Guia da Semana

É Pique!

Confira as dicas e saiba como planejar uma festa inesquecível para o seu pequeno



O aniversário do seu filho está se aproximando e com ele o velho dilema de como e onde realizar o evento. As opções são inúmeras, que vai desde organizar uma festa dentro de casa - com o risco de ter vasos quebrados e prejuízos a perder de vista - ou então desembolsar um bom dinheiro para bancar a farra em um bufê, que oferece serviços personalizados, mas com valores que doem no bolso.

Quem deseja inovar e fazer algo diferenciado, o setor oferece uma série de novidades, como por exemplo, o kit de germinação, uma lembrancinha ecologicamente correta que traz tudo o que os convidados precisam para fazer a plantinha crescer: vaso, pratinho, semente, substrato orgânico e um manual de instrução de como cuidá-la.

E o que dizer do camarim fashion, com direto a cabeleireiro infantil e desenhos nas unhas e tatuagens modernas? Bem, realmente as festas infantis de hoje não lembram em nada as singelas comemorações que eram regadas a muito brigadeiro e olho de sogra, além  dos singelos penduricalhos decorativos. Para não fazer feio na festa do seu filho e agradar a toda a garotada, saiba qual a melhor opção para o seu bolso.

De acordo com a organizadora de eventos Natália Pedrozo, as festas promovidas em casa, dependendo do que se quer fazer, trazem um custo menor, porém com uma mão de obra maior, pois a pessoa deve pensar em todos os detalhes sozinha. "É importante que seja anotado tudo o que se deseja fazer para não se esquecer de coisas pequenas, mas importantes, como velinhas e bexigas, e que peça indicações de pessoas conhecidas ao encomendar bolo, doces e salgados", aconselha.

Já no bufê, o custo pode ser maior e o trabalho mínimo, pois a empresa contratada organiza a festa de acordo com o pedido dos pais. Costuma-se oferecer degustação de doces e salgados, portifólio de decoração, estrutura adequada para as crianças e algumas dicas do organizador da festa, vantagens que deixam a cabeça dos pais sossegadas. 

Lembre-se de ter sempre um valor de investimento pré-definido para a festa, pois assim fica mais fácil saber o que poderá ser realizado. Faça uma pesquisa de mercado inicial, comparando o serviço de bufê com a média de quanto ficaria o evento feito em casa. Assim fica mais fácil saber onde e como investir.


 
Coloque na ponta do lápis:

- Calcula-se por criança 5 docinhos, 5 salgadinhos, 1 fatia de bolo e 4 copos de refrigerante (100ml); e por adulto 6 docinhos, 12 salgados, 1 fatia de bolo, 5 copos de refrigerante (100ml), água (100ml) e 3 copos de cerveja (200ml);

- A compra de bebidas alcoólicas é opcional;

- Encomenda de bolo, doces e salgados deve ser feita com pelo menos 1 mês de antecedência;

- As lembrancinhas não são obrigatórias, mas são como uma tradição. Algo que está na moda é a mesa de doces, que é uma espécie de "self-service". Os convidados se servem de balas e outras guloseimas e todos ficam felizes!


Foto: Getty Images.

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte