Guia da Semana

Escolha do presente dos 12 meses aos 12 anos

Se você não sabe ainda qual é a melhor opção de presente siga o conselho da colunista!

Foto: sxc.hu


Muitas vezes o brinquedo chega a ser tão sofisticado que a criança não tem necessidade de explorar e criar situações diferentes. Basta apertar um botão e o brinquedo faz tudo

O brincar é a maneira lúdica que a criança possui para iniciar e desenvolver a curiosidade e sua criatividade. O brinquedo ajuda no desenvolvimento da linguagem, esquema corporal, lateralidade e motricidade global e fina. Assim, ao oferecermos um brinquedo a criança, é de suma importância levar em conta a idade e os seus interesses. Brinquedos mais elaborados, que não são adequados à faixa etária, poderão fazer com que a criança, por vezes, não se estimule a procurar os efeitos que o brinquedo trará.

Muitas vezes o brinquedo chega a ser tão sofisticado que a criança não tem necessidade de explorar e criar situações diferentes para o mesmo. Basta apertar um botão e o brinquedo faz tudo, deixando a criança passiva, diante da situação. No início pode até parecer divertido, mas, depois de um tempo, logo é deixado de lado.

Além disso, é importante não cair na tentação de oferecer vários brinquedos ao mesmo tempo. Guardar alguns e apresenta-los em momentos diferentes, pode ser bastante produtivo. Isso poderá aguçar o interesse e a permanência do foco de atenção em um brinquedo de cada vez, para este ser explorado o máximo possível.

Este fato pode favorecer posteriormente a atenção por um tempo maior em diferentes situações (aulas, conversas, amigos, cursos extra escolares). Caso contrário, poderá se tornar aquela criança que tudo quer, inicia, mas não termina. Algumas sugestões: - Primeiros meses: chocalhos, móbiles, bola, bonecas, dado de espuma, materiais coloridos, macios e que façam ruídos, livros de plástico para o banho, além de brinquedos que possam estimular o engatinhar (fase importante na vida da criança, que por vezes é pulada).

Foto: sxc.hu


- 12 meses aos 2 anos: encaixes, blocos para empilhar, livros de pano -

- 2 a 3 anos: encaixes de diferentes formas, quebra-cabeça, brinquedos de empilhar, instrumentos musicais infantis, tiro ao alvo com bolinhas que grudam

- 3 a 5 anos: jogos com regras simples, associando números e letras, quebra-cabeças, livros, material de modelagem, fantoches, coleção de animais, carrinhos, casinha de bonecas, alinhavos.

- 5 a 7 anos: jogos para estimular a alfabetização, jogos de memória, reversibilidade, 5 marias, amarelinha, piões.

- 8 a 12 anos: jogos com regras ("Senha", "Banco Imobiliário", "War," "Jogo da Vida"), kits de montagem, livros.

Brinquedos ao ar livre também devem estar nas opções, além de bonecas de diferentes materiais e raças, assim como bonecos, carrinhos, postos de gasolina e castelos.

Quem é a colunista: Raquel Caruso
O que faz: Coordena três unidades da Clínica Multidisciplinar EDAC - Equipe de Diagnóstico e Atendimento Clínico, em São Paulo, e atua nas áreas de Fonoaudiologia, Psicopedagogia, Psicomotricidade. Ministro palestras, cursos e supervisões nestas áreas.
Pecado gastronômico: massas em geral, como boa descendente de Italianos.
Melhor lugar do Brasil: Natal (Rio Grande do Norte) e Amazonas (encontro das águas)
Fale com ela: edac@edac.com.br

Atualizado em 1 Dez 2011.

Compartilhe

Comentários

Outras notícias recomendadas

Dia das Crianças no Rio de Janeiro 2016

Confira as opções de diversão na Cidade Maravilhosa para a data

Mais de 15 passeios em SP para curtir com crianças neste fim de semana

Opções de teatro, musicais e passeios gratuitos para ir em família e se divertir junto com os pequenos!

Beatles para crianças: 4 motivos para assistir à série Beat Bugs com seu filho

Primeira temporada da série infantil já está em cartaz na Netflix

Raposo Shopping oferece oficina gratuita para crianças que gostam de cozinhar

Atividade ensina aos pequenos receitas do programa "Tem Criança na Cozinha", do canal Gloob

4 motivos para levar as crianças para assistir ao espetáculo "Galinha Pintadinha em ovo de novo"

Peça fica em cartaz até dia 28 de agosto, no Teatro Net

Rede de cinemas oferece ingressos gratuitos para pais acompanhados dos filhos

Pais que forem ao cinema com os filhos no Dia dos Pais não pagam o ingresso nos cinemas Playarte