Guia da Semana

É preciso cultivar a felicidade

O prazer de simplesmente ser mãe

Foto:Getty Imagens


É muito gratificante receber o ser pequenino que chega mudando tudo, mas que amaremos incondicionalmente durante toda a vida.

Porém, as jornadas de trabalho acumuladas e a rotina familiar têm gerado, em algumas pessoas, sentimentos contraditórios. De tanto amor e de tanto desejar o melhor, mamães têm se preocupado e se questionado cada vez mais: "Devo ser mais ou menos autoritária?", "conservadora ou liberal?"; "Preparar para a vida? Mas ele é tão indefeso, e este mundo está tão doido...", "será que sou boa mãe?", "estarei dando o suficiente para ele?", "está na hora de entrar no ballet, judô, natação, ioga, tênis, Kumon, futebol... mas ele vai dar conta de tudo isso?".

E de tantas preocupações, acabam por não perceber que o tempo está passando e que podem estar perdendo momentos simples e mágicos de pura ternura, do dia a dia dos pequenos. Pensar no futuro e investir nele é importante e essencial, pois nele cabem muitos sonhos, todos maravilhosos!

Mas ao pensar no futuro pintando-o como difícil e competitivo, baseando-se no que pode "dar errado", podemos estar desperdiçando a felicidade do presente e talvez, ensinando nossos filhos a serem assim, um tanto pessimistas, sempre preocupados com o futuro como se o pior estivesse por vir.

Que tal tentarmos enxergar o mundo com o olhar puro e simples das crianças? E tentar viver, nem que seja por alguns momentos, desse modo?

Quem é que não tem guardados na memória momentos sublimes de sua infância, de pura ternura com os pais? E as muitas peraltices que até hoje provocam risos ao serem lembradas na mesa do almoço de domingo?

É preciso apreciar os momentos felizes que vêm naturalmente, momentos que serão tão importantes para a criança, que ficarão guardados eternamente na memória. Assim como os "seus" momentos felizes de infância estão guardados na sua.

Descobrir, dia-a-dia, novas características de sua personalidade ainda em formação, partilhar as descobertas e pequenas conquistas. Ser cúmplice de pequenas peraltices, admirar seu sorriso maroto e ampará-lo nas pequenas derrotas, ensinando-o a reerguer-se.

Emocionar-se diante daquela gargalhada gostosa, achar graça nas palavras "tortas" e pela metade, em suas primeiras frases e pequenos discursos para o mundo.

Vamos, enfim, simplesmente ser mães, curtir cada momento acreditando que estamos seguindo o caminho correto. Desejando viver muito para poder ver e acompanhar a realização de todos os sonhos de nossos pequenos.

A maternidade é uma dádiva, é pura luz, alegria e emoção. E deve ser vivida com todos os sentimentos de felicidade e tranqüilidade. Simples assim!

Quem é a colunista: Cláudia Fernanda Venelli Razuk
O que faz: Coordenadora Pedagógica do Colégio Itatiaia
Pecado Gastronômico: chocolate
Melhor Lugar de São Paulo: o bairro em que moro (paraíso). É bonito e tem tudo por perto.
Para Falar com Cláudia: Itatiaiaed.infantil@terra.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte