Guia da Semana

"É isso aí, meirmão!"

Entrevistamos Ana Carolina Dias, a menina pastora que fez sucesso quando um vídeo com suas pregações empolgadas se espalhou pela internet

Site oficial
A pequena Ana Carolina Dias, 13 anos, ficou conhecida como "a menina pastora do YouTube" depois que um vídeo no qual pregava, com expressões como "meirmão" e "conseleiro" gritadas a plenos pulmões, se espalhou pelos computadores do país.

Embora ela seja um hit no mundo virtual, com versões até em funk de sua pregação, diz que não toma muito conhecimento disso, já que pouco usa a web. Gosta de brincar com suas bonecas Barbie e afirma ser igual a qualquer adolescente de sua idade.

Marcamos um horário com o Pastor Ezequiel Dias, pai e assessor de Ana Carolina, e fizemos uma entrevista por telefone. De fala clara, ela não titubeia na conversa e discursa com desenvoltura. Talvez seja pelo hábito de atender muitos dos cerca de 1800 telefonemas que recebe por semana e das diversas aparições em programas de televisão, aos quais ela nunca assiste.

Como é sua vida no colégio?
Sou muito aplicada nos estudos e, graças a Deus, tenho uma amizade muito grande com meus amigos e professores. Eles me conhecem, reconhecem meu trabalho, me apóiam, os amigos evangélicos vão à minha igreja. É uma relação normal, comum.

Você namora? O que um namorado/marido ideal tem que ter?
Eu não namoro e nunca namorei, graças a Deus. Tenho me preocupado com os estudos, não tenho pensado nessa área ainda, é muito cedo. Não tenho muito tempo para essas coisas não, aí acabo esquecendo desses assuntos.

No tempo livre que resta, o que gosta de fazer? Com o que gosta de brincar?
Tenho um tempo muito corrido, mas bem administrado pelo Senhor ele se torna bastante vasto. Agora que eu cresci e essa fase de brincar já passou um pouco, uso o tempo que sobra para ler a bíblia, ficar em casa, mais para as coisas espirituais.

E quando e como descobriu que tinha o dom de pregar?
Foi bem rápido. Eu tive uma doença muito grave aos dois anos, me foram dados somente 10 dias de vida pelos médicos do posto de saúde. Meu pai não tinha dinheiro para me internar e nem para os remédios, e a rede pública é muito precária aqui no Rio. Meu pai subiu ao monte para orar e pedir ajuda, e eu só piorava, até que Deus falou com ele. Não podemos provar, mas nós acreditamos que eu morri e o Senhor Jesus me trouxe à vida. Aí meu pai foi a uma rádio anunciar uma vigília em agradecimento e o dono da rádio disse pra eu mesma anunciar, e me deu o microfone. Eu comecei a orar, as pessoas começaram a ligar e desde então não parei mais.

Você responde todas as cartas que recebe? São cerca de 3000 por mês.
Tem uma equipe de pessoas que trabalha comigo me ajudando nisso, no Evangelismo Postal. As pessoas me dão o endereço e a causa pela qual querem oração e a gente faz uma cartinha, uma prece e envia para essa pessoa.

Como funcionam as preces por telefone?
Temos dois telefones em casa, são os que chamamos de S.O.S. Espirituais. Quando eu atendo eu faço uma oração para a pessoa, mas quando eu não estou sempre tem alguém que ora em casa e anota o telefone no caderno de orações, para no final de semana a gente levar o caderno para o monte e queimar, assim o problema da pessoa queima junto.

Por que não usa mais "meu irmão" nas pregações, expressão que trocou por "querido"?
Eu não deixei de usar "meu irmão", eu ainda uso. A bíblia diz que somos todos irmãos. E, além de "querido", tem várias outras expressões que eu uso na pregação.

Quais são seus planos e projetos para o futuro?
Continuar com o trabalho evangélico, servindo a Deus. Quero terminar meus estudos, fazer uma faculdade de direito e me tornar juíza. Mês que vem também devemos terminar um outro projeto, que é o meu primeiro DVD com trechos das minhas pregações pelo Brasil.

É preocupada com a aparência? Você aparece sempre bem vestida, com gloss, sapatos...
Olha tio, como toda adolescente, como toda menina, sou preocupada sim com minha aparência. O gloss é uma substituição para a manteiga de cacau, eu uso porque minha boca é muito ressecada e falo muito quando vou pregar, mas não como batom. Minha pele também é muito ressacada. Sou um pouco morena, fico com a pele áspera, por isso uso também um óleo no corpo, para não perder o brilho da pele.

Como é a história da participação no filme "Linha de Passe", do diretor Walter Salles, e do filme para a BBC de Londres?
O filme do Walter é uma gravação minha pregando, que autorizamos ele a usar e estamos esperando o lançamento no cinema, mas ainda não vimos. Já a BBC está fazendo um filme sobre a minha vida. Veio aqui em casa, gravou no presídio, na favela da Rocinha, fazendo serviço social. Não posso dar muitas informações porque está sendo feito por lá, assinamos tudo, mas não estamos muito cientes aqui. Só sei que é sobre a minha vida.

Em que é empregado o dinheiro da venda dos seus CDs?
Usamos para pagar os telefones, as cartas que enviamos, o papel, cartucho de tinta para a impressora, caneta, os selos. E temos um serviço social, doamos roupas nas favelas, ajudamos as famílias de presidiários, pessoas nos hospitais, algumas famílias no sertão brasileiro, no Rio de Janeiro. E também na confecção de CDs e DVDs para propagar a palavra do Senhor.

Por onde navega na Internet?
Minha Internet é discada, por isso não tenho muito tempo para ficar nela. Na verdade não navego muito, meus pais são bastante cautelosos com respeito a Internet, para me poupar das coisas ruins que têm lá. Navego no meu site, faço pesquisas de escola, converso com outros pastores pelo Messenger, coisas assim.

Como encarou toda a repercussão do seu vídeo no YouTube?
Encarei muito bem. Não é a minha praia, mas serviu para engrandecer o nome do Senhor. Vi o do funk e o criador não distorceu minhas palavras, só colocou um ritmo de funk.

E o sucesso?
Não ligo, acho que tudo isso tem que servir para louvar e propagar a palavra do Senhor, que, assim, já pôde chegar até fora do país. Eu prego desde os três anos e comecei nos programas de TV com quatro. Estou bem acostumada com esse ramo, não fico preocupada, nem com vergonha.

A idéia do seu site nasceu depois disso?
Não, meu site foi criado bem antes disso, logo depois do terceiro CD, mais ou menos nessa época, para divulgar meu trabalho.

Você sofre algum preconceito ou dificuldade?
Preconceito sim, dificuldade não. Preconceito todo mundo sofre, os artistas, as pessoas da mídia, todos sofrem. Mas é com essas críticas que a gente cresce e aprende, o importante é que estamos aí fazendo a diferença.

Como é você em família?
Sempre fui muito família, muito caseira, amo minha família, os que estão perto de mim, meus amigos. E louvo a Deus pela família que Ele me deu.

Um momento marcante e um engraçado da sua vida.
Marcante foi a minha volta à vida, quando o Senhor Jesus me trouxe à vida e me curou da enfermidade. Engraçado é quando estou em família, me divertindo, fazendo palhaçada com a minha mãe.

Qual seu cantor(a) favorito(a)?
A cantora gospel Elaine de Jesus.

Não vive sem o quê?
Deus.

Comida favorita?
Arroz, feijão, frango e batata frita.

Qual seu lugar preferido?
É o Sítio Recanto Feliz Morada do Senhor, do Seu Sílvio, em Casemiro de Abreu, no Rio de Janeiro. Olha tio, você pode colocar isso na matéria? Ele vai ficar muito feliz, vai até querer mandar algum presente para o senhor, um queijo, um porco, alguma coisa.

Sua cor favorita?
Rosa.

Gosta de algum esporte?
Natação.

Qual a coisa que menos gosta no mundo?
Pecado.

Você se acha diferente das outras meninas da sua idade?
Não, me acho igual. Me sinto igual qualquer adolescente, apesar de ter que fazer a diferença. De diferente acho que só a coisa de eu precisar mostrar para eles que eu sirvo a um Deus, que as minhas ações, as minhas atitudes são focadas nisso.

Site oficial de Ana Carolina Dias
Vídeo de Ana Carolina pregando
Vídeo em versão funk

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte