Guia da Semana

Diga adeus às recuperações

Especialistas em aprendizagem dão dicas para ajudar os alunos que estão com a corda no pescoço e precisam recuperar o boletim azul para a não perderem suas férias

Foto: Getty Images

Se as notas estão no vermelho, a melhor solução é entrar de cabeça nos estudos e fazer um planejamento completo

O final do ano está chegando e, com ele, vem o desespero para alguns estudantes que estão 'enforcados' com as notas do colégio. Muitos deles folgaram durante todo o ano ou tiveram dificuldades, que não conseguiram transpor antes das avaliações, e estão prestes a perderem as férias de dezembro e janeiro.

Mas, ainda há tempo de correr atrás do prejuízo, se houver muita dedicação e esforço. De acordo com Adilson Garcia, diretor do colégio paulistano Vértice - considerada a melhor escola do Brasil, em 2009, pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) - o principal conselho para esses alunos que estão em iminência de ficarem retidos é ter planejamento nos estudos, organizando de maneira adequada as matérias e respeitando os horários.

Primeiros socorros

Muitas vezes, o problema nas notas de alguns estudantes está refletido em mais de uma matéria. Porém, na hora dos estudos não se pode abandonar as que não estão no vermelho, pois isso poderia causar um efeito dominó e o estudante ficaria de recuperação em mais disciplinas do imaginava. "O aluno vai ter que dividir suas horas de estudos: dar peso menor para as matérias que possui mais facilidade e dedicar-se maior tempo para as que possui mais dificuldade. Sempre ficando atento com as que pode ficar de recuperação final", sugere Garcia.

Ele frisa que essa organização deve ser discutida e realizada com o apoio dos seus professores e educadores do colégio. O horário de estudos é um ponto extremamente importante para o aluno e deve ser cumprido à risca, conforme proposto no seu planejamento. O melhor período para realizar os estudos extras é logo após o descanso necessário de 20 a 30 minutos que sucedem o almoço.

Se houver qualidade nos estudos, e você conseguir assimilar bem a matéria, não há necessidade de ultrapassar cinco horas de leitura e realização de exercícios. O diretor informa que o local de estudo também influencia no rendimento do aprendizado. "O ambiente precisa ser bem iluminado, ter uma escrivaninha e uma boa cadeira para que o aluno sente com a postura correta e facilite a oxigenação do cérebro", pontua.

Foto: Getty Images

Para estudar em grupo é necessário selecionar pessoas focadas somente nos estudos e pode ser uma boa alternativa para sanar as dúvidas, pois um acaba ajudando o outro

Uma advertência é jamais começar a estudar utilizando o computador, pois a tentação de conversar com os amigos no bate-papo pode torna-se maior. Utilize a internet apenas se for necessário realizar alguma pesquisa para os estudos. O foco não deve desviar do que se propôs a fazer: estudar.

Dicas para usar sempre

De acordo com a psicopedagoga Maria Irene Maluf, todas as pessoas possuem talentos em determinadas áreas do conhecimento, não importando se são mais ou menos expressivos. É necessário ter essa consciência, pois a ansiedade dos alunos diminui, na medida em que passam a procurar outros meios para aprender as disciplinas em que não são bem sucedidos.

"Um bom recurso é buscar um link para os outros conteúdos, através dos assuntos de nossos interesses. Por exemplo, se um estudante não gosta de matemática, mas adora desenho; ele vai se aprimorando na área de geometria e pode ter mais chances de sucessos em avaliações futuras da disciplina", explica Maria Irene.

Revisar o material pouco antes das provas é uma alternativa para muitos alunos, no entanto, para a maioria dos casos, isso pode estimular ainda mais a ansiedade, segundo a psicopedagoga. Caso essa revisão seja necessária, o ideal é que a faça a partir dos resumos escritos previamente. Se quiser encontrar algumas partes das matérias com mais facilidade, uma sugestão é marcar as páginas com post-its, visto que o mecanismo ajuda também na memória fotográfica.

Foto: Getty Images

Jamais entre em bate-papos ou redes sociais nos horários de estudo para não desviar a atenção, pois o uso do computador, nesse período, só é indicado para realizar pesquisas sobre as disciplinas

"O que não pode é varar a madrugada estudando para as provas. As oito horas de sono por noite precisam ser respeitadas", comenta o professor Adilson Garcia. Esse é um dos quesitos importantíssimos para o estudante ter uma vida saudável, ainda se ele necessita de uma disciplina mais rígida de estudos. "Se alimentar bem, praticar esportes com regularidade e manter momentos de lazer intercalados com os de estudos. É ideal ter um equilíbrio entre o físico e o mental", revela Maria Irene, em relação à rotina de vida recomendada aos adolescentes.

Para reforçar o conteúdo

Muitos colégios contam com aulas reforços ou plantões de dúvidas, durante a tarde, das disciplinas ministradas em sala. Normalmente, elas são conduzidas pelos professores da área e aberta para os alunos de acordo com o ano escolar. Esse é um excelente mecanismo para os alunos que estão com problemas nas notas tirarem o atraso dos estudos e sanarem suas dúvidas.

Se essas aulas extras não forem suficientes, os educadores das escolas ou os pais dos alunos devem detectar o problema e procurar professores particulares para reforçar o aprendizado do adolescente. "Nesse momento essa ajuda pode ser importante até mesmo para organizar os estudos e as tarefas dos estudantes", informa a psicopedagoga.

Mas, caso o estudante não consiga conter sua ansiedade diante das adversidades nos estudos, a procura de um psicólogo ou profissional especialista em aprendizagem pode ser uma boa saída para o aluno conseguir organizar-se externa e internamente. Segundo a psicopedagoga, seria uma alternativa para ele aproveitar seu potencial e melhorar seus resultados nas provas.

Veja também o Especial sobre Vestibulares aqui.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte