Guia da Semana

Aventura temporal

Um jogo de RPG se passa em qualquer época e chega a durar meses, mas para se dar bem tem que ser criativo e perspicaz

Os desafios de um personagem de RPG
Foto: espacorpg.com.br

Se quando ouve a sigla RPG a primeira coisa que vem à sua cabeça são as sessões de Reeducação Postural Global da sua irmã mais velha, você precisa ter mais imaginação. Aliás, esse é o ingrediente principal do Role Playing Game - jogo de interpretação de papéis, que une alguns conceitos de teatro com regras e estratégias de uma disputa.

Para jogar, você precisa de uma história, chamada de aventura, que pode acontecer em qualquer cenário, desde a época medieval, com seus cavaleiros e tesouros, até os dias atuais, com vampiros que precisam abandonar a família e a profissão. Existem vários sistemas de RPG que definem, em livros, as regras que vão guiar o desenvolvimento da história e a construção dos personagens.

Sistemas
Os principais sistemas são o d20, com aventuras medievais; o Daemon, em que o tema principal são heróis; o Storyteller, com histórias atuais que usam vampiros, lobisomens e magos; o Gurps, que se baseia em fatos históricos, como o descobrimento do Brasil; e o 3D&T, com aventuras japonesas.

Daniel e o chapéu de mago
A aventura é apresentada aos jogadores pelo narrador, também chamado de mestre, que define as situações, os desafios e outros detalhes. Para conduzir bem a história, ele precisa conhecer detalhadamente as regras e ser criativo: "Quando o narrador só fica falando e falando, não tem graça. Ele pode distribuir material aos jogadores: fotos, mostrar vídeos, dar pistas para ficar mais interessante", conta o rpgista Daniel Lopes, 17 anos.

Características dos personagens, como força e inteligência, são definidas antes do jogo começar e o sucesso ou fracasso de suas ações durante a aventura depende dos pontos tirados nos dados ou nas cartas. Atualmente, a maioria dos sistemas usa dados. Existem dados de quatro até 100 lados.

Incremente seu jogo:
? Crie uma linguagem especial: use palavras ficcionais ou estrangeiras.
? Use e abuse da música: pode ser o tema de um personagem, mudar o volume em situações de perigo ou calmaria, etc.
? Se for o mestre, ornamente a narrativa. Para isso, leitura é essencial. Mas não exagere, sua fala pode ficar cansativa.
? Coloque enigmas na história, faça os jogadores pensarem. Um romance também pode dar novo fôlego à aventura.

Tipos de RPG
O RPG mais praticado é o de mesa que pode ser jogado na casa de um dos participantes, em eventos ou até mesmo em praças públicas. Para que o narrador conduza bem a história, é melhor que o número de jogadores seja pequeno, em torno de cinco ou seis pessoas. As aventuras podem durar apenas um dia ou vários meses: "Já participei de uma aventura que durou seis meses. Nas férias, nós jogávamos todos os dias, quando começaram as aulas, era todo fim de semana", conta Daniel.

Dados de rpg
Já o RPG Live Actions, em português "Ações ao Vivo", abusa da interpretação teatral e não se prende tanto às regras. Esta modalidade é praticada em lugares mais reservados, de preferência que tenham a ver com o cenário da aventura, e os jogadores se fantasiam e usam acessórios que incrementam o jogo. O número participantes é maior e pode haver mais de um narrador. Para agilizar a ação, os dados podem ser substituídos por cartas ou pela brincadeira "pedra, papel, tesoura". Para evitar que alguém se machuque durante lutas e duelos, é proibido se tocar.

RPGs eletrônicos se tornam cada vez mais populares pela dificuldade que há em conciliar o horários de todos os participantes. Entretanto, a interpretação fica muito limitada, por isso alguns jogadores radicais se recusam a reconhecê-lo como RPG. Os jogos online, que conectam pessoas de todas as partes do mundo pela internet, permitem que vários personagens coexistam. É o MMORPG - Massive Multiplayer Online Role Playing Game.

Algumas aventuras de RPG se tornaram bem conhecidas graças ao cinema e à animação. É o caso de O Senhor dos Anéis, Pokemon e As Crônicas de Nárnia. Mas o RPG também dá o que falar por causa do excesso de alguns jogadores. Em 2005, um jovem e seus pais foram assassinados por outros dois adolescentes que não souberam separar a diversão da realidade.

Os 10 mandamentos do jogador
? Cooperarás com o narrador
? Confiarás no trabalho em equipe
? Pensarás antes de agir
? Explorarás tudo
? Assumirás teu personagem
? Dividirás seus achados
? Agirás como herói
? Não ficarás com raiva
? Praticarás, assim conduzirás à perfeição
? Divertirás acima de tudo

A psicóloga Maria Laura Gomes explica que, além de aprender a conviver em grupo, o RPG traz outros benefícios: "A pessoa se projeta no personagem e extrai lições de vida do jogo, que acaba aplicando também na vida real. O RPG é uma maneira de se expressar, ele oferece a possibilidade de conseguir com o personagem o que não é possível na vida real, mas como em todas as coisas, deve-se tomar cuidado com o excesso. É importante ter os pés no chão e não querer viver apenas num mundo imaginário", alerta.

Coisa do demônio x coisa de nerd
Ainda hoje, muitas pessoas vêem o RPG com maus olhos, principalmente por causa da influência de igrejas que consideram a brincadeira uma prática satânica. Isso acontece porque muitas aventuras citam bruxas e entidades ocultas, o que despertaria o interesse dos jogadores sobre essas forças "malignas".

Por outro lado, há quem ache que RPG é coisa de nerd: "É porque a maioria das pessoas começa a jogar na escola, então todo mundo pensa que quem joga RPG é aquele cara estudioso", opina Daniel, que joga desde os 11 anos. A verdade é que para jogar RPG não tem idade, basta ter muita imaginação.

Para começar
Quem nunca jogou e quer se aventurar, pode começar pelos jogos eletrônicos. Os mais famosos são Ragnarok, World of Warcraft e Fly For Fun. A maioria dos rpgistas teve o primeiro contato com o jogo através de livros com aventuras solo. Na internet, há sites com várias opções. Confira alguns: Members Aventura Solo e Mad Dice.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte