Guia da Semana

Bate papo sobre o "Filho perfeito"

Fazer birra, explorar, questionar, bagunçar... são coisas necessárias para o desenvolvimento da criança.

Foto: Morguefile


Quanta espera, quantos planos e sonhos bons visualizando o pequeno que chegará para preencher nossas vidas. Imaginando seu sorriso ao brincar com o chocalho colorido, a carinha de satisfação na água morna e relaxante na hora do banho e as peraltices na moto elétrica que a madrinha, rapidamente, providenciou (e que a criança só usará aos três anos!). Tudo pensado nos mínimos detalhes.E quando ele chega é a festa - celebridade instantânea - entre os amigos e familiares.

A aprendizagem dos pais (e realidade) começa, adaptação e alegrias entre tentativas, erros e acertos. E então, a grande descoberta: "Mas ele chora tanto!", "Não quer comer...", "Fazendo birra? Onde ele aprendeu isso? Aqui em casa que não foi!". Sim, papais e mamães, é isso mesmo! Que bom que tudo isso está acontecendo! Nossa pequena celebridade está seguindo o roteiro direitinho! Eis o filho perfeito! Pois se vocês imaginavam que a "perfeição" seria o filho obediente, quietinho, pacato, enganaram-se. Imaginem seu pequeno bebê crescendo e tornando-se um adulto no mercado de trabalho do século 21: quietinho, pacato e obediente...

Perfeita é a criança que explora, curiosa, que vai atrás de seus objetivos e não se deixa vencer com facilidade - grande personalidade! Perfeita quando começa a fazer a tão temida birra. Sim, é necessário passar por essa fase, pois é o momento em que a criança tenta convencer o mundo de suas opiniões com as armas que tem, mesmo que seja tentando transformar o vaso de cristal em um desafiante quebra-cabeça. Cabe aos pais ensinar o que é correto!

Não espere que uma criança de 01 ano e meio faça um discurso para convencê-los das vantagens de modificar a decoração da sala. Ela simplesmente vai e faz! E muito menos que ela diga: "Mamãe, obrigado, mas já estou plenamente satisfeita, não quero mais consumir esta deliciosa refeição".

Mas então, "como fazer?", perguntam os pais. Há que se conhecer um pouco da criança, não a criança do vizinho, mas a sua criança, seu filho, suas fases, respeitando cada etapa de seu crescimento.

Gosto muito e uso constantemente a palavra "lapidar". Os filhos são diamantes que devem ser lapidados diariamente. Respeite a personalidade, não tente mudá-los ou compará-los, visto que cada criança que vem ao mundo é única!

Mas ajude-o a compreender o mundo, dê apoio, mostre o correto. É um momento de muita paciência e amor. Educar significa, sim, cortar algumas arestas, mas acima de tudo colocar todos os holofotes no que seu filho tem de melhor. Tenha sempre o olhar no que é bom, elogie cada ato de seu pequeno neste roteiro tão bem elaborado que é "aprender e crescer para o mundo", que por si só é imperfeito, mas onde habita o mais perfeito dos seres humanos: seu filho!

Quem é a colunista: Cláudia Fernanda Venelli Razuk
O que faz: Coordenadora Pedagógica do Colégio Itatiaia
Pecado Gastronômico: chocolate
Melhor Lugar de São Paulo: o bairro em que moro (paraíso). É bonito e tem tudo por perto.
Para Falar com Lúcia: Itatiaiaed.infantil@terra.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte