Guia da Semana

Dente do juízo

Em alguns, ele dói, em outros, passa despercebido. A crença popular diz que os desajuizados costumam sofrer muito com o crescimento do dente do siso, enquanto os mais sensatos nem sentem. A verdade é que ele só é conhecido por dente do juízo porque nasce por volta dos 18 anos.

Também conhecidos como terceiros molares, eles nascem um em cada canto da boca. São os últimos a nascer, por isso podem causar muito incômodo. Atualmente, é muito comum extraí-los antes mesmo de crescerem, para evitar transtornos futuros. O dentista Alexandre Augusto Amaral dos Anjos explica que hoje em dia as pessoas sofrem mais com o dente do siso por causa da alimentação: "Antigamente, as pessoas comiam coisas mais duras, não eram tantos alimentos cozidos como atualmente. Com a mastigação, a mandíbula se desenvolvia mais e havia espaço para o dente crescer".

A falta de espaço pode fazer com que o dente não rompa a gengiva e fique incluso. Outro problema é quando ele cresce torto, na horizontal, e não aparece inteiro. "Nesses casos, nós recomendamos a extração, pois o paciente sofre com inflamação da gengiva e dor", explica o dentista. Mas não pense que o procedimento é simples. No caso do dente incluso, é necessário uma cirurgia para quebrar o osso e tirá-lo de lá de dentro. Se estiver parcialmente visível, pode entortar os outros dentes na tentativa de abrir espaço.

Os quatro sisos costumam crescer na mesma época, mesmo que não seja possível vê-los. "Alguns demoram mais a aparecer, pois a barreira pode ser mais difícil de romper de um lado do que de outro, mas um raio-x mostrará que eles estão no mesmo estágio de desenvolvimento", explica o doutor. A ordem da extração é o paciente que escolhe. Ele pode optar por tirar os quatro de uma vez, mas o sofrimento é maior. São pelo menos três dias de repouso e nenhum alimento sólido.

Letícia Mendes, 19 anos, já extraiu os quatro, primeiro os do lado direito e três meses depois, os do lado esquerdo. Os sisos estavam entortando os outros dentes e atrapalhando o trabalho do aparelho fixo que ela usa. A anestesia foi local e as cirurgias duraram menos de uma hora cada. Uma semana depois, ela voltou ao consultório para tirar os pontos: "A minha recuperação foi rápida, fiquei um dia de repouso, não inchou nem infeccionou", conta.

Alguns sortudos não sofrem com o dente do juízo. Isso acontece pela falta do germe dental que o faz crescer, mas não significa necessariamente que a pessoa não terá nenhum. Pode faltar só o superior direito, ou o dois inferiores, etc. Mas se essas pessoas têm juízo ou não, é outra história.

Cuidados no pós-operatório:
?Repouso ?Alimentos quentes ficam fora do cardápio ?Nem pensar em mastigar do lado da cirurgia ?Nada de exercícios físicos ?Medicação: antibiótico e antiinflamatório
Serviço:
Dentista - Dr. Alexandre Augusto Amaral dos Anjos

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte