Guia da Semana

“Cada Um Na Sua Casa” traz protagonista negra e nova safra de mascotes infantis

Animação da Dreamworks reforça postura engajada do estúdio ao questionar padrões e mostrar heróis conciliadores

A Dreamworks pode não ser o estúdio de animação mais bem-sucedido em termos de bilheterias, mas com certeza é o mais engajado na quebra de padrões estéticos para o público infantil. Depois de trabalhar com protagonistas gordinhos (Shrek e Kung Fu Panda) e deficientes (Como Treinar o Seu Dragão), quem chega aos cinemas agora é uma heroína negra, de cabelos cacheados e quadril levemente mais largo que a mocinha comum.

Cada Um Na Sua Casa”, que estreia no dia 9 de abril no Brasil, fala de diferenças como fala de guerras e colonialismo – tudo de um jeito leve e bastante infantil, com uma trilha sonora pop dançante, piadinhas inocentes e uma nova raça de criaturas fofas (que já tem uma coleção completa de brinquedos prontos para o McLanche Feliz).

Oh é uma dessas criaturas: um alienígena cujo povo (os Boovs) vive fugindo e parece ter encontrado na Terra o esconderijo perfeito. Sem hesitar, eles abduzem todos os humanos e os realocam para os cantos do planeta (como a Austrália), pensando que estão fazendo um grande favor.  A única pessoa que consegue escapar é Tipolina (ou Tip), que logo se une a Oh numa jornada comum – ela para encontrar a mãe, ele para impedir o ataque de uma nave inimiga.

Apesar de não ser tão engraçado ou tão cativante quanto outros filmes recentes, “Cada Um Na Sua Casa” merece atenção especial por tratar as diferenças como mal-entendidos e não com o maniqueísmo tradicional. Todos os grupos (incluindo os vilões) têm suas motivações, qualidades e defeitos, e a solução proposta não é a separação ou o confronto, mas sim a integração ou, no mínimo, a compreensão das angústias do outro.

O filme é uma adaptação do livro homônimo de Adam Rex e tem direção de Tim Johnson (“FormiguinhaZ”). Em inglês, os personagens principais levam as vozes de Jim Parsons, Rihanna, Jennifer Lopez e Steve Martin - as cantoras, é claro, também interpretam parte da trilha sonora. 

Atualizado em 20 Mar 2015.

Por Juliana Varella
Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte