: Diego Aquino.

O que faz: Estudante de Jornalismo.

Pecado Gastronômico: Pizza.

Melhor Lugar do Brasil: Porto Seguro.

Para Falar com ele: aquino.live@hotmail.com ou o siga no twitter

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte